Fórum do Brasil Central debate Reforma da Previdência e projeto de exportação

0
1209

A 14ª edição do Fórum de Governadores do Brasil Central foi pautada por discussões de interesse dos estados participantes, além de deliberações administrativas internas. Em destaque, a Reforma da Previdência e a proposta para efetivação do processo de exportação dos estados consorciados para a Coreia do Sul e Holanda, e discussão sobre a Reforma da Previdência nos Estados. O Tocantins integra o bloco composto por sete estados. Sob a presidência do governador Marconi Perillo, de Goiás, a segunda reunião deste ano foi realizada nesta sexta-feira, 7, no Cenárium Rural, em Cuiabá (MT).

“A Reforma da Previdência tem que ser encarada com coragem. Temos que enfrentar esse debate, para que o Brasil não entre em um círculo vicioso. Ou nós assumimos essa responsabilidade ou o Brasil vai falir, entrar em colapso”, disse o governador de Goiás e presidente do Fórum, Marconi Perillo. Ele foi enfático ao afirmar que “temos que corrigir urgentemente o que tiver que ser corrigido, mesmo que isso nos gere perdas políticas. É uma questão mais séria do que se imagina”, disse.
Marcelo Miranda compactuou com a preocupação dos demais governadores do bloco, ressaltando que, “além da reforma da Previdência, temos ainda a tributária e a política. Temos discutido com a bancada federal, com o Congresso Nacional, mas a reforma previdenciária deve ter nossa atenção redobrada”, ressaltou.
O anfitrião do Fórum, governador do Mato Grosso, Pedro Taques, reforçou o discurso de urgência na reforma da Previdência. Ele também segue o pensamento de que ela deve ser feita independentemente de ganhos políticos. Pedro Taques fez a seguinte comparação: “não há doença grave que se cure com remédio doce. Essa questão é mais séria do que se imagina”.
Em relação às deliberações e às apresentações realizadas ao longo do encontro, Marcelo Miranda mostrou-se otimista. “Com a regulamentação das nossas Câmaras Temáticas, avançaremos com propostas e ações direcionadas aos setores que requerem mais urgência”, avaliou.
Marcelo Miranda disse que tem boas expectativas em relação à proposta de projetos dos estados que compõem o Bloco para a Coreia do Sul e para a Holanda. “Iniciamos uma caminhada, que se fortalece paulatinamente a cada encontro com discussões, deliberações e algumas iniciativas”, disse, arrematando que “temos condições e faremos a diferença no país, a nossa força de vontade e a nossa força política serão mais um instrumento em prol de boas e novas mudanças para os nossos estados e para o país”.
Apresentações
Na reunião aberta do Fórum, os participantes assistiram a palestras sobre assuntos diversos. Dentre elas, as propostas emergenciais do Banco do Brasil para o Fundo de Financiamento do Centro Oeste (FCO). O palestrante Antônio Nantes, superintendente do Banco, apresentou alternativas de financiamento aos estados para empreendimentos a longo prazo e com juros razoáveis.
Outros assuntos explanados foram a Previdência Complementar Comum; Oportunidade de Cooperação entre Brasil e Coreia do Sul; Oportunidade de Cooperação Brasil e Holanda; Potencial Econômico do Etanol de Segunda Geração; programa Pro-escolas: educando para transformar; e o Caravana da Transformação. Este último, vem sendo aplicado no Mato Grosso, com grandes semelhanças ao Projeto Caravana da Saúde, iniciado no Tocantins.
Convite
Durante a reunião aberta, os governadores do Brasil Central receberam convite oficial de autoridades sul-coreanas. O objetivo é reunir os gestores estaduais em Suncheon, cidade localizada na região Sudeste da Coréia do Sul. No convite, o prefeito de Suncheon, Choong-Horn, expressa interesse de que os chefes de Executivo do Brasil Central conheçam, dentre outros atrativos de investimento, a Zona França de Youlchon (YFEZ).
Presenças
Além de Marcelo Miranda e do governador Marconi Perillo, de Goiás; e Pedro Taques, do Mato Grosso; participaram desta edição: Rodrigo Rollemberg, do Distrito Federal; Confúcio Moura, de Rondônia; os vice-governadores do Maranhão, Carlos Brandão; e do Mato Grosso do Sul, Rose Modesto. Também presentes, o presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia; Han Peters, embaixador da Holanda; secretários que compõe o Conselho de Administração; e palestrantes de áreas diversas. (Do Portal Agora-TO)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here