GOIÂNIA NA PONTA DO LÁPIS: Prorrogado prazo para entrega das redações

0
1140
Até o dia 30 de setembro os trabalhos dos alunos poderão ser entregues diretamente na Tribuna do Planalto

Alunos terão tempo a mais para produzir o trabalho e concorrer a prêmios

Fabiola Rodrigues

O período para entregar das redações do concurso Goiânia na Ponta do Lápis foi prorrogado para o dia 30 de setembro. Até essa data o trabalho dos alunos pode ser entregue diretamente na Tribuna do Planalto. Com o tempo a mais, os professores podem discutir melhor o tema, “Educação Alimentar: em busca de uma vida saudável!”, em sala de aula. Orientar as crianças a adotarem uma alimentação correta é um dos objetivos dessa edição do concurso, já que o assunto pode ser debatido pelas várias disciplinas escolares.
Na Escola Municipal Alice Coutinho, no setor Morais, em Goiânia, a professora de Educação Física Eulices Soares é quem orientou as turmas a escrever as redações. Para estimular os alunos a pesquisar, ela sugeriu a eles que realizassem estudos sobre o corpo humano e como os alimentos saudáveis e gordurosos agem no organismo.
“Discuti com os alunos primeiramente sobre opiniões que eles tinham sobre o que é ou não alimentação correta. Durante as aulas eles ficaram surpresos ao saber como as pessoas se alimentam mal”, conta.

A professora, que não ministra aulas de Português, pela primeira vez decidiu trabalhar com os estudantes um tema de concurso de redação. Para ela, tratar com eles de assuntos que incentivam a melhorar a maneira de se alimentar é extremamente relevante, já que está diretamente ligado com a saúde do corpo.
“Achei importante falar de educação alimentar com os alunos, foi ótimo ajudá-los. Troquei por um período as quadras pela sala de aula, mas valeu, os estudantes gostaram da experiência”, diz Eulices Soares.
Os alunos de 8 a 11 anos se surpreenderam com a quantidade de alimentos que fazem mal à saúde. A professora observa que o certame tem capacidade de levar os alunos a discutir assuntos que realmente fazem diferença e agregam conhecimento, principalmente por estarem formando conceitos.
“Fiquei surpresa com os resultados, ainda mais por ser uma novidade para mim, conduzir os alunos a participar de uma disputa sadia como essa é gratificante. Aprender ensinando não tem preço”, diz, animada, a professora.
Os prêmios regionais do Goiânia na Ponta do Lápis começarão a ser entregues para os alunos dia oito de novembro e a premiação final segue prevista para ocorrer dia 22 do mesmo mês. Os estudantes que forem classificados nos três primeiros lugares de cada categoria receberão brindes, além das medalhas.
A Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME), por meio de suas Unidades Regionais de Ensino, ficará responsável pela organização dos eventos, incluindo as apresentações culturais, pela indicação dos locais a serem realizados os eventos de premiação e pelo transporte dos alunos premiados, caso necessário. A Tribuna do Planalto se responsabilizará pela entrega dos prêmios.

De acordo com as regras do concurso, serão desclassificadas as redações com menos de 20 linhas e com mais de 40 linhas. O gênero textual é livre. No cabeçalho deve constar o nome da unidade escolar, o telefone da escola, o nome completo do aluno, a série, o endereço do aluno e telefone, o nome completo do professor com telefone para contato e o nome da unidade regional a que pertence a escola.
Os alunos não devem adotar o tema do concurso como título de suas redações. Deverão ser incentivados também a produzir um título para sua redação. Antes de entregar as redações ao Departamento Pedagógico da escola, os professores devem fazer a correção das redações entregues por seus alunos. Trabalhos com erros ortográficos, gramaticais e outros devem ser devolvidos aos estudantes para serem passadas a limpo e depois entregas novamente ao professor.

Professora Eulices Soares: “Conduzir os alunos a participar de uma disputa sadia como essa é gratificante”
Professora Eulices Soares: “Conduzir os alunos a participar de uma disputa sadia como essa é gratificante”

Regras para elaborar o trabalho

De acordo com as regras do concurso, serão desclassificadas as redações com menos de 20 linhas e com mais de 40 linhas. O gênero textual é livre. No cabeçalho deve constar o nome da unidade escolar, o telefone da escola, o nome completo do aluno, a série, o endereço do aluno e telefone, o nome completo do professor com telefone para contato e o nome da unidade regional a que pertence a escola.
Os alunos não devem adotar o tema do concurso como título de suas redações. Deverão ser incentivados também a produzir um título para sua redação. Antes de entregar as redações ao Departamento Pedagógico da escola, os professores devem fazer a correção das redações entregues por seus alunos. Trabalhos com erros ortográficos, gramaticais e outros devem ser devolvidos aos estudantes para serem passadas a limpo e depois entregas novamente ao professor.


PREMIAÇÕES

A data das premiações do concurso Goiás na Ponta do Lápis foi alterada e a primeira fase da entrega dos prêmios começará no dia 17 de outubro. Em breve informaremos o calendário completo de datas das premiações regionais do estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here