Programa aproxima comunidade de escolas

0
2458
O voluntariado é uma das características do Programa Escola Aberta

Parceria entre Prefeitura e Governo Federal proporciona acesso às oficinas e atividades culturais dentro de escolas municipais

Luiz Fernando Nunes Hidalgo

De forma dinâmica, escolas de Goiânia recebem todos os finais de semana alunos e moradores de suas regiões. A ação é promovida pelo Programa Escola Aberta, de responsabilidade do Ministério da Educação (MEC) em parceria com as esferas municipais e estaduais. Na Capital, são 16 escolas que ficam abertas aos sábados e/ou domingos, e são ocupadas criativamente com atividades voltadas para fortalecimento da cidadania.
O objetivo é contribuir para a cultura da paz, promover valores voltados para o empoderamento da população, além de fortalecer a aproximação entre escola e moradores onde a instituição está inserida. Neste sentido, a Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) promove atividades esportivas, artesanais, de educação ambiental, música, dança e informática dentro das escolas, em diferentes regiões da cidade.
“Faz quatro anos que venho aqui. Gosto de futebol e sou fã da Marta, mas também acho bacana participar das outras atividades. Antes não era tão boa pra jogar bola, mas agora melhoro a cada dia. Outra coisa que é legal aqui são as amizades porque durante o dia todo, enquanto a escola está aberta, você é tratado com respeito”, afirma a educanda da Escola Municipal Residencial Itaipú, Vitória Emanuelly de Jesus Araújo, 10.
A proposta se fundamenta na solidariedade e no diálogo, no respeito às diferenças e no voluntariado. As ações são planejadas pela equipe local a partir de consultas à escola e à comunidade com o objetivo de identificar as demandas locais. Instituições que se proponham a compartilhar seus conhecimentos, habilidades e competências de forma voluntária também têm espaço pra participar deste movimento.
Com esta aproximação, as instituições educacionais, têm vivido um clima de maior segurança porque a comunidade procura colaborar com o bem-estar do ambiente escolar. “Eu vejo que é muito importante a parceria entre a escola e os moradores do bairro. Com o Programa Escola Aberta as pessoas vão percebendo que elas são responsáveis pelo cuidado deste espaço público e isso repercute no trabalho pedagógico”, destaca Regina Aparecida Ferreira, diretora da Escola Municipal Itamar Martins Ferreira.
“Todos estes aspectos fazem com que o Programa seja de grande valor tanto para a população de bairros que têm pouco acesso a equipamentos públicos culturais, assim como para os educandos das escolas, os quais são 70% dos participantes, porque possibilita o fortalecimento do trabalho pedagógico. Isso tudo com a valorização do capital cultural das comunidades que participam do Escola Aberta”, ressalta Marcos Pedro da Silva, diretor pedagógico da SME.

Mobilização das famílias
O Escola Aberta visa colaborar com fortalecimento dos vínculos entre as famílias e as escolas, que auxilia no processo de ensino aprendizagem. A possibilidade da família estar mais próxima pode proporcionar também a participação dos pais como voluntários.
“Acho muito importante, aqui no Residencial Itaipú, a escola estar aberta aos finais de semana porque o que estas crianças e adolescentes estão aprendendo, vão levar para o resto da vida. Meu filho por exemplo, depois de ter começado a praticar o Judô aqui, tem melhorado sua capacidade de concentração e desempenho escolar”, afirma Robert Perez Cruvinel, 29.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here