Lição de hoje: Saúde!

0
805
Programa Saúde na Escola orienta alunos quanto a cuidados básicos com o corpo

Lívia Máximo
Não é Matemática, nem Português, História e nem Geografia, a lição desta vez é a saúde. Atualmente, 76 escolas municipais integram a proposta do Programa Saúde na Escola (PSE), promovido por meio da parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e a Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME). Diariamente, os alunos aprendem noções básicas de cuidado com o corpo, com a mente e meio e quem vivem.
Um dos temas mais abordados pelo programa é a luta incansável contra as doenças dengue, Zika, chikungunya e febre amarela. Dentro da proposta do PSE, a rede municipal trabalha com o projeto Goiânia Vencendo o Aedes e neste primeiro trimestre de 2017, as notícias são para comemorar.
Com início em 2006, as ações vêm evoluindo e passaram a ser rotina nas unidades educacionais, o que, de acordo com a enfermeira e apoio técnico da Gerência de Projetos Educacionais da SME, Marislei Brasileiro, é o que tem rendido bons frutos. “No ano de 2016 foram notificados 62.920 casos de dengue, com 14 óbitos somente em Goiânia. Em 2017, até o mês de abril foram notificados 8.415 casos, com um óbito. Números menores que o primeiro trimestre de 2016, que foram de 36.702 casos notificados no primeiro trimestre e 2 óbitos, de acordo com o informe técnico semanal da SMS”, pontuou.
Nas escolas e centros municipais de Educação Infantil (Cmei) o assunto é tratado como prioridade. Os dengueiros eleitos em cada unidade são os reponsáveis em deixar tudo como tem que ser para que a proliferação seja evitada e, claro, contam com a ajuda dos alunos. “Durante todo o ano são executadas diversas ações como oficinas, teatros, debates, brincadeiras, panfletagem, leitura. E nós, educadores e agentes de saúde, temos a certeza de que este trabalho tem influenciado nos resultados positivos que temos na Capital, pois as crianças são multiplicadores de informação e conscientização”, comemora a enfermeira.

Ações promovem a saúde integral

Nos meses de março e abril as equipes do PSE estão se reunindo com representantes das unidades educacionais participantes do Programa para avaliar os resultados de 2016 e traçar novas metas para 2017. Promoção de alimentação saudável, saúde bucal, práticas corporais, saúde sexual, medidas contra vícios, cultura da paz, sustentabilidade e primeiros socorros são alguns dos temas que integram o cronograma de atividades.
“Nossa intenção é promover discussões coletivas, encontros, momentos de orientação aos alunos atendidos em todas as modalidades, dentre elas aulas expositivas, exibição de filmes, apresentações culturais, teatros e outras atividades que envolvam aprendizado de forma leve e interessante. Assim, pretendemos despertar e conscientizar o quanto cuidar do corpo, da mente e do ambiente é importante”, ressalta Marislei.
A Escola Municipal Dr. Nicanor de Assis Albernaz, localizada no Loteamento Alphaville, é uma das escolas que participam do PSE. Segundo a diretora da unidade, Inez Milhome Viana, é uma parceria que traz muitos benefícios para a escola e toda a comunidade.
“Tem vários anos que participamos do Programa Saúde na Escola, mas de um tempo pra cá intensificamos as ações diante da necessidade da comunidade. É uma parceria que mostra que a escola também se preocupa com a sáude. Tudo que os alunos aprendem aqui e no posto de saúde, eles levam como conhecimento para a família, o que gera uma melhora coletiva”, ressaltou a diretora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here