Nova Praça do Sol será inaugurada em breve

0
2378

As obras de requalificação da nova Praça do Sol alcançaram 90% de execução. Quem passa nas proximidades pode apreciar o novo conceito arquitetônico e paisagístico que a Prefeitura de Goiânia, por meio da Companhia de Urbanização (Comurg), implanta no local. A praça foi dividida em vários ambientes, caracterizados como raios de Sol, em alusão ao nome do espaço, e será entregue à população, em breve, pelo prefeito Paulo Garcia.
O novo conceito da praça inclui o monumento Eu Amo Goiânia, elaborado com letras caixa alta em chapa metálica com pintura eletrostática nas cores vermelha e branca e os raios. A Praça do Sol foi dividida em quatro ambientes: um anfiteatro com arquibancada em alvenaria revestida de granito; um parque infantil com piso em placas de borracha anti-impacto e drenante, com brinquedos adaptados para crianças com deficiência; uma academia ao ar livre com equipamentos de ginástica adaptados aos portadores de necessidades especiais; e um espaço reservado para os animais de estimação, denominado pet place, com equipamentos para atividade física, lazer e adestramento dos animais.
O presidente da Companhia, Edilberto Dias, afirma que as equipes da Comurg trabalham em dois turnos para concluir os últimos reparos. A instalação de todo piso de concreto drenante e de borracha já foi concluída. A iluminação está em fase de testes e o paisagismo também está na última etapa. Na parte de jardinagem, milhares de metros de gramas foram plantadas, além de mudas de árvores como Ipê Amarelo, Bauhinia, Jacarandá Mimoso e Cássia Chuva-de-Ouro.
A praça também recebeu novas mudas de Palmeiras Jerivá e mudas ornamentais de Trapoeraba, Alpinia, Moreia, Mini Camará. Também foram plantadas mudas de Cipó – Alho, Sete – Léguas, Heliconia, Moréias, Sálvia Vermelha e Hera Roxo. Para manter a irrigação das plantas, a Comurg expandiu a malha hidráulica da praça. Novos pontos de engate rápido para irrigação via minipoço-artesiano foram instalados.
A Praça do Sol é uma das principais da região e recebe todos os domingos a Feira do Sol, conhecida nacionalmente pela variedade de mercadorias comercializadas. Neste período de obras, a feira está sendo realizada nas ruas 13 e João de Abreu. A mudança foi feira a partir de decisão acordada entre os feirantes e representantes da Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT).
Após a conclusão da obra, a feira passará a funcionar somente nas calcadas que contornam a praça, alargadas em um metro e meio com novos pontos de energia subterrânea, adequadas para receber os feirantes. O local também recebe novas vagas de estacionamento, com espaço reservado para idosos e pessoas com deficiência. “A requalificação da Praça do Sol atende o modelo de sustentabilidade e será o novo cartão postal da cidade”, finalizou Dias.

Construção do Hospital Municipal chega à reta final

A maior obra de saúde de Aparecida de Goiânia está quase pronta e será referência no estado de Goiás. Mais de 90% das obras do Hospital Municipal já estão concluídas e a primeira etapa está prevista para ser entregue em dezembro deste ano.
O Hospital Municipal será o maior legado da administração Maguito Vilela para Aparecida. São seis blocos, que incluem pediatria, geriatria, dois para clínica médica e dois para pós-cirurgia. O HMAP terá ainda 220 leitos, sendo 90 leitos clínicos, 60 leitos cirúrgicos, 20 leitos pediátricos, 30 leitos de UTIs, 10 leitos de recuperação anestésica e 10 leitos de reanimação e observação.
Segundo a secretária de Saúde, Vânia Cristina Rodrigues, o Hospital será colocado em funcionamento em três etapas. “Na primeira etapa vamos colocar para funcionar 20 leitos de UTI e um centro cirúrgico. Uma obra tão grande como essa do Hospital requer muito recurso financeiro para compra de equipamentos e por isso não é possível o funcionamento pleno de imediato”, explicou.
O Hospital está sendo construído na Avenida V-5, áreas 01 a 04, no setor Cidade Vera Cruz 1. A obra está orçada em R$ 63.899.514,13, sendo R$ 60.479.851,92 do Ministério da Saúde e R$ 3.419.662,21 contrapartida da Prefeitura. Serão 17.437,25 mil metros quadrados de área construída.
A unidade também possuirá área de pronto-atendimento; atendimento de urgência e área de apoio terapêutico, ambulatório, apoio diagnóstico, raio-x, eletrocardiografia, ultrassonografia, endoscopia, tomografia computadorizada, laboratório, apoio técnico e administrativo, apoio logístico, farmácia, serviço de nutrição e dietética, lactário, internação geral (adulta e pediátrica), e centro cirúrgico com 10 salas.
Sabendo da demanda do município, a Secretaria de Saúde conseguiu liberação do Ministério da Saúde para que o Hospital Municipal tenha um bloco destinado à maternidade. O projeto está na Vigilância Sanitária do município e será financiado pela Rede Cegonha, do governo federal. O bloco da maternidade será interligado com os outros blocos do Hospital.
Com toda infraestrutura necessária, e oferecendo saúde pública de qualidade, o Hospital promete ser referência na saúde pública. Após a entrega da unidade, a gestão do prefeito Maguito Vilela espera completar a rede de atenção à saúde pública em Aparecida. O HMAP oferecerá à população atendimento de alta complexidade, já que o município ainda depende exclusivamente de prestadores de serviços privados e de unidades públicas de outras cidades, pactuadas com Aparecida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here