O anúncio do presidente interino Michel Temer de novos investimentos no Programa Minha Casa Minha Vida trouxe alívio para o setor da construção, principalmente pela certeza da regularidade no repasse dos recursos. A análise é do presidente da Agência Goiana de Habitação, Luiz Stival, que esteve na reunião no Palácio do Planalto, em Brasília, nesta quinta-feira, dia 11, para cerca de 800 empresários e trabalhadores do setor da construção.

Sobre o anúncio da retomada das obras de mais de 10 mil unidades do programa da faixa 1 (renda de até R$ 1.800), Stival afirmou que Goiás praticamente não tem obras paralisadas. “A contrapartida doCheque Mais Moradia ajuda na continuidade da construção, mesmo com atraso dos recursos federais”, explicou. Ele disse ainda que o Governo de Goiás vai aguardar anúncio das regras para investimento na chamada faixa intermediária (1,5), para famílias com renda de até R$ 2.350, para saber como o Estado pode atuar para ampliar o alcance da política habitacional.

O governo federal confirmou a construção de 40 mil moradias para este público. Serão destinados à nova faixa R$ 3,8 bilhões. O valor máximo do subsídio poderá chegar a R$ 45 mil, conforme a renda e a localização do imóvel. Diferentemente da faixa 1, em que a casa é praticamente doada, as famílias enquadradas na faixa 1,5 vão assumir um financiamento habitacional, em condições facilitadas, de 5% ao ano.

Mais moradias
Stival informou ainda que a Agehab está atuando junto à Caixa Econômica Federal para fechar a contratação de mais de duas mil moradias. O Governo de Goiás já entregou mais de 13 mil unidades habitacionais. Outras 18 mil estão em fase final de construção.

O encontro foi articulado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção para apresentar formalmente a agenda da construção ao presidente interino. Vice-presidente da Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação, Luiz Stival integrou a comissão da ABC no encontro. O governo federal já anunciou a adoção do Cheque Reforma como primeiro programa social da gestão Temer, inspirado no programa Cheque Mais Moradia do Governo de Goiás, um dos líderes nacionais na contratação de moradias.

FONTE: GOIÁS AGORA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here