“Temos trabalhado por Trindade há 30 anos”

0
2008
Gleison Vilela: “Vai ganhar quem trabalhou e nós temos um trabalho prestado na cidade de Trindade há 30 anos”. Paulo José/Tribuna

Natural de Nazário, o candidato a vereador por Trindade Gleison Vilela reside na cidade há mais de 40 anos. Seu pai foi o primeiro morador do setor Pontakayana, região leste do município, bairro do qual também é morador. A família de Gleison fundou a Vila São Contolengo, hospital filantrópico criado em 1951 pelo Padre Gabriel Vilela. Casado e pai de três filhos, sendo um deles portador de necessidades especiais, Gleison diz que seu filho o inspira a trabalhar pelo social. Com esse propósito, ele vai disputar mais uma vez uma cadeira na Câmara Municipal da capital da fé. É sua quinta tentativa, e ele acredita que agora tudo está a seu favor. Gleison Vilela é apoiado pelo prefeito de Trindade, Jânio Darrot, de quem partiu o convite para a filiação ao PSDB, ano passado.

Marcione Barreira

Para que o leitor possa conhecer um pouco do seu perfil, quem é Gleison Vilela?
Gleison Vilela é o nome que representa a esperança o povo de Trindade. Gleison Vilela é uma pessoa que tem projetos, só que as vezes nós fomos muito retaliados. Eu já fui retaliado duas vezes, em 2008 e 2012.

O que houve, na ocasião?
Saí candidato em 2004 pelo PDT, em 2007 me desfiliei do PDT e fui para o PRTB e isso caracterizou uma dupla filiação para mim. Eles inventaram uma dupla filiação em 1999, ora, se já existia isso, eu não poderia ter saído candidato em 2004. Com isso, eles me tiraram da vida pública. O juiz anulou minhas duas filiações. Sendo que existia apenas uma. Mas eu provei minha inocência. Em 2012, sofri outra retaliação. Eu estava apoiando o Jânio e aqui em Goiânia o presidente do PRTB se vendeu para outro partido e fez a gente caminhar para outro lado, devolvendo o partido.

Gleison, essa é a sua quinta tentativa de se eleger vereador pela cidade de Trindade. Como tem sido essa campanha, que é mais curta do que as anteriores?
Esse ano a gente espera que seja melhor. Essa mudança ficou boa. Vai ganhar quem trabalhou e nós temos um trabalho prestado na cidade de Trindade há 30 anos. Como a gente trabalha na área social, quem me ajudar tem a certeza que está ajudando o próximo. Essa mudança para nós foi muito boa também sob o aspecto financeiro porque nós não estamos derramando dinheiro como outras campanhas.
O sr. é um candidato do PSDB e tem o candidato a reeleição de lá que é também do PSDB. O quanto isso pode ajudar na sua campanha?
Só de ir para o PSDB já me deu uma força maior porque encontramos ali um prefeito que trabalha, tem visão e ajuda a cidade. Em apenas três anos de gestão, o Jânio Darrot transformou a cidade, levando benefícios para os 89 bairros de Trindade. Isso, por si só, já ajuda e alavanca ainda mais o meu trabalho social.

Dessa vez, chegando à Câmara Municipal de Trindade, o que o sr. pretende fazer para beneficiar a cidade?
O primeiro projeto que eu vou criar dentro da Câmara é o Câmara Itinerante. O vereador precisa estar próximo da população. A população está carente. Eu quero estar próximo da população.

Um dos projetos sugeridos pelo sr., e executado pelo prefeito atual foi o rebaixamento das calçadas, além do projeto de reforma da Câmara Municipal que foi executado recentemente. Esses projetos foram sugeridos na ocasião em que participou do governo de Trindade como secretário de Esporte?
Sim. Foi em 2008, na época do prefeito George Moraes (PDT). Eu tenho um filho cadeirante e é nele que eu me inspiro para conseguir muitas coisas. Na época, deixei uns projetos na Câmara como reforma e adequação para os deficientes físicos, o rebaixamento das rampas para facilitar para os cadeirantes também foi algo que deixei para ser executado, além da adequação de todas as calçadas para facilitar o acesso dos cadeirantes.

Como tem sido a receptividade nas ruas nesse período de campanha?
Olha, graças a Deus tem sido muito boa. A gente plantou sementes boas e a nossa esperança é colher frutos bons. Eu não tenho rejeição. Meu fardo é leve. Onde eu vou as pessoas falam que eu não tenho rejeição. Isso porque trabalho na área social e por conta dos projetos que eu executo. Por exemplo, o projeto Aluno Nota 10, o projeto De Olho no Artista, Aniversariante do Mês, tem as atividades de Karatê que a gente apóia, tem também a tenda da solidariedade, onde a gente ajuda as famílias com cesta básica, arrecadação de roupas. Através do jornal de Olho no Social, do qual sou diretor, o cidadão pode doar, por exemplo, guarda-roupas, sofá e cama para o jornal e daí o a gente faz a distribuição para a população. A gente trabalha ajudando essas entidades como a Feira da Fé, os mototaxista etc. Somos bem recebidos.

Em Trindade, o atual prefeito está bem nas pesquisas. Não deve ter maiores dificuldades para se reeleger. A Câmara hoje está, em termos de apoio, bem favorável ao Executivo. Como o sr. acha que vai ser após essa eleição, caso Jânio Darrot seja eleito?
Hoje o Jânio tem 11 dos 17 vereadores. No início, ele teve certa dificuldade. Com o trabalho que vem sendo desenvolvido, Jânio Darrot ganhou a maioria. E deve ganhar maioria novamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here