Secretário Felisberto Tavares, da SMT: “O mais importante é a proteção da vida dos cidadãos que transitam por Goiânia. Este é o maior bem a ser protegido”

Empresa vencedora apresentou o menor preço conforme solicitado no edital do pregão eletrônico

A assinatura do contrato para a instalação dos novos fotossensores reduzirá gastos da Prefeitura de Goiânia com este serviço em mais de R$ 31 milhões, se comparado ao contrato anterior. Os números foram confrontados entre os preços praticados pela empresa Trana, que teve seu contrato expirado, e os da empresa Eliseu Kopp e Cia. Ltda., homologada como vencedora do certame na quarta-feira da semana passada, dia 10. O processo licitatório foi iniciado em outubro de 2016.
Outros elementos provam que a Prefeitura está obedecendo o princípio da economicidade, pois o preço por faixa no último contrato era de R$ 2.627,45. Já no novo contrato, este custo ficará em R$ 1.695,00. Mantendo a proporção no número de faixas, na quantidade que a Trana atendia em seu contrato, ou seja, 568 faixas, em um ano a Prefeitura terá economizado R$ 6.355.579,20. Em cinco anos, que é o prazo licitado, a economia atingirá R$ 31.777.896,00.
Na comparação entre as empresas que participaram da licitação de outubro do ano passado, as diferenças permanecem. Comparando a primeira colocada com as duas mais próximas e com a última classificada, a redução de gastos em cinco anos fica entre R$ 26.311.560,00 e R$ 66.550.500,00. O processo licitatório foi homologado após passar por criteriosa análise jurídica da Procuradoria do Município e pelo crivo da Controladoria Geral do Município.
Além da assinatura do contrato estar em sintonia com as medidas de contenção, redução e maximização dos recursos públicos municipais, o secretário de Trânsito, Transporte e Mobilidade da Prefeitura de Goiânia, Felisberto Tavares, destaca a necessidade de urgência.
“O mais importante é a proteção da vida dos cidadãos que transitam por Goiânia. Este é o maior bem a ser protegido”, afirmou.
Assim que assinar o contrato, a empresa Eliseu Kopp e Cia. Ltda., que ganhou a licitação para operar os fotossensores nas ruas de Goiânia, terá 15 dias para começar a instalar os equipamentos pelas vias da Capital.

Investigação
Também na quarta-feira da semana passada, o secretário Felisberto Tavares esteve na Câmara Municipal para prestar esclarecimentos à Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga possíveis irregularidades na SMT que ocorreram na gestão anterior. Sobre os fotossensores, ficou acordado que o proprietário da empresa vencedora da licitação, Eliseu Kopp, será chamado para explicar aos vereadores cada item do contrato. Foi discutida ainda a inclusão de uma cláusula de reversibilidade, para garantir que os equipamentos fiquem com a prefeitura após o término do contrato.
“A atual administração teve que se debruçar sobre o processo, analisar todos os questionamentos que havia e, agora com toda segurança jurídica, homologou a licitação”, afirmou Felisberto Tavares.
“Estamos tomando todas as providências cabíveis para reestabelecer em um menor tempo possível a normalidade no trânsito de Goiânia”, continuou, explicando em seguida que o processo já se encontra na Controladoria Geral do Município para que seja certificado.
“Após a certificação, que deve ocorrer nesta segunda-feira, 15, a empresa vencedora assinará o contrato e iniciará imediatamente a instalação dos equipamentos. A rapidez garantirá a segurança da população”, finalizou Felizberto Tavares.

Prefeitura vai restaurar asfalto de mais de 100 bairros da capital

A Prefeitura de Goiânia iniciou na sexta-feira passada, dia 12, pela Avenida Feira de Santana, a revitalização do asfalto de ruas e avenidas do Parque Amazônia, na região sul da Capital. As obras serão executadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra), inclusive aos finais de semana, e contarão com o apoio da Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT) para sinalizar e controlar o fluxo de veículos durante a execução dos serviços.
O trabalho, iniciado por determinação do prefeito Iris Rezende, consiste na retirada do asfalto antigo que apresenta irregularidades e na aplicação de uma nova camada asfáltica. Segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Fernando Cozzetti, essa é a primeira etapa das ações de recapeamento da cidade.
“No total, 14 ruas e avenidas do Parque Amazônia, Setor Pedro Ludovico, Parque Oeste Industrial, Setor Junqueira, Solar Ville e Chácaras Samambaia receberão asfalto novo”, afirmou.
“Paralelamente à execução dessas obras, a gestão municipal avança nos trâmites para a obtenção de recursos, na ordem de US$ 100 milhões, para reconstrução asfáltica de mais de 100 bairros da Capital”, adiantou Cozzetti.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here