Iris, imbatível em Goiânia

0
1561
Populares e lideranças políticas comemoraram a vitória de Iris na Praça Tamandaré na noite de domingo. Foto: Paulo José/Tribuna

Ele obteve 57,7% dos vótos válidos, contra Vanderlan Cardoso, que chegou a 42%. Iris agradeu a Deus e ao povo pela vitória

Manoel Messias

Aos 82 anos de idade, o ex-governador, senador, ministro Iris Rezende (PMDB) foi eleito neste domingo, 30, pela quarta vez, prefeito de Goiânia. Iris obteve 57,7% dos votos válidos enquanto Vanderlan Cardoso (PSB) conquistou 42,3%. Votos nulos e brancos somaram 9,53%. Iris, da Coligação Experiência e Confiança (PMDB, PRP, DEM, PDT, PRTB e PTC), conseguiu 379.318 votos; Vanderlan, da coligação Uma Nova Goiânia (PSB, PSDB, PRB, SD, PHS, PSL, PP, PPS, PSC, PV, PMB e PSDC) , chegou a 278.074 votos.
Vanderlan chegou a figurar na liderança no início da apuração, quando foram contabilizados votos da região central e Leste de Goiânia, mais próxima de Senador Canedo, cidade que já administrou. Porém, logo Iris equilibrou o jogo e tomou a dianteira, assim que começaram a ser apurados os votos da grande região Noroeste da capital, tradicional reduto irista. Daí pra frente,o candidato do PMDB manteve e ampliou a vantagem sobre o concorrente.
A partir de janeiro, Iris retorna ao Paço Municipal recebendo a prefeitura das mãos de Paulo Garcia (PT), que assumiu em abril de 2010 após renúncia de Iris para se candidatar a governador e foi reeleito em 2012. Iris se elegeu prefeito de Goiânia pela segunda vez em 2004 (a primeira vez que chegou à prefeitura foi na longínqua década de 1960), sendo reeleito em 2008. Após perder a eleição para governador em 2012, Iris chegou a anunciar a “aposentadoria da política” e, mesmo estando em primeiro nas pesquisas, declarou, este ano, que não sairia candidato a prefeito, mas no final decidiu encarar as urnas novamente.
A eleição deste ano foi marcada por acusações mútuas. Enquanto Iris vinculou a candidatura de Vanderlan ao nome do governador Marconi Perillo, acreditando que assim estava retirando votos do oponente, Vanderlan tentou atacar o candidato a vice-prefeito na chapa de Iris, Major Araújo, alegando que Iris não iria ficar até o fim do mandato.
Em entrevista coletiva ainda na noite de domingo (30), Iris agradeceu a Deus e aos goianienses pela vitória.
“Volto meu pensamento de agradecimento a Deus, ao povo e às lideranças que abraçaram minha candidatura, tanto os partidos que fizeram aliança no primeiro turno como aqueles que no segundo turno vieram espontaneamente. Eu vivo neste momento um sentimento de gratidão”, declarou o peemedebista .
“Essa eleição agiganta ainda mais essa responsabilidade com essa cidade e com esse povo. Já ganhei tantas, perdi outras, afinal são 58 anos de vivência política”, lembrou.
Mesmo com a chuva que caiu na tarde/noite de Goiânia no domingo, milhares de pessoas se reuniram na Praça Tamandaré, no Setor Oeste, para comemorar a vitória do prefeito eleito Iris Rezende (PMDB), logo depois da divulgação do resultado oficial das urnas.
Entre os presentes, vereadores eleitos, deputados, o prefeito eleito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (PMDB), o prefeito Maguito Vilela (PMDB), a ex-deputada federal Dona Íris Araújo (esposa de Iris), o senador Ronaldo Caiado (DEM), além de outras lideranças políticas.

Paulo Garcia
O atual prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), usou na o Twitter na noite de domingo para se manifestar publicamente sobre a eleição de seu sucessor.
“Publicamente parabenizo Iris Rezende pela vitória e lhe desejo sucesso”, escreveu o atual gestor em seu perfil na rede social.


Eleição consagra estilo do PMDB de administrar, afirma Daniel Vilela

Presidente do PMDB em Goiás, deputado federal Daniel Vilela, afirmou que a vitória de Iris em Goiânia marca o reconhecimento dos goianienses à capacidade de realização do partido e fortalece a oposição para a eleição estadual de 2018. Os 42 municípios que serão administrados pelo PMDB a partir do próximo ano abrigam 42% da população de Goiás, somando 2,86 milhões de habitantes. Para efeito de comparação, as gestões do PSDB representarão 22,3% dos goianos (1,49 milhão de habitantes). Goiás conta hoje com 6,69 milhões de habitantes, segundo o IBGE.
“O PMDB tem um estilo de gestão realizador, com menos propaganda e mais ação, e por isto tivemos vitórias significativas nos maiores municípios mesmo enfrentando a máquina estadual, cujo poder de pressão costuma ser mais eficiente nas cidades menores”, disse Daniel Vilela.
“No caso da nossa capital, desde antes da campanha começar as pesquisas apontavam que o goianiense buscava um perfil realizador, pois a cidade está carente de bons serviços e grandes obras. E como Iris representa isto mais do que ninguém, era natural esta vitória tão expressiva”, avalia Daniel Vilela, lembrando que o candidato do PMDB teve mais de 100 mil votos a mais que o adversário Vanderlan Cardoso (PSB).
Para o presidente do PMDB, o trabalho da campanha de Iris Rezende foi competente ao expor as fragilidades do adversário e comprovar a capacidade do candidato de cumprir suas promessas, baseado em seu histórico político.
Na opinião de Daniel Vilela, ao se cacifar como maior partido de oposição em Goiás e ter sob suas gestões municipais mais de 42% dos goianos, o PMDB mantém seu protagonismo político para o embate eleitoral de 2018.
“É natural que o partido lance candidato a governador, confrontando esse grupo que, prestes a completar 20 anos no poder, está visivelmente esgotado e tem prejudicado o Estado. Mas para isto temos que construir um projeto de governo moderno e viável, não basta somente fazer o contraponto à atual gestão sem mostrar de forma clara para os goianos que temos um projeto melhor e nomes competentes para executá-lo”, avalia o deputado.


