Grupo de amigos ajuda reformar escola pública

0
2475
Com o ambiente escolar renovado, os alunos veteranos se sentem valorizados e reanimados para continuar os estudos

No retorno das aulas para o segundo semestre, alunos de escola estadual são surpreendidos com melhorias na infraestrutura física da unidade

Fabiola Rodrigues

Os estudantes da rede estadual começaram o segundo semestre animados para estudar. A reforma realizada em sete das 14 salas de aula da Escola Antônio Raimundo Gomes da Frota, localizada na Cidade Jardim em Goiânia, surpreenderam os estudantes. A reestruturação da escola é uma iniciativa do médico e diretor do Hospital São Francisco de Assis, Hugo Valter Frota Filho, neto do Dr.  Antônio Raimundo, que dá nome ao colégio. A Secretária da Educação, Cultura e Esporte, Raquel Teixeira, elogiou a iniciativa e convida outras famílias que têm integrantes homenageados em escolas a fazer o mesmo.
“O Brasil está vivendo um momento de crise econômica real. No ano passado não recebemos do Ministério da Educação nenhum dinheiro novo para repassar para a parte de infraestrutura escolar. Mesmo assim Goiás tem investido reformando quadras e escolas e construindo novas unidades”, diz a secretária.
A escola recebeu da Secretaria da Educação, Cultura e Esporte (Seduce) 300 novas carteias para as sete salas, além da construção da quadra coberta. A diretora, Nara Núbia Guimarães, engrandeceu a parceria do médico e da secretária ao oferecer aos estudantes uma escola mais limpa e reformada.
“A reforma que começou no mês de julho surtiu ótimos resultados para os estudantes. Ao voltarem às aulas, isso fica claro. As salas estão muito mais agradáveis e os alunos entusiasmados para estudar”, comenta, animada, a diretora.
Os jogos de carteiras escolares estão sendo encaminhados às instituições de ensino da rede estadual para atender tanto a demanda criada por novas vagas no segundo semestre letivo quanto para renovação do acervo já existente.
A escola que vem passando pela reforma tem 44 anos e atualmente atende 350 alunos no período integral e 230 no período noturno. Com o ambiente escolar renovado, os alunos veteranos se sentem valorizados e reanimados continua os estudos.
“A volta às aulas desta vez foi bem diferente. Ver nossos alunos com outro olhar sobre a escola é maravilhoso. O ensino se torna mais prazeroso para todos, professores e estudantes, que estudam com prazer”, conta Nara Núbia Guimarães.
A recessão econômica que o País vem enfrentando poderia ser obstáculo para que as reformas fossem feitas nas escolas estaduais, mas a secretária Raquel Teixeira garante que mesmo com todas as dificuldades enfrentadas ainda neste segundo semestre muitas escolas serão reforadas e outras, construídas.
“Não estamos fugindo do nosso compromisso com a Educação e gradualmente vamos atingir as metas”, diz a secretária, destacando que até dezembro serão inauguradas novas 39 escolas estaduais.
As reformas que estão sendo realizadas no ambiente escolar podem se tornar uma contribuição de todos. Para o médico Hugo Valter Frota Filho, contribuir para que os estudantes tenham melhor ambiente para estudar é uma forma de investir no futuro do país.
“Quando vi a escola em uma situação precária, criei uma associação, com a participação de meus familiares. Recebemos contribuição financeira também de uns amigos próximos. No final, não sai caro pra ninguém. Além de tudo estamos ajudando a melhorar a qualidade do ensino”, conta o médico.


Demais salas serão reformadas

As ações para a melhoria da infraestrutura do ambiente escolar continuam. A meta é reformar as sete salas que ficaram faltando
As ações para a melhoria da infraestrutura do ambiente escolar continuam. A meta é reformar as sete salas que ficaram faltando

Os estudantes da Escola Antônio Raimundo Gomes Frota receberam a reforma na escola como um presente do qual não desejam desgrudar. Professora de Matemática, Bianca Batista diz que esse retorno das aulas está sendo bem diferente. Os alunos em sua maioria estudam em tempo integral e não sentem vontade de ir embora.
“Os estudantes não têm nenhuma dificuldade de voltar aos estudos. Para eles está sendo um prazer chegar na escola e vê-la modificada. As novidades em sala de aula não deixam o desanimo pós-férias desmotivá-los”, conta a professora.
A diretora Nara Núbia Guimarães lembra que os estudantes sempre no primeiro mês, quando retomam ou iniciam as aulas, encontram dificuldades de se adaptar ao ambiente escolar, mas ela está surpresa com a motivação positiva dos alunos.
Ela ressalta que os educandos estão entusiasmados com o concurso Goiás na Ponta do Lápis, promovido pela Tribuna do Planalto. Ela conta que os alunos retornaram para o ambiente escolar ansiosos com a aproximação da data de divulgação dos resultados do certame.
Além de estarem do Goiás na Ponta do Lápis, os estudantes estão participando do concurso de redação interno da escola, com o tema “Quem foi Dr. Antônio Raimundo”, para que eles façam pesquisas e descubram por que a escola recebeu este nome.
“É importante aproveitar este momento e levar eles a conhecer melhor a história da escola em que estudam. Servirá para o crescimento de cada aluno”, diz a diretora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here