Goianos são eleitos para comissões da Câmara dos Deputados

0
746

Marcione Barreira
marcionebarreira@gmail.com

O estado de Goiás ganhou destaque na última semana na Câmara dos Deputados com a eleição de três parlamentares para presidirem algumas comissões da Casa. Foram eleitos Flávia Morais (PDT), Lucas Vergílio (SD) e Thiago Peixoto (PSD). Os nomes foram indicados pelos partidos e posteriormente ratificados pelos correligionários. A deputada Flávia Morais vai comandar a Comissão de Legislação Participativa, enquanto Lucas Vergílio gerencia a Comissão de Desenvolvimento Econômico. O deputado Thiago Peixoto foi eleito para a Comissão de Cultura. Os goianos fazem parte dos 25 eleitos para as comissões permanentes do Câmara. Essas cargos são órgãos técnicos criados pelo Regimento Interno da Câmara dos Deputados e composto por eles com a finalidade de discutir e votar as propostas de leis que são apresentadas à Câmara. A composição parlamentar desses órgãos é renovada a cada ano. Os partidos com maior número de comissões são PMDB, PSDB e PT, com três para cada um deles. Goiás sempre marcou presença nessas pastas. Após a eleição de 2014, na escolha de 2015 o deputado federal Fábio Sousa (PSDB) foi um dos primeiros parlamentares goianos a comandar a Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática.


“Nada melhor do que a Cultura para promover união e diálogo”

Deputado federal Thiago Peixoto (PSD), em sua conta no Twitter, depois de ser eleito presidente da Comissão de Cultura da Câmara dos deputados


Rápidas

Levantamento da Secretaria de Gestão e Planejamento indica que o PIB goiano recuou 2,7% em 2016, em comparação com 2015.

Apesar da retração, a queda do PIB do Estado foi menor que a média nacional, que é de 3,6%, segundo dados do IBGE.
José Vitti (PSDB) realizou na última semana a primeira reunião com os deputados após ser eleito presidente da Assembleia Legislativa.

A reunião, que deve ocorrer em outras ocasiões, teve o objetivo de ouvir sugestões de parlamentares e apresentar resultados.


AGM
Tomaram posse na última semana os novos comandantes da Associação Goiana dos Municípios. Eleito por aclamação, o presidente da AGM, Paulo Sérgio (PSDB), destacou que os municípios precisam estar unidos para as reivindicações municipalistas.

Presenças
Importantes nomes compareceram à solenidade: o vice-governador, José Eliton (PSDB), o senador Wilder Moraes (PP) e o líder do governo na Assembleia, Francisco Oliveira (PSDB). Eliton destacou que o novo comandante tem credenciais para suceder o ex-presidente Cleudes Baré (PSDB).

Membros
Além de Paulo Sérgio, prefeito de Hidrolândia, a diretoria da AGM tem Kelson Vilarinho como 1º vice-presidente (Cachoeira Alta); José Elias Fernandes, 2º vice-presidente (Aragarças); Pabio Correia Lopes, diretor-administrativo (Valparaíso de Goiás); Adalberto dos Santos Amorim, diretor-administrativo-substituto (Paranaiguara); Cácio Moreira Adorno, diretor-financeiro (Mossâmedes); Daniel Sabino Vaz, diretor-financeiro-substituto (Cristalina).

Novo secretário
O empresário Francisco Gonzaga Pontes foi empossado como secretário de Desenvolvimento Econômico de Goiás em solenidade no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, semana passada.

Voz de Anápolis
No ato da posse, o governador Marconi Perillo fez questão de destacar de quem partiu a indicação. “É certo que atendi a uma indicação do meu amigo de longa data, deputado federal Jovair Arantes”, disse Marconi. Francisco Gonzaga comanda a Associação Comercial e Industrial de Anápolis (Acia).

Verba
Após estudos, o governo decidiu como será a aplicação nos municípios da verba de R$ 500 milhões oriunda do Tesouro Estadual: R$ 250 milhões serão repassados este ano e R$ 250 milhões em 2018. Os prefeitos pretendem usar em obras de infraestrutura.

Defesa
O governo faz questão de destacar que o montante não faz parte dos recursos advindos da venda da Celg, mas do Tesouro Estadual. O fato gerou críticas do senador Ronaldo Caiado, que acusa o governo de usar o dinheiro da Celg para cooptar prefeitos com vistas às eleições de 2018.

Visita
O governador Marconi Perillo recebeu no Palácio das Esmeraldas o embaixador do Vietnã no Brasil, Do Ba Khoa. Os dois dialogaram sobre o fortalecimento do intercâmbio entre as partes e sobre a missão comercial asiática que o governador deverá realizar em junho.

Comissão de inquérito
O vereador Clécio Alves (PMDB) será o presidente da Comissão Especial de Inquérito do Transporte Coletivo instalada na Câmara na última semana. A relatoria da CEI fica por conta do vereador Anselmo Pereira (PSDB).

Sem partido
Cabe a Clécio receber as denúncias e promover os debates sobre elas. No discurso, disse que pretende deixar as questões partidárias de lado e discutir o tema de forma responsável. “Pretendo envolver todas as câmaras municipais da região metropolitana, os usuários e as entidades classistas”, acrescentou.

Comurg
O ex-presidente da Comurg Ormando José Pires foi convocado a comparecer na Câmara de Goiânia para prestar esclarecimento sobre atos de sua gestão. O pedido foi feito pelo vereador Elias Vaz (PSB) e recebeu apoio de outros membros da Casa.

Comparecimento
Ormando Pires foi candidato a vereador pelo PMDB e atualmente faz parte do quadro de diretores da Companhia. O diretor tem prazo de 15 dias, a partir da última quinta-feira, para comparecer ao Legislativo.

Ativo
Ex-candidato a prefeito de Goiânia, Vanderlan Cardoso (PSB) tem feito críticas à administração de Iris Rezende. Em suas redes sociais aparecerem publicações constantes e muitas têm como alvo a prefeitura Em uma delas ele critica a falta de merenda na rede municipal de ensino. “Nem mesmo a merenda escolar está sendo servida de maneira adequada às crianças”, alfinetou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here