Em eleições internas, PT tenta oxigenar o partido

0
788

Marcione Barreira
marcionebarreira@gmail.com

Marcada para o final do primeiro semestre, as eleições que vão eleger os novos dirigentes do PT têm a missão quase impossível de oxigenar a legenda, que desceu do céu ao inferno após a Operação Lava Jato. Praticamente todos os líderes atuais não irão se candidatar e caras novas devem surgir no ambiente interno da legenda. Em Goiás, o presidente atual, Ceser Donizete, não vai concorrer. É provável que seu sucessor seja a professora Kátia Maria, que também comanda a Secretaria das Mulheres do partido em Goiás. Em Goiânia (Diretório Metropolitano), o nome da deputada estadual Adriana Accorsi (PT) é o mais cotado. Serão três eventos ainda neste semestre: eleição para os diretórios municipais, estaduais e nacional. A eleição para o diretório municipal ocorre no dia 9 de abril quando também a agremiação vai eleger os líderes das zonais. Para o estado, a eleição está marcada para os dias 5 e 6 de maio, data que ocorre o congresso nacional do PT. A escolha do novo presidente nacional está marcada para os 1, 2 e 3 de junho, quando também será realizado o encontro nacional da legenda, em São Paulo. Segundo Donizete, assim que assumirem, a missão dos novos líderes é focar na chapa proporcional para 2018. “Nosso maior desafio é montar a chapa para deputado estadual e federal”, diz. Quanto à chapa majoritária (eleição para governador e senador), segundo Ceser, será necessário aguardar. “Essa depende mais de diálogos externos. Neste momento a gente vai fazer o que depende de nós”, afirma.


A aprovação do novo ensino médio é uma vitória da Educação e da juventude

Ministro da Educação, Mendonça Filho, em sua conta no Twitter, sobre a aprovação da reforma pelo plenário do Senado


Rápidas

Após o choque de gestão nos primeiros dias de janeiro, a prefeitura de Goiânia parece que voltou ao padrão Paulo Garcia

Há setores em que a coleta de lixo simplesmente não acontece há quase uma semana
Um dos mais combativos, o vereador Elias Vaz começa a todo vapor na Câmara Municipal

Em uma de suas ações, ele propõe o cancelamento do aumento automático do IPTU na capital


Executivo municipal
O prefeito Iris Rezende vem sofrendo para emplacar sua gestão. A falta de dinheiro atinge em cheio o Paço Municipal. Há reclamações até sobre alguns telefones que estão cortados.

Mais problemas
Com dilemas financeiros, a prefeitura tenta cortar o que pode. Pessoas ligadas ao passo confirmam que há insatisfação também com a gestão e já tem gente querendo pegar o boné e abandonar o Executivo.

Não para por aí
Muitos vereadores ficaram aborrecidos com o Executivo por não permitir indicação de cargos. Nos bastidores, muitos parlamentares dizem que 90% dos seus colegas estão insatisfeitos com o prefeito.

Plano
Pessoas ligadas a Vanderlan Cardoso (PSB) dizem que ele pretende disputar a eleição para a Câmara Federal em 2018. Vanderlan chegou a ser sondado para presidir a Saneago.

Investigação
Na última semana, o Ministério Público Estadual deflagrou a Operação Gota D’Água, para apurar fraude em licitações da Saneago.

Previdência
O deputado federal Giuseppe Vecci (PSDB) foi indicado pela liderança do partido na Câmara dos Deputados como membro titular da comissão da Reforma da Previdência.

Votação
A comissão terá até 40 sessões para deliberar sobre a proposta e votar o texto, que precisará ser apreciada em dois turnos pelo plenário da Câmara, antes de seguir para o Senado.

Parceiros
Na companhia de Roberto Balestra (PP), o vice-governador, José Eliton, se reuniu em Ipameri com cerca de 14 prefeitos da região Sudeste do estado. O deputado federal é um dos principais apoiadores de José Eliton para disputar o governo.

Encontro
O senador Wilder Morais, o presidente da Caixa Econômica Federal Gilberto Occhi, além do governador Marconi Perillo participam na próxima segunda-feira, 20, de encontro que vai debater sobre obras do governo federal que estão paralisadas.

Encontro II
A conferência que vai ocorrer às 15 horas no Centro de Convenções, deve reunir ainda entidades do setor, além de autoridades políticas. Em Goiás, há 71 obras do governo federal em 41 cidades.

Retomada
No evento, estarão presentes representantes dos 246 municípios do estado que firmarão convênios com a Caixa e o governo estadual para a retomada das obras que eventualmente estiverem paradas.

Wilder Morais
Um dos responsáveis por trazer a reunião para Goiás é o senador Wilder Morais, que é relator, no Senado, de processos que envolvem cerca de 1.600 obras estagnadas. Segundo o senador, as obras têm recursos e devem ser liberados o quanto antes.

Futuro
O vereador Jair Diamantino (PSDC) apresentou projeto na Câmara dos vereadores que visa implementar ciclovias em novos loteamentos. “A bicicleta é o meio de transporte do futuro e seu uso traz benefícios para a saúde”, diz.

Direitos humanos
Na última semana a Câmara Municipal de Goiânia promoveu debate com diversas entidades que defendem direitos humanos. O evento, presidido pelo vereador Alisson Lima (PRB), deve ocorrer outras vezes. O debate é aberto ao público.

P3-4IRIS POSSE PRESIDENTES AMA E CMTC-FOTO PAULO JOSE (109)Auxiliares
O prefeito Iris Rezende nomeou na última semana os presidentes da Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) e da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo. O veterinário Gilberto Marques Neto comandará a Amma e Fernando Olindo Meirelles, presidente do PTC, presidirá a CMTC.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here