Ações integradas abordam prevenção ao abuso sexual

0
243

No dia 18 de maio é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, e para reforçar a importância da garantia dos direitos deste público, a Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce), por meio da Superintendência de Ensino Fundamental, organizou, numa agenda integrada com o Ministério Público Estadual de Goiás (MP-GO) e outras instituições, uma programação especial.
As atividades da Seduce terão o apoio de subsecretarias regionais do interior do Estado. A programação inclui: palestras, rodas de conversa, passeatas, panfletagem e atividades artísticas-culturais. A programação acontecerá simultaneamente nas cidades de Goiânia, Jataí e Cavalcante
O objetivo é chamar a atenção para a temática e sensibilizar a sociedade Goiana sobre a importância da garantia dos direitos da criança e do adolescente.
Um levantamento da Secretaria de Direitos Humanos (SDH) da Presidência da República apurou que só em 2015 foram registrados 42.114 casos de violação aos direitos da criança e do adolescente. As denúncias referentes a este público representam 63,3% de todo o montante apurado pela SDH que também contempla os abusos contra o público LGBT, idosos, pessoas com deficiência, pessoas em restrição de liberdade e população em situação de rua. Os registros de desrespeitos cometidos contra crianças e adolescentes, em 2015, somaram 1.445 registros.
Araceli
O dia 18 de maio foi escolhido para lembrar a importância do respeito ao direito das crianças e adolescentes após um episódio trágico, ocorrido na cidade de Vitória (ES), em 1973. O “Caso Araceli”, como ficou conhecido, se refere à história de uma menina chamada Araceli, de oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados. Ela foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade.
A proposta do “18 de maio” é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos das crianças e adolescentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here