Dia Mundial da Luta contra Hepatites Virais com serviços gratuitos no HGG

0
1244

O Hospital Alberto Rassi (HGG) disponibiliza nesta quarta-feira, 27, das 8h às 12h, serviços gratuitos para a população em alusão ao Dia Mundial da Luta contra Hepatites Virais. O evento acontece no estacionamento da unidade, e disponibiliza testes rápidos para detecção de hepatite C, medição de pressão e orientações com gastroenterologistas, nutricionistas e farmacêuticos da unidade. Além disso, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia, são oferecidas vacinas contra hepatite B.

O objetivo é alertar a população para a detecção precoce da doença e orientar sobre as formas de prevenção e tratamento. A hepatite é uma inflamação do fígado, que pode ser causada por medicamentos, doenças autoimunes, metabólicas e genéticas, álcool, substâncias tóxicas e vírus. Ela é considerada, atualmente, o maior problema global de saúde pública e, se não for adequadamente diagnosticada e tratada, pode levar à insuficiência hepática aguda, cirrose, câncer do fígado e até mesmo à morte.

Hoje existem mais de meio bilhão de portadores das Hepatites B e C no mundo e, segundo a Organização Mundial de Saúde, as hepatites virais são um dos maiores problemas mundiais de saúde e matam duas vezes mais do que a Aids. A Coordenação Estadual de Controle das Hepatites Virais, ligada a Superintendência de Vigilância em Saúde (Suvisa), da Secretaria Estadual de Saúde divulgou que no estado de Goiás em 2015, foram notificados 6.637 casos suspeitos de hepatites.

Dados sobre hepatites virais no Brasil:

– Existem 3 milhões de brasileiros contaminados;

– De 2000 a 2010 foram mais de 300 mil casos notificados;

– Entre 2000 e 2010 levaram à morte 37 mil pessoas;

– 1 a cada 3 transplantes de fígado decorrem de complicações da hepatite C;

– A hepatite C é a que mais mata: causa 70% desses óbitos;

– Boa notícia: hoje , mais de 90% dos casos de hepatite C são curáveis

Dicas gerais que reduzem o risco de contaminação:

– Não compartilhar seringas, agulhas e escovas de dente;

– Utilizar preservativos nas relações sexuais;

– Exigir das autoridades públicas de saúde os testes em transfusões de sangue;

– Levar seus utensílios devidamente higienizados, ao ir a manicure;

– Fazer o teste rápido para saber se tem hepatite;

– Vacinar contra hepatite B;

– Conferir se os materiais usados em injeções, tatuagens e piercings são descartáveis.

Serviço:

O quê: Dia Mundial da Luta contra Hepatites com serviços gratuitos de saúde

Quando: quarta-feira, 27 de julho

Horário: de 8 horas até 12 horas

Onde: Área externa (estacionamento) do Hospital Alberto Rassi – HGG

Fonte: Idtech

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here