Bolsa Universitária faz parceria com Ministério do Trabalho

0
1808

A Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e a Superintendência do Ministério do Trabalho assinaram convênio na semana passada para a consulta da existência de vínculo trabalhistas dos estudantes da Bolsa Universitária que participam da seleção. As informações dos estudantes que participam de processos seletivos do Programa Bolsa Universitária serão certificadas pela Superintendência do Ministério do Trabalho em Goiás. A assinatura do termo contou com a presença da diretora do Programa Bolsa Universitária, Kelen Belucci e do superintendente do Ministério Trabalho em Goiás, Degmar Pereira.
“Estamos aprimorando nosso sistema de fiscalização e esta parceria será uma ferramenta a mais a ser utilizada em nossos processos seletivos. A OVG encaminhará a lista por amostragem dos candidatos entrevistados à Superintendência para que seja confirmada a veracidade das informações quanto ao vínculo trabalhista do candidato e de seus familiares, anotado em Carteira de Trabalho ou afirmado em declaração de não possuir vínculo de trabalho. A expectativa é prevenir eventuais tentativas de fraudes de candidatos que afirmam ser autônomos, trabalhador apenas informal ou que omitem informações sobre mais de um emprego”, explica Kelen Belucci.
A diretora afirma que a iniciativa começa a valer  no processo seletivo 2016/02, que está em curso. “Com este trabalho conjunto também iremos agilizar a duração de todo o processo, que hoje é de 120 dias. Queremos que fique em torno de 90 dias”, destaca.
De acordo com o superintendente do Ministério do Trabalho em Goiás, Degmar Pereira, o sistema que pertence ao Ministério do Trabalho é capaz de rastrear todas as empresas com CNPJs ativos, bem como a relação de seus empregados. “É um banco de dados completo. Dessa forma é possível detectar se os universitários que pleiteiam a bolsa e os familiares possuem vínculo empregatício, evitando quase a totalidade de risco de informações inverídicas para conseguir o benefício”, garante.

O programa
O Programa Bolsa Universitária é voltado a estudantes residentes em Goiás e matriculados em instituições de ensino superior privadas parceiras da OVG, localizadas em todas as regiões do Estado. O critério socioeconômico é sempre o principal parâmetro de avaliação para a seleção dos beneficiados. Podem concorrer à bolsa parcial estudantes que comprovem renda familiar de até seis salários mínimos e à parcial, alunos com renda familiar de até três salários mínimos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here