Casag restaura prédio histórico

0
792

Edifício, além de resgatar a história da advocacia goiana, valoriza o mais significativo símbolo da arquitetura goianiense: o Art Déco

Yago Sales

Não passa despercebido o edifício, o imponente prédio em estilo Art Déco, na Rua 1 esquina com a Avenida Goiás, no Centro da capital. O edifício foi reinaugurado, depois de uma revitalização, no último dia 10 de maio. É um espaço dedicado aos credenciados à Caixa de Assistência dos Advogados de Goiás (Casag).
A obra durou seis meses e contou com a inspeção do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Goiás (Iphan-GO). Localizado em uma das avenidas mais significativas para Goiânia, o prédio conta com três pavimentos. Advogados credenciados terão à disposição o espaço Meu Escritório, e o Espaço Cultural Amália Hermano Teixeira, outra homenagem àquela que foi uma das figuras mais importantes no cenário político-cultural goiano. O advogado pode usar o espaço, ainda, para peticionamento eletrônico com mais de 50 estações de trabalho com tecnologia de ponta.
O prédio é um espaço importante à memória da advocacia goiana, pois foi durante décadas a seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-GO). Inaugurado em idos de 1950, o espaço não era utilizado desde 2012. Pelo menos 150 caminhões de entulho foram retirados para que fosse iniciada a obra, que durou cerca de seis meses.
Por óbvio, preservou-se o aspecto do estilo Art Déco, em uma atitude pioneira que deveria impulsionar o poder público no Centro, onde existe enorme acervo deste estilo arquitetônico.
O presidente da Casag, Rodolfo Otávio Mota, na ocasião do evendo da inauguração, disse que não perdeu tempo de tomar as devidas providências para a restauração do prédio assim que assumiu a presidência. “Não titubeamos e mais do que depressa, junto com toda a Diretoria da Casag e da OAB-GO, determinei que implantássemos, em tempo recorde, um processo de restauração da Casa do Advogado”, disse Mota.
Ele disse, ainda, que foi feito tudo para que a história fosse respeitada. “Cada pavimento deste edifício é um tributo”, considera Rodolfo.
O presidente da OAB-GO, Lúcio Flávio Siqueira de Paiva, reconheceu a importância de um local como o Meu Escritório para o exercício profissional da advocacia. “Fico extremamente feliz e emocionado em inaugurar um espaço que já é um patrimônio de todos os advogados. Construímos em tempo recorde um ambiente de trabalho digno e altamente preparado para atender a advocacia”, afirmou Paiva.
A novidade, contudo, está no Espaço Cultural Amália Hermano Teixeira que poderá ser desfrutado por toda a sociedade: “Minha expectativa é de que tenhamos aqui um real espaço de produção de cultura”.
Para a restauração foram observados aspectos importantes para a manutenção da riqueza cultural empregado no estilo Art Decó do prédio, como a cor, disposição do vão, materiais empregados, ou seja, aspectos que não impactem na “ambiência” do bem tombado. O tombamento é o instrumento jurídico. É um local, sem dúvida, provocativo pela sua beleza reconquista. Um espaço não apenas para apoio a advogados, mas para reconhecer a cultura goiana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here