Goiás segue na vanguarda do desenvolvimento nacional

0
506
Governador Marconi Perillo e seu vice, José Eliton: movimentação intensa para cumprir agenda de investimentos (fotos: wagnas cabral)

Primeiros recursos dos convênios com as prefeituras já foram depositados. Prefeitos reconhecem que, sem a ajuda do Estado, muitos municípios estariam em situação de quase ingovernabilidade

No momento em que o Brasil passa pela maior crise econômica de sua história, Goiás se diferencia dos demais estados com um amplo programa de investimentos – o Goiás na Frente, que movimenta a economia do Estado e injeta recursos diretamente nos municípios. Essa foi a saída encontrada pelo governador Marconi Perillo para virar a página da crise.
Enquanto a oposição patina sem apresentar propostas para o Estado, o governador e seu vice, José Eliton, se desdobram para cumprir a movimentada agenda de investimentos. Os primeiros recursos dos convênios com as prefeituras já foram creditados e os prefeitos reconhecem que, sem a ajuda do Estado, muitos municípios estariam em situação de quase ingovernabilidade.
No aprofundamento do programa de investimentos, Guapó, Goianira, Acreúna e Itapuranga foram os primeiros municípios a ter recursos dos convênios depositados em conta. No lançamento do Goiás na Frente em Guapó, no início de maio, o governador explicou que dos R$ 9 bilhões reservados para o programa em todo o Estado, foi destinado R$ 1 bilhão para os municípios da Região Metropolitana. Ele anunciou que os prefeitos que necessitarem aditivar os convênios podem fazê-lo por meio de emendas parlamentares dos deputados estaduais que representam seus municípios.
Em Jataí, na presença de 30 prefeitos da região Sudoeste do Estado, Marconi destacou que os recursos do Goiás na Frente vão servir para quem mora num bairro com ruas estragadas, que serão consertadas, mas, sobretudo, para gerar empregos. Na oportunidade, José Eliton disse em seu discurso que o Goiás na Frente permite que os cidadãos exerçam a cidadania.
“Esse programa é voltado para atender às expectativas dos municípios, depois que o governador atendeu a cada um dos 246 prefeitos”, afirmou, ao destacar que Marconi promoveu uma série de ajustes, para garantir, em seguida, o maior programa de investimentos do País.
Em solenidade no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, o governador recebeu, em duas ocasiões, grupos de prefeitos para autorizar o crédito em conta dos convênios. Na segunda de autorizações, foram entregues recursos aos municípios e prefeitos de Jaraguá, Zilomar Antonio de Oliveira (R$ 279 mil); Padre Bernardo, Claudiênio (R$ 300 mil); Nerópolis, Gil Tavares (R$ 300 mil); Gameleira, Wilson Tavares (R$ 166 mil); e Indiara, Divino Marques (R$ 166 mil). No total, os cheques somaram R$ 1 milhão 711 mil. Antes, foram beneficiados municípios de Guapó, Goianira, Acreúna e Itapuranga.
“É um recurso para as prefeituras, em tempo de crise, fazerem obras. Se de um lado estamos, com o Goiás na Frente, começando as obras estaduais, gerando dezenas de milhares de empregos, com as obras municipais, vamos ter a oportunidade de gerar emprego em cada uma das cidades e levar benefícios para todas as pessoas”, declarou Marconi, ao entregar os cheques aos prefeitos. “Mãos à obra. Vamos trabalhar e mostrar Goiás está na frente do restante dos estados”, conclamou.

José Eliton: programa atende às expectativas dos municípios
José Eliton: programa atende às expectativas dos municípios

Cenário favorável aos investimentos

Mais de 500 pessoas prestigiaram a solenidade de lançamento de mais uma etapa do programa Goiás na Frente, em Ipameri, na região Sudeste, no início de maio. Na ocasião, o governador Marconi Perillo anunciou investimentos superiores a R$ 230 milhões para os 24 municípios que integram a regional do Goiás da Frente em Ipameri.
Marconi assinou convênios e determinou a execução de obras para beneficiar 20 municípios da Região Nordeste de Goiás. Para o Nordeste, serão destinados R$ 414 milhões do programa, que soma R$ 6 bilhões em investimentos do governo e R$ 3 bilhões oriundos