Vanderlan diz que sai com sentimento de dever cumprido

Assim que o resultado das urnas indicou sua derrota, Vanderlan Cardoso (PSB) declarou que saiu do embate com o sentimento de dever cumprido. Ele começou a campanha com 11% das intenções de voto. Ao se aliar com o PSDB já nas convenções com a indicação do vice Thiago Albernaz (PSDB), o movimento de oposição ao PMDB ganhou força.
Vanderlan cresceu e ultrapassou Delegado Waldir (PR) – até então segundo colocado – e polarizou com Iris Rezende até o final da disputa. Ao ganhar terreno, Cardoso contraiu alguns desgastes que foram explorados pelo adversário. Num primeiro momento, alguns membros do PSDB foram presos por suposta irregularidades na Saneago e em seguida o PMDB explorou o fato de o governador Marconi Perillo ser historicamente mau avaliado pelo eleitorado goianiense colando a imagem de Vanderlan a do governador.
Com tudo isso, Vanderlan acredita ter feito tudo certo na campanha. Segundo ele, a parceria de Marconi foi importante para desenvolver da campanha. “Eu só tenho a agradecer a parceria do governador. Ele se envolveu na campanha. Ele foi muito firme na campanha conosco”, disse Vanderlan em entrevista logo após o anúncio oficial.
O vice-governador, José Eliton, também estava presente e enalteceu o trabalho do aliado. Segundo Eliton, a base governista teve um grande representante.
“Os partidos da base aliada fizeram um grande trabalho e foi muito bem representada por Vanderlan Cardoso,” disse Eliton.
Ainda segundo o vice-governador, a campanha de Vanderlan foi um exemplo.
“Ele apresentou uma campanha altamente propositiva com ferramentas modernas na gestão pública”, finalizou.
Quem também esteve ao lado do candidato derrotado foi a senadora Lúcia Vânia (PSB). Presidente do partido no estado, Lúcia ressaltou que Vanderlan desenvolveu grande trabalho mesmo enfrentado um grande líder no estado, sobretudo em Goiânia, se referindo a Iris Rezende.
“ O Iris tem muita força em Goiânia, eu mesmo senti isso quando disputei com ele uma vaga no Senado. Nós disputamos de igual pra igual com alguém que é muito forte junto ao eleitorado goianiense”, afirmou.
A senadora ressaltou ainda o fato de a campanha ter sido curta. Para ela, o fato beneficiou o candidato opositor.
“Sem dúvida quando a campanha é mais curta o beneficiado é sempre o candidato mais conhecido. Nestes termos, o Iris é muito mais”, disse.
Assim como José Eliton, Lúcia Vânia elogiou as propostas de Vanderlan e acredita que o partido cumpriu seu dever.
“Foi uma campanha onde o Vanderlan Cardoso se esforçou muito. Foi um bom desempenho. Nós cumprimos o nossa missão”, disse a senadora. (Marcione Barreira)


Em carta, prefeito declara que a vitória é da democracia

Em carta divulgada na noite domingo, Iris afirma que a resposta da população de Goiânia ao seus trabalho o enche de felicidade e reforça o compromisso que firmou com um futuro melhor para todos.
Veja a íntegra da carta:
“É com humildade e muito entusiasmo que recebo hoje o resultado das urnas. Foi uma longa caminhada até aqui. E a resposta da população de Goiânia ao nosso trabalho nos enche de felicidade e reforça o compromisso que firmamos com um futuro melhor para todos.
Como democrata que sou, tenho convicção de que a vitória sempre será da democracia. E meu desafio é corresponder à confiança recebida por meio do voto, o que farei com muita dedicação, buscando atender as necessidades de todos os cidadãos.
O tempo tem sido generoso comigo. Carrego muitas histórias no meu coração e na lembrança de todos que me conhecem. Neste momento, porém, o que desejo mais do que nunca é construir uma nova história para esta e para as próximas gerações.
Acredito que é hora de todos deixarmos para trás o clima de disputa eleitoral para que possamos nos dedicar dia e noite ao que precisa ser feito. Vamos unir a sociedade em torno de uma vontade comum: melhorar a qualidade de vida em Goiânia.
Com muita paz, espírito público, engajamento e amor pela nossa cidade, seguiremos em frente.
Neste quarto mandato que assumirei na prefeitura da Capital, pretendo me superar para fazer a mais bela administração da minha vida.
Sou movido pela vontade imensurável de ver nossa cidade crescer, se destacar, se desenvolver. Sou movido pelo amor e pela gratidão que tenho por Goiânia.
Vou retribuir com empenho absoluto, todo o carinho que sempre recebi dos goianienses.
Muito obrigado a todos! Que Deus continue nos abençoando.”
Iris Rezende

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here