Estudantes são estimulados a ler através de brincadeiras

0
476
Os livros que estavam dentro do baú são frutos da ação do projeto Adote um leitor mirim aventureiro, que estimula a leitura

Ação literária “caça aos livros” é realizada em escola municipal de Goiânia para incentivar nas crianças o hábito de leitura
As crianças da turma do segundo ano da Escola Municipal Vitor Hugo Ludwig, localizada no setor Cidade Jardim, estão participando do projeto Brincando no Mundo da Literatura, no dia 26 de abril, os estudantes tiveram uma grande surpresa após a caça ao tesouro. A partir de pistas espalhadas pela escola, eles chegaram até a biblioteca, onde estava o autor do livro ‘Cabeça Oca em: Goiânia, o tesouro escondido’, Christie Queiroz, com um baú de livros, um para cada aluno.
“Escrevi o livro pensando exatamente nas escolas, para que ele fosse explorado como está sendo aqui. A ideia é que a criança leia a história e se apaixone pela sua cidade. Temos muitos lugares e riquezas escondidas e quando conhecemos passamos a valorizar e a contar para os outros. Então, este projeto completa este sentido, o personagem acaba ajudando as crianças a conhecerem Goiânia”, explicou o autor.
De acordo com a professora idealizadora do projeto, Luciana Rolin, nesta história os personagens brincam de pirata e, no quintal de casa, encontram um baú que revela as belezas e o encanto de Goiânia. “Para tornar isso bem mais divertido, nós trouxemos essa realidade para a escola. Hoje fizemos mais uma ação do projeto e fiquei muito feliz. Deu tudo certo e mais uma missão foi cumprida dentro do projeto, que foi surgindo com ideias das próprias crianças”, comemorou.
Os livros que estavam dentro do baú são frutos da ação do projeto Adote um leitor mirim aventureiro. “Eu contei com a ajuda de padrinhos e madrinhas até de fora de Goiânia, que doaram sem nem conhecerem as crianças, mas se apaixonaram pelo projeto. Temos um saldo positivo, e vamos continuar com muito mais. Agora vamos explorar todo o conteúdo do livro, faremos um tour pelos principais pontos da cidade, vamos estudar a culinária e a música goiana”, ressaltou a professora.
A Edite Alves de Oliveira foi uma das madrinhas do projeto. Ao receber um abraço de agradecimento da aluna Isabela Barbosa Oliveira, 7 anos, ela contou o motivo pelo qual adotou uma das crianças. “Estou encantada com este trabalho e tenho a esperança que ele seja expandido para mais e mais escolas. Eu vi um grande entusiasmo nas crianças, uma vontade de aprender, uma empolgação. A leitura é muito importante, os livros oferecem um conhecimento que ninguém tira. Estão todos de parabéns!”, afirmou.
Já a Isabela leu a cartinha que recebeu da Edite e disse que vai ler o livro todo o quanto antes.
“Eu gostei muito de achar esse tesouro e ver o autor do Cabeça Oca aqui. Eu achei mesmo que a gente ia ter uma surpresa grande e que ela estaria na biblioteca”, contou a aluna.
Atividades como ir ao teatro do Cabeça Oca em Goiânia, city tour pelos principais monumentos históricos da cidade, conhecer e estudar a gastronomia goiana, músicas e pontos turísticos goianos são atividades também estão programadas dentro do projeto. “Nossa principal intenção é despertar o gosto pela literatura. Há, entretanto, uma condição para que a leitura seja de fato prazerosa e válida: o desejo do leitor. A leitura não pode se tornar uma obrigação, porque quando ela passa a ser obrigação, a leitura se resume em simples enfado. Então, o projeto propõe o prazer em ler e descobrir diversas novidades”, ressaltou Luciana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here