Maternidade Nascer Cidadão é referência

0
2052
Como reconhecimento à qualidade da assistência oferecida à população, a Nascer Cidadão possui o selo de “Hospital Amigo da Criança”, concedido pelo Fundo das Nações Unidas

Em Goiânia, a Maternidade Nascer Cidadão (MNC), localizada na região Noroeste, é considerada pioneira no atendimento humanizado à gestante e ao recém-nascido. Desde sua inauguração no ano 2000, realizou mais de 70 mil partos e é referência para outros hospitais e maternidades da Capital. O trabalho desenvolvido na instituição é reconhecido pelo Ministério da Saúde e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).
Além da assistência humanizada ao parto, a Nascer Cidadão oferece os exames necessários para avaliação da saúde do recém-nascido, como os testes da orelhinha, pezinho, coraçãozinho e linguinha, assim como as primeiras vacinas. Os pais também podem registrar seus filhos no cartório localizado dentro da própria unidade de saúde.
“Nesses quase 16 anos de funcionamento da Maternidade, foi registrada apenas uma morte materna. A taxa de mortalidade neonatal também é baixa e corresponde a 0,002% a cada mil nascidos”, destaca o diretor-técnico da Maternidade, José Ismariano. A Nascer Cidadão conta com uma equipe multiprofissional composta por médicos obstetras e pediatras, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fonoaudiólogos, psicólogos, serviço social, nutricionistas e odontólogos.
Entre os serviços oferecidos pela Maternidade, a escolha de um acompanhante pela mãe é algo que garante o acesso à assistência humanizada. “As pacientes recebem seis refeições ao dia e realizam todos os exames complementares necessários. Após o parto, o retorno da mãe e filho para acompanhamento também são garantidos”, observa José Ismariano.
Para aquelas mulheres que por algum motivo não conseguem ou não podem amamentar seus filhos, a Nascer Cidadão também conta com um banco de leite materno. Além de coletar, processar e distribuir o leite, a Maternidade também orienta as mulheres durante aleitamento e oferece treinamento para ensiná-las a ordenhar adequadamente o peito e como amamentar seus filhos.
Com o objetivo de contribuir com a mudança do perfil da assistência obstétrica em Goiás, a Nascer Cidadão também se responsabiliza na formação de novos profissionais por meio da prática humanizada. Em 2015, a unidade formou a primeira turma da especialização em Enfermagem Obstétrica.
O trabalho da MNC é referência para outras unidades da saúde municipal de Goiânia e serviu de exemplo para o Hospital e Maternidade Dona Iris (HMDI), na Vila Redenção, e o futuro Hospital e Maternidade Oeste, no Conjunto Vera Cruz.
Localizada no Jardim Curitiba III, a Maternidade Nascer Cidadão já recebeu vários prêmios e homenagens em virtude dos trabalhos e cuidados com as gestantes e recém-nascidos. Entre os certificados, destacam-se o de Maternidade Segura do Ministério da Saúde, o selo Hospital Amigo da Criança do Fundo das Nações Unidas para a Infância, o Prêmio Dr. Pinotti de Hospital Amigo da Mulher, o selo de qualidade por manter um banco de leite humano e certificado de Sala de Apoio a Mulher Trabalhadora que Amamenta. (Secom Goiânia)


Cartinhas da Campanha Papai Noel dos Correios já podem ser adotadas

Presente devem ser entregues até dia 5 de dezembro
Presente devem ser entregues até dia 5 de dezembro

 

Fim de ano é tempo de solidariedade, tempo de participar da Campanha Papai Noel dos Correios 2016. Milhares de cartas de crianças já estão disponíveis para adoção. Para ser um padrinho basta ir à casa do Papai Noel, que está instalada na Agência Central dos Correios de Goiânia, na Praça Cívica, escolher uma ou mais cartas para adotar, comprar o presente e entregar no mesmo local até o dia 5 de dezembro. A casa funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.
Além de Goiânia, a campanha possui mais nove pontos de adoção de cartas em todo o estado. São as Agências Centrais dos Correios de Anápolis, Catalão, Iporá, Itumbiara, Jataí, Morrinhos, Quirinópolis, Rio Verde e São Luís de Montes Belos.
As crianças, de até 10 anos, que ainda não escreveram para o Papai Noel têm até o dia 30 de novembro para entregar suas cartinhas em qualquer agência dos Correios. O envio das cartas pelos Correio é gratuito.
Realizada há 27 anos, a campanha tem como objetivo responder às cartas das crianças que escrevem ao Papai Noel e, sempre que possível, atender aos pedidos de presentes daquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade social.
Nos últimos três anos, em todo o país, foram recebidos mais de 2,8 milhões de cartas destinadas ao Papai Noel dos Correios. Desse total, 1,9 milhão atendiam aos critérios da campanha e mais de 80% foram adotadas, o que equivale a 1,5 milhão de cartas.
Em Goiás, no mesmo período, foram recebidas cerca de 60.500 cartas, 37.400 atendiam aos critérios e 31 mil pedidos foram atendidos, 11.360 só no ano passado.
Desde 2010, os Correios estabeleceram parcerias com escolas públicas, creches e abrigos que atendem crianças em situação de vulnerabilidade social. O objetivo é auxiliar no desenvolvimento da habilidade de redação de carta, de endereçar e usar corretamente o CEP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here