Oposição corre risco de chegar fragmentada em 2018

0
1730

Marcione Barreira
marcionebarreira@gmail.com

Unidos desde 2014, PMDB e DEM terão que dialogar muito para chegarem juntos nas eleições de 2018. Não é novidade no meio político que os dois pretendem disputar o Palácio das Esmeraldas. Mais claro em suas intenções, o PMDB já tem, neste momento, o deputado federal e presidente do partido, Daniel Vilela, como pré-candidato. Mais discreto e nem por isso menos articulador, o DEM (leia-se Ronaldo Caiado) também alimenta, não é de hoje, o desejo de governar Goiás. Sem menosprezar a força do tradicional político goiano, pesa contra Caiado o fato de o DEM ser um partido considerado médio quando se leva em conta o número de prefeitos, importante porta-voz no interior do estado. Nos 246 municípios do estado, a legenda elegeu apenas 10 prefeitos. O PMDB, por exemplo, elegeu 42. Se quiserem caminhar juntos, um deles terá que ceder. O PMDB não parece disposto a praticar este ato. O presidente metropolitano do partido, Bruno Peixoto, disse em entrevista à Radio 730 AM na última semana que a agremiação não vai abrir mão da candidatura em 2018. Com isso, restaria a Ronaldo Caiado trocar o DEM pelo PMDB, condição que inclusive foi considerada por Peixoto. Mas, em se tratando de política, tudo pode acontecer. O jogo já começou e a oposição, mais uma vez, derrapa em seu início.


“Abrimos o mandato com a folha de pagamento dos servidores da Saúde atrasada, além de um deficit fiscal mensal de R$ 30,7 milhões”

Iris Rezende, prefeito de Goiânia, no plenário da Câmara dos vereadores na ocasião em que foi iniciada oficialmente a 18ª legislatura


Rápidas

O senador Ronaldo Caiado (DEM) foi reconduzindo à liderança do partido no Senador Federal.

O deputado estadual Francisco Oliveira (PSDB) é o novo líder do governo na Assembleia Legislativa..

Solidariedade: acima de questões políticas, Temer e Fernando Henrique deram apoio emocional a Lula, ao visitá-lo

Rodrigo Maia afirma que PSDB e DEM serão articulistas e líderes das reformas que Temer quer aprovar na Câmara


1ª sessão
A Câmara Municipal de Goiânia retomou as atividades esta semana. O novo presidente da Casa, Andrey Azeredo (PMDB), comandou a primeira sessão ordinária do ano, também a primeira do biênio 2017/2018.

Novatos
A Câmara Municipal conta com 35 vereadores. A grande maioria dos parlamentares foram eleitos para o primeiro mandato. 22 novos nomes farão parte da 18ª legislatura na Casa. Número maior que o previsto.

Correria
O prefeito Iris Rezende esteve na primeira sessão presidida pelo afilhado Andrey Azeredo. Em seguida, participou da cerimônia de posse do novo presidente do Tribunal de Justiça de Goiás, Gilberto Marques Filho.

CEI das Finanças
Logo no primeiro dia no Legislativo os parlamentares aprovaram a instalação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI). A comissão é de autoria do vereador Jorge Kajuru (PRP) e visa investigar as finanças da prefeitura nos últimos 8 anos.

Comissão
Jorge Kajuru diz ser o mais preparado para presidir a comissão, entretanto, se puder escolher, prefere ser o relator. “Eu sou o mais preparado por ter maior conhecimento do processo, mas prefiro ficar, por exemplo, com a relatoria”, afirma.

Recesso menor
O vereador Paulo Magalhães teve aprovada uma emenda à Lei Orgânica do Município que pede a redução do recesso parlamentar de 45 para 30 dias. Para passar a valer, será necessária a reafirmação do plenário.

Trâmite
A emenda agora irá para a análise da Comissão Mista da Casa. Se aprovada, ela é votada em plenário duas vezes, sem necessidade de ser encaminhada para outra comissão técnica.

Ficou
O vereador Clésio Alves (PMDB) era o primeiro na lista de suplência que assumiria no lugar de Roller, mas decidiu permanecer na Câmara.

Presidente do TJGO
Gilberto Marques Filho vai comandar o Tribunal de Justiça de Goiás no biênio 2017/2018. Logo no primeiro discurso, ele pregou que o sucesso de uma administração depende da união de todos, magistrados e demais servidores da Justiça.

Não deu
Jovair Arantes (PTB) não conseguiu vencer a disputa pela presidência da Câmara dos deputados, mas ficou com um honroso segundo lugar. Rodrigo Maia (DEM-RJ) teve 293 votos e Jovair, 105.

Alckmin
Em visita a Goiânia para reunião do Fórum dos Governadores do Consórcio Brasil Central, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), defendeu a realização de prévias na escolha do candidato tucano ao Planalto.

Troca
O prefeito de Hidrolândia, Paulo Sérgio (DEM), trocou o Democratas pelo PSDB. Paulinho era um dos principais lideres da legenda no interior do estado. Foram as primeiras filiações do novo presidente do partido, Giuseppe Vecci.

Mais um
Sob o comando de Vecci, a legenda também filiou o prefeito de Sítio d’Abadia, na região Nordeste do estado. Weber Reis foi eleito pelo PROS e agora integra o time do PSDB.

Posse
Lívio Luciano (PMDB) assumiu lugar na Assembleia Legislativa, na cadeira de Ernesto Roller (PMDB), que assumiu a prefeitura de Formosa, no Entorno de Brasília.

Diretoria
O governador Marconi Perillo anunciou na sexta-feira, 3, por meio de postagem em seus perfis nas redes sociais, a escolha de Jalles Fontoura (foto) para a presidência da Saneago.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here