Goiás tem quase cinco mil artesãos cadastrados

0
1989

Goiás tem quase cinco mil artesãos cadastrados

Goiás atingiu a marca de 4.800 artesãos e trabalhadores manuais inscritos no Programa do Artesanato Brasileiro. A artesã Rachel Lobo, que trabalha com peças em cerâmica, foi a última cadastrada para que o Estado atingisse esse número e agora receberá a Carteira Nacional do Artesão.

“A Carteira Nacional do Artesão não tem taxa de adesão, nem anuidade ou mensalidade. Ela permite ainda ao profissional comercializar seus produtos em larga escala com emissão de nota fiscal”, afirma o gerente de Artesanato da SED e coordenador estadual do Programa do Artesanato Brasileiro, André Franco.

artesanato goianoPara se cadastrar é bastante simples. Em Goiânia, basta se dirigir à Central do Artesanato Goiano, na Rua 1, 147, Centro, e apresentar documentos pessoais (RG, CPF e comprovante de endereço), além de uma a três peças, que passarão por curadoria. Equipes da Gerência de Artesanato da SED percorrem também municípios para fazer o cadastro de artesãos.

Goiás é o Estado que mais cadastrou artesãos e trabalhadores manuais no Programa do Artesanato Brasileiro no período de janeiro de 2015 até junho de 2016, de acordo com dados divulgados pela Secretaria de Governo da Presidência da República. E, segundo o gerente de artesanato da Secretaria de Desenvolvimento (SED), houve uma mudança de foco muito grande com ênfase no cadastramento dos artesãos, principalmente aqueles que moram no interior de Goiás.

Foco no interior
“Antes se esperava que o artesão descobrisse o programa e que ele de alguma forma chegasse a nós. Hoje em dia, com as parcerias feitas nos municípios, nossa equipe é que vai onde o artesão está. Para se ter uma ideia: 93,75% dos artesãos cadastrados são do interior do Estado e apenas 6,25% dos cadastrados pelo programa da capital”, afirma André.

2014-07-16-SIC- Artesão Antonio fotos Eduardo FerreiraO superintendente de Micro e Pequena Empresa da SED, Thiago Falbo, lembra que a equipe de artesanato já fez o cadastramento em 140 municípios goianos e que até o final deste governo a meta é atingir a todos os 246 municípios de Goiás. Thiago diz ainda que “este trabalho de campo com os artesãos é muito importante porque motiva as pessoas a produzirem, a se relacionarem, enfim, a se sentirem parte de um projeto maior, que envolve justamente aquilo que lhes dá maior prazer: fazer artesanato”.

Segundo o superintendente executivo de Indústria e Comércio, Victor Hugo Marques de Queiróz, “os números do cadastramento nos mostram que em Goiás, do universo de 4.800 artesãos, 83,44% são mulheres e apenas 16,56%, homens”. Este tipo de informação é de extrema relevância para o Governo do Estado porque podemos fazer as parcerias mais adequadas e projetos específicos que atendam melhor a este público. Victor Hugo observa que “no setor do artesanato quase sempre são as mulheres que lideram os projetos, as associações, e as cooperativas”.

O secretário de Desenvolvimento, Luiz Antônio Faustino Maronezi, destaca o momento de efervescência no setor do artesanato em Goiás, em que várias iniciativas interessantes têm as mulheres como agente transformador. “Poderíamos citar o projeto Mulheres Coralinas na cidade de Goiás; a Associação Tear de Maria de Rio Verde; a Aurora Cultural de Nova Aurora, a Cooperativa Bordana de Goiânia, e o projeto de iconografia local de Mambaí”, dentre outros.

“Por incrível que pareça, todas estas grandes transformações que têm acontecido no Artesanato Goiano estão direta ou indiretamente ligadas ao cadastramento dos artesãos que a equipe do Programa do Artesanato da SED tem feito nos últimos cinco anos. E é por isso que fazemos questão de comemorarmos cada nova marca atingida. Agora a nossa nova meta é chegarmos a 5 mil artesãos cadastrados em Goiás até setembro deste ano”, afirma Thiago Falbo.

Trabalho contínuo
artesanato 4O próximo cadastramento será na Prefeitura de Santo Antônio do Descoberto, na Região do Entorno do Distrito Federal, no dia 6 de agosto das 9 às 16 horas.

Os interessados deverão levar as peças de artesanato, além de uma foto 3×4 recente, e cópias do RG, CPF e de um comprovante de residência. O cadastramento é gratuito e qualquer artesão residente em Goiás pode participar e ser cadastrado.

O PAB/GO faz parte da estrutura montada pelo governo federal nas unidades da federação para atender aos milhões de brasileiros que têm na atividade artesanal a fonte de emprego e renda. Além do aspecto econômico, o artesanato é uma das manifestações culturais mais importantes do Brasil e que nos últimos cinco anos o Estado vem se destacado no setor.

* Assessoria da SED

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here