Governador ressaltou que a política de austeridade pelo crescimento permite que o Estado direcione suas ações para democratizar as oportunidades

Manoel Messias Rodrigues

Ao anunciar a ampliação do Passe Livre Estudantil (PLE) para Anápolis e Rio Verde – os dois primeiros municípios fora da Grande Goiânia a receber o benefício –, o governador Marconi Perillo disse na última quinta-feira, dia 9, que vai manter firmes as rédeas com o gasto público para promover a cidadania, em especial a juventude.
“Vamos continuar fazendo um governo austero para promover a juventude”, afirmou, durante reunião de trabalho para detalhar a extensão do Passe Livre Estudantil para o interior, no auditório Mauro Borges, do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, com plateia formada em sua maioria por estudantes.
“É papel do governante cortar gastos, tomar medidas de austeridade, para permitir que a juventude tenha acesso à escola”, discursou Marconi na solenidade. Para ele, é “dever moral e intelectual” do gestor público investir em Educação, apoiar os hipossuficientes – as camadas mais humildes da sociedade.
Marconi e o secretário de Governo, Tayrone Di Martino, assinaram, durante o encontro, o projeto de lei que será enviado na abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa, estendendo o benefício para Anápolis e Rio Verde, nos mesmos moldes do que existe hoje na Região Metropolitana de Goiânia.
Além de considerar esta quinta-feira um dia “grande satisfação” e uma “conquista fantástica” para o futuro da juventude goiana, governador ressaltou que a política de austeridade pelo crescimento permite que o Estado direcione suas ações para democratizar as oportunidades para todas as pessoas.
“Governar é fazer escolha. Governar com seriedade é fazer as melhores escolhas”, sustentou.
Na solenidade, Marconi aproveitou para fazer um desabafo. Disse que desde que cortou cargos comissionados no Estado, tem sido procurado constantemente por pessoas pedindo emprego.
“É desonesto empregar alguém e a pessoa não ter qualidade ou compromisso com o que faz”, comentou, ao enfatizar que chega até ser “desumano” um governante nomear alguém que só aparece para receber o salário. Isso – reforçou – não é admitido em seu governo.

Investimentos
No dia anterior, durante conversa ao vivo com internautas no quadro Governador Responde, Marconi Perillo uma possível candidatura a um cargo eletivo em nível nacional, nas eleições de 2018. Ele, no entanto, afirmou que o momento é de trabalho para superar a crise  que o país está passando.
“Olha, todos nós temos um sonho de servir cada vez melhor ao Estado e ao País. Mas eu confesso que não tenho colocado esse assunto como prioridade eu acho que o tempo para discutir a eleição de 2018 será em 2018, especialmente no começo de 2018”, disse.
Marconi lembrou que as obrigações do Estado com Segurança, Saúde e Educação implicam em gastos bilionários todos os anos e também estão em dia. “Então, nossos grandes esforços e ajustes; os nossos planos de austeridade são nesse sentido: garantir que o Estado de Goiás continue funcionando no que depende do governo”.
A previsão é investirmos pelo menos R$2 bilhões neste ano nas áreas de Educação, Saúde, Segurança, Habitação, Saneamento Básico e, principalmente, infraestrutura de transportes. E também convênios com todas as prefeituras que quiserem trabalhar com o Governo do Estado.

P6 Passe livreBenefício é incentivo para estudar

A estudante Ana Regina Teixeira, de 17 anos, que mora com a mãe e a irmã, conta que o Passe Livre ajuda nas finanças de casa, já que o dinheiro que seria gasto com as passagens de ônibus é utilizado nos custos de casa. A mãe é doméstica, recebe um salário mínimo e sustenta a casa. A jovem ressalta que o benefício é um incentivo para quem deseja estudar.
“Esse Passe serve para atender realmente a necessidade do estudante, que é o de ir para a escola e bibliotecas”, diz.
Geovana Gonçalves, aluna do Colégio Estadual Jardim Europa, também de 17 anos, afirma que sem o Passe Livre teria que se deslocar algumas quadras para pegar carona com um amigo. A estudante ressalta que sem esse dinheiro mensal os estudos seriam prejudicados. Ela utiliza o benefício há três anos.
Quem deseja receber o benefício é a aluna do Colégio Estadual Assis Chateaubriand, em Campinas, Yaridssa Martins, que esteve no evento para entender o funcionamento do programa. Ela mora no Setor Vera Cruz, saída para Trindade, e todos os dias pega dois ônibus para ida e três para volta. A intenção é se cadastrar neste ano para conseguir o benefício e economizar para os custos da família.


 Veja como obter o Passe Livre Estudantil

Para obter ou renovar o Passe Livre, é obrigatório que o estudante ou o responsável legal, em caso de jovens com idade inferior a 18 anos, compareça em qualquer unidade Vapt Vupt da Região Metropolitana de Goiânia portando os seguintes documentos originais:
Cartão Passe Escolar (emitido pelo Setransp)
Documento de identificação com foto (RG ou Carteira de Trabalho)
– CPF
-Termo de uso do Passe Livre Estudantil assinado (disponibilizado nos Vapt Vupt)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here