Pela presidência da Câmara, Jovair Arantes percorre o país

0
919
Jovair Arantes: deputado federal corre por fora contra candidatura apoiada pelo Planalto

Após ganhar destaque nacional ao ser relator do processo de impeachment de Dilma Rousseff, deputado busca presidência da Casa

Marcione Barreira

Nos últimos dias o deputado federal Jovair Arantes (PTB/GO) tem articulado para tentar chegar à presidência da Câmara dos Deputados. Para aumentar suas chances de sucesso, o goiano tem viajado o Brasil na tentativa de conseguir apoio de parlamentares na sua postulação ao comando da Casa.
Na última semana, o político promoveu importantes encontros em vários estados. O primeiro na cidade do Rio de Janeiro e o segundo em João Pessoa, na Paraíba. Jovair tenta o apoio da bancada federal desses estados e, para isso, tem se encontrado com governadores e até prefeitos.
No Rio de Janeiro, Jovair se reuniu e jantou com o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), com prefeitos de municípios do interior e com oito dos 46 deputados federais da bancada fluminense. Se encontrou também com o prefeito recém-eleito Marcelo Crivella (PRB).
Já em João Pessoa, Jovair se reuniu com deputados federais do estado e outras lideranças da região. No encontro, ele defendeu a necessidade da Câmara dos Deputados estar compromissada com os estados e destacou que tem como uma de suas propostas destinar todas as quintas-feiras para votar matérias de interesse regional.
Na sexta-feira, em São Paulo, se encontrou com o governador Geraldo Alckmin (PSDB). O petebista conseguiu apoio de seis legendas no estado, além de seu próprio partido. Estão com Jovair Arantes o PSB, PV, PMDB, PRB, PR, PSL e PTB. O apoio do PSDB é importante para o goiano porque a sigla conta com 45 deputados federais.
O governador de São Paulo já havia declarado que não vai interferir na decisão dos parlamentares do seu partido. O presidente Michel Temer (PMDB) também já afirmou que caso alguém diga que tem apoio do Planalto não se trata da verdade. Todavia, nos bastidores todos sabem da intensa articulação do Planalto para a reeleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ).
Para conseguir chegar ao comando da Casa, o deputado goiano não tem escolhido a quem pedir voto. Tanto que nesta semana se encontrou com o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT). O PT ainda está indeciso sobre quem apoiar. Uma ala defende apoio a Jovair Arantes, outra parte da bancada do partido opta por apoiar o candidato do PDT, André Figueiredo, do Ceará. O apoio petista é importante, já que o PT tem sozinho a segunda maior bancada da Câmara, com 57 deputados.

Eleição
A votação para os 11 cargos que compõem a Mesa Diretora que comandará os trabalhos da Câmara dos Deputados nos próximos dois anos será realizada dia 2 de fevereiro. Serão eleitos o presidente, dois vice-presidentes, quatro secretários e quatro suplentes. Para ser eleito, o candidato precisa de maioria absoluta dos votos em primeira votação ou ser o mais votado no segundo turno. A votação é secreta.
Além de Jovair Arantes, outros três nomes postulam a direção da Câmara. Além do atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), estão no páreo Rodrigo Rosso (PSD-DF) e André Figueiredo (PDT-CE).

Perfil


Jovair Arantes é goiano e está no 22º ano consecutivo em mandato parlamentar. O deputado é líder de bancada do PTB por 10 anos e tenta presidir o Câmara pela primeira vez. Aliado próximo do ex-presidente Eduardo Cunha, Jovair foi relator do processo de impeachment de Dilma Rousseff.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here