Complexo hospitalar substituirá a antiga Colônia Santa Marta

0
3343
Acompanhado do secretário de Saúde, Leonardo Vilela, governador autorizou o início das obras

Local será referência em atendimento ao idoso, à saúde do homem e assistência a casos complexos

O governador Marconi Perillo assinou na sexta-feira, dia 29, uma Ordem de Serviço no valor de R$ 5,59 milhões para o início das obras para transformar a antiga Colônia Santa Marta em um grande complexo com três hospitais. A solenidade foi realizada no Hospital de Dermatologia Sanitária e Reabilitação Santa Marta, em Goiânia, na GO-403, saída para Senador Canedo. A Ordem de Serviço assinada é referente à construção de residências assistencial voltada ao acolhimento dos 22 pacientes que moram na unidade.

O Hospital de Dermatologia Sanitária e Reabilitação Santa Marta será transformado em um Complexo Hospitalar destinado a ser uma unidade de referência em atendimento ao idoso, à saúde do homem e de assistência aos casos mais complexos de hanseníase e possíveis incapacidades. A obra será realizada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde.

“Esse ato de hoje é mais um ato de fé e de responsabilidade social do nosso governo. Desde 2011, nós focamos na solução para a antiga Colônia Santa Marta. Reestruturamos as casas para dar aqui uma finalidade mais nobre. Muitas reformas e melhorias foram feitas, e isso é só o começo”, afirmou Marconi.

“Vamos transformar esse espaço em um grande complexo hospitalar. Além da dermatologia sanitária e do acolhimento aos pacientes, nós vamos erguer aqui dois hospitais muito importantes para o Estado, um deles voltado aos idosos e o outro destinado aos homens. Então, aqui nós vamos ter três hospitais funcionando no mesmo espaço”, explicou o governador.

A Ordem de Serviço assinada é referente à construção de residências assistencial voltada ao acolhimento dos 22 pacientes que moram na unidade HDS. A construção contempla 23 apartamentos individuais, área de convivência e praça de banho de sol, com infraestrutura assistencial. A obra marca o início da construção do complexo hospitalar.

Residência Assistencial

A Residência Assistencial é uma instituição de acolhimento de longa permanência composta por 23 apartamentos individuais com 18,17 metros quadrados, além de 183,28 metros quadrados de praça de banho de sol e 353,58 metros quadrados de área de convivência, que perfaz o total de 1.323,66 metros quadrados de área construída com investimento total de R$ 5,59 milhões e tempo de execução da obra estimado em dez meses.

Complexo Hospitalar

O complexo hospitalar será edificado em terreno de área total de 84.157,02 metros quadrados, com 36.066,47 metros quadrados de área a ser construída. Contemplará a residência assistencial de longa permanência, a clínica do homem e o hospital do idoso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here