22ª Mostra da Ação Pedagógica Cultura e aprendizado fora da escola

0
818
Estandes com exposição de trabalhos pedagógicos atraíram olhares no evento

Programação de apresentações culturais e exposições em estandes reuniram alunos e professores da rede municipal na Jornada da Cidadania da PUC-GO

Lívia Máximo

A 22ª Mostra da Ação Pedagógica (MAP) promovida pela Secretaria Municipal de Educação (SME), por meio da Diretoria Pedagógica, foi realizada entre os últimos dias 24 e 26 de maio em conjunto com a abertura da Jornada da Cidadania da PUC-GO, no Campus II, Jardim Mariliza.
No total, cerca de cinco mil alunos de 82 unidades educacionais estiveram envolvidos no planejamento da Mostra. O cronograma de apresentações nos palcos principais do evento contou com espetáculos da Educação Infantil, Ensino Fundamenta e Educação de Adolescentes, Jovens e Adultos (Eaja).
A Escola Municipal Joel Marcelino de Oliveira apresentou no palco o espetáculo teatral “Gota D’ água”, baseado na obra literária de Moacir Scliar. “Estou bem ansiosa e feliz por participar da Mostra. É uma oportunidade de mostrar para muita gente o que a gente aprende na escola e é capaz de fazer”, afirmou a aluna Dálete Regina Carvalho, 11 anos.
Um grupo de meninas da Escola Municipal Professora Maria Nosídia Palmeiras das Neves apresentou a dança temática “Somos iguais nas diferenças”. Para a diretora da instituição, Isabel Leal, participar da Mostra é sempre motivo de honra e satisfação. “É uma forma de integrar o pedagógico ao cultural. É preciso que todos vejam e valorizem o bom trabalho realizado nas escolas públicas”, ressaltou.

Exposições de trabalhos
Estandes de 25 escolas foram outra atração da Mostra da SME. Trabalhos de várias temáticas foram expostos com a intenção de mostrar a dedicação dos professores e o aprendizado dos alunos. “As crianças adoram e ficam orgulhosas em participar. Movimenta a escola inteira, as famílias também. Trabalhar com a parte prática do conteúdo é muito importante para efetivar o que ensinamos na teoria”, pontuou Sananta Oliveira, professora de Ciências da Escola Municipal Professora Leonísia Naves de Almeida.
Quem estava passando pelos estandes gostou do que viu. A dona de casa Edinalva do Nascimento saiu cheia de ideias para reciclar materiais e reaproveitar alimentos em casa. “Adorei. Esses alunos são muito criativos. Aprendi muito e vou fazer várias coisas que vi aqui. Venho pela primeira vez e estou encantada!”, comentou.
A gerente de projetos educacionais da SME, Malu Ramos, destacou a valorização dos trabalhos. “Temos muita qualidade na rede municipal. A mostra é uma pequena parte de tudo que temos. São projetos riquíssimos em conteúdo e envolvimento dos alunos, professores e famílias. Então, é importante expor isso, além de valorizar e incentivar cada vez mais as produções, essas riquezas se tornam públicas e notadas em ambientes educacionais fora das nossas instituições”, pontua.
De acordo com o secretário de Educação e Esporte de Goiânia, Marcelo Costa, unir a Mostra à Jornada da Cidadania foi uma grande ideia. “É um movimento, um evento que agrega muitas pessoas de toda a comunidade goianiense, e é ideal que todos possam ver as produções das nossas escolas e centros municipais de Educação Infantil. É também uma ótima oportunidade de experiência aos nossos alunos, que podem vivenciar a educação além dos muros da escola, o que também é muito importante para a formação do conhecimento e da cidadania”, afirmou o gestor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here