Chegou o momento de encarar o Enem

0
939

Com apoio de cursinhos gratuitos, estudantes de escolas estaduais tentam atingir boas notas no exame e superar quem estuda na rede particular

Fabiola Rodrigues

Mais de 44 mil alunos da rede estadual em Goiás vão enfrentar a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), nos próximos dias 5 e 6 de novembro, confiantes nos bons resultados da prova. Este ano eles tiveram mais capacitação no ambiente escolar para enfrentar a avaliação e terão chance de atingir melhores notas. A expectativa é de que o aluno da escola pública concorra em pé de igualdade com os candidatos oriundos da rede particular.
Através dos aulões de revisão de conteúdo Enem Express, que começaram no mês de setembro, mais de 38 mil estudantes vêm sendo alcançados pelo inovador formato de ensino. O cursinho em sua segunda edição oferecido pela Secretaria Estadual de Educação, Esporte e Cultura foi ampliado de 20 para 270 polos de aulas no Estado, com intenção de capacitar e preparar melhor os alunos. A superintendente do Ensino Médio, Regina Rodrigues, diz que o trabalho de capacitação vai trazer bons resultados.

“Acredito que nossos alunos sairão bem classificados. A dedicação realizada em conjunto entre estudantes e professores será um sucesso, o esforço diário de todos do ambiente escolar vem melhorando o preparo do aluno para a prova”, comenta, confiante, a superintendente.
Trabalhar a parte emocional e psicológica dos alunos é o que os educadores estão fazendo, seja em sala de aula ou nos cursos preparatórios.
“Estamos quebrando barreiras e mostrando aos estudantes que eles são capazes de encarar o Enem com tranquilidade, sem se preocuparem tanto com adversários que aparentam ter vantagem”, diz Regiane Rodrigues.
O cursinho preparatório intensivo Goiás Enem também foi oferecido para os estudantes das escolas estaduais e na sua quinta edição com mais de mil vagas, iniciada em março, oito cidades do Estado serviram de polos estudantis para 3.346 alunos da rede. Segundo a superintendente, a intenção é preparar o aluno e, assim, conseguir credibilidade para toda a rede estadual pública de educação.
Para Regina Rodrigues, o resultado do desempenho dos alunos no exame será a resposta da melhoria na qualidade do ensino. E ela ainda lembra que a partir desse a metade das vagas das universidades federais será obrigatoriamente destinada a alunos de escolas públicas, o que é um estímulo a mais para o estudante.
“Incentivar o aluno e prepará-lo é nosso dever. Estamos aprimorando as maneira de ensinar, com essa chance que se abriu não tenho dúvidas de que o rendimento deles serão excelentes”, diz, confiante, a superintendente.

Professores apostam na motivação
Na semana que antecedeu à prova do Enem, a aluna Denise Costa, que estuda na Escola da PM Pedro Xavier Teixeira, localizada no Jardim Todos os Santos, em Senador Canedo, diz que se sente preparada para realizar as avaliações do exame, devido ao apoio que teve dos professores na jornada de estudos. Concluindo o terceiro ano do Ensino Médio, ela está de olho em uma vaga na Universidade Federal de Goiás.
“Durante esse ano esforcei muito para estudar com disciplina, além disso o apoio dos professores do colégio que estudo foi importante para ampliar minhas chances de me sair bem. Quero fazer o curso de Biologia e vou conseguir uma vaga através desse Enem”, afirma a estudante.
Mesmo sem fazer os cursinhos intensivos, Denise Costa agradeceu o apoio que recebeu de todo o ambiente escolar e está confiante nas boas notas que terá, pois acredita que recebeu motivação em sala.
“Nem todos os estudantes podem sequer ficar pagando passagem de ônibus para ir a um curso, mas ele pode usar as oportunidades que têm para construir uma boa jornada de aprendizado, assim como fiz. Usei estratégias de estudo, vídeos da internet e aproveitei ao máximo o conselho de cada professor. Posso dizer que me sinto preparada”, expressa Denise Costa.


Preparação para possíveis temas de redação

A expectativa é de que o aluno da escola pública concorra em pé de igualdade com os candidatos oriundos da rede particular
A expectativa é de que o aluno da escola pública concorra em pé de igualdade com os candidatos oriundos da rede particular

A Redação é uma das provas mais importantes do Enem, porque um bom resultado garante quase sempre uma boa nota na avaliação geral. Sair bem em redação, portanto, é meio caminho andado para conseguir a sonhada vaga na universidade. Por esse motivo os professores de Português das escolas estaduais trabalharam em sala o ano todo produções e correções de textos de forma individual e coletiva, além de estimularem os estudantes a redigir sobre possíveis temas da prova. A superintendente Regina Rodrigues diz que os estudantes estão prontos para discorrer sobre diversos assuntos que poderão ser abordados.
“Nossos educadores de língua portuguesa souberam conduzir cada aluno de forma particular. Sabemos que a redação do exame é fundamental para que ele tenha bom desempenho. Por isso a dedicação dos professores a essa matéria foi ainda maior”, relata a superintendente.
A professora de Português Carlete de Fátima ministra aulas no cursinho Goiás Enem e lembra que vários assuntos polêmicos poderão ser temas da redação. Para ajudar os alunos da rede pública do Estado a ter melhor desempenho, ela e os demais colegas de profissão levaram os estudantes a escrever sobre possíveis assuntos que poderão cair como tema do Enem este ano, como a falta d’água, as manifestações políticas, mobilidade urbana, falta de recursos hídricos, preconceito racial, conceito de família, proliferação do mosquito Aedes aegypti e suas doenças transmissíveis, sustentabilidade, corrupção na Petrobras, intolerância religiosa, justiça com as próprias mãos, estética e saúde.
“Escrever e reescrever é nossa didática. Tentamos ao máximo levar conhecimento sobre essas e outras possíveis temáticas. Creio que consegui fazer a minha parte ao mostrar erros e acertos em cada texto que corrigi. Espero que nossos estudantes obtenham ótimos resultados. Desejo boa sorte a todos os alunos que farão as provas”, diz a professora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here