DIH prende grupo responsável por morte, furtos e roubos no Eixo Anhanguera

0
977

thiago-martimianoA Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (30), uma operação para prender cinco maiores e apreender dois menores, responsáveis pelo homicídio de Rafael Junio de Almeida, de 21 anos, esfaqueado dentro do Terminal Padre Pelágio, em Goiânia, em dezembro de 2016. Ao todo, cinco mandados foram cumpridos.

Segundo o delegado Thiago Martimiano, responsável pela operação, os autores fazem parte de uma quadrilha que aterrorizava usuários de transporte coletivo, sobretudo os que utilizam os terminais do Eixo-Anhanguera. “Em bando e armados com facas, armas de fogo ou simulacros, eles intimidam, roubam e furtam os passageiros”, contou o delegado.

Conforme as investigações, após um desentendimento com o grupo, a vítima foi golpeada e conseguiu correr até o lado de fora do terminal, onde chegou a receber atendimento médico, sendo levada em seguida para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol). Rafael, porém, faleceu no dia posterior às agressões.

Um dos envolvidos no crime, que não chegou a ser localizado na operação, é uma criança de apenas 10 anos, que teria buscado as facas utilizadas pelos comparsas mais velhos. Segundo o delegado Thiago Martimiano, o fato não prejudica o resultado da operação, uma vez que não existe sequer medida sócio-educativa aplicável a infrator menor de 12 anos de idade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here