Secretário Municipal de Educação e Esporte de Goiânia, Marcelo Ferreira, anunciou reajuste para professores da rede e prometeu melhorar a qualidade no ensino para o estudante através de investimentos no ambiente escolar

Medidas contemplam também contratação de mais servidores, melhorias nas unidades escolares e na área pedagógica

Em fortalecimento aos compromissos de gestão, o titular da Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) de Goiânia, Marcelo Costa, anunciou no dia 16 de maio diversos benefícios para a Educação. As medidas, anunciadas em coletiva de imprensa realizada no Paço Municipal, contemplam funcionalismo, infraestrutura e serviços educacionais com melhorias para professores, comunidade escolar e a população goianiense.
O conjunto de iniciativas garante o aumento de salário para os professores com reajuste já a partir da próxima folha de pagamento, cujo percentual total é de 7,64%. Assim, o vencimento inicial dos professores de Goiânia ficará acima do piso nacional estipulado pela Lei nº 11.738, de julho de 2008. Em janeiro, a Prefeitura já havia concedido a correção para garantir o pagamento do piso nacional e, agora, concede um aumento salarial que coloca o vencimento da categoria acima do valor mínimo previsto pela lei federal.
A Prefeitura de Goiânia recompôs o índice pago acima do piso salarial e manteve o compromisso assumido nas diversas rodadas de negociação realizadas com as representações da categoria desde o início do ano. Segundo a lei, o vencimento mínimo a ser pago a um professor com nível médio e jornada de 40 horas semanais é de R$ 2.298,00 e, na Prefeitura, o profissional com formação e carga horária equivalente passa a receber R$ 2,465,51.
“Como foi anunciado, na medida que a Prefeitura tivesse capacidade financeira, ia recompor os índices, sempre na busca da valorização dos profissionais da Educação. Vamos pagar a partir desse mês o percentual de reajuste. É importante ressaltar que esse valor para Goiânia está acima do calculo que é feito para o piso, e o prefeito acredita que os profissionais da Educação em Goiânia merecem essa valorização”, afirma o secretário municipal de Educação e Esporte, Marcelo Costa.
Outra conquista é a recomposição do quadro funcional da Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) com a convocação de concursados. Até o momento, 2.078 aprovados no último concurso público foram chamados para ocupar cargos de professores e também de apoio educacional e administrativo. Com as convocações, 44% do total de aprovados foram contemplados e a previsão é que, até setembro, este percentual alcance 80%.

Novos Programas
O anúncio do dia 16, também traz duas novas iniciativas da Administração Municipal para levar melhorias para o setor educacional. O “Programa Escola Viva”, destinado à manutenção predial permanente das instituições educacionais, terá ao longo do ano um investimento de aproximadamente R$ 10 milhões. Atualmente, a rede municipal de educação possui 361 instituições que necessitam de serviços de reforma predial e ações preventivas constantes.
O “Escola Viva” apresenta uma solução rápida para garantir mais qualidade estrutural em escolas e centros municipais de educação infantil (Cmei), pois os recursos financeiros serão destinados direta e exclusivamente à instituição para custear serviços de reparos e conservação dos prédios públicos. Orientadas pela SME, as unidades educacionais ganharão mais autonomia e agilidade para solucionar problemas estruturais e emergenciais.
“Temos a satisfação de anunciar esse Programa, que foi um pedido do prefeito, uma vez que as escolas estavam com dificuldades estruturais e necessitando de ajuda. Começamos a trabalhar para montar um programa que fizesse permanentemente a manutenção das instituições. A verba vai permitir que os diretores utilizem nos principais reparos que as unidades tiverem, como rede hidráulica e elétrica, pintura, troca de vidros, lâmpadas, para que possamos dar também aos nossos alunos e professores um ambiente adequado para a Educação”, acrescenta o secretário Marcelo Costa.
A Prefeitura também propõe a ampliação dos núcleos de educação ambiental nos parques ambientais da Capital. O projeto “Educação Ambiental nos Parques”, desenvolvido em parceria com a Agência Municipal de Meio Ambiente, promove atualmente ações no Parques Zoológico e Areião. Na nova proposta, será estendido para outros quatro parques municipais até o final do ano. Com equipes de educadores ambientais para atender a população, o objetivo é envolver a comunidade em ações como passeios em trilhas guiadas, identificação de espécies, hortas coletivas, palestras e oficinas temáticas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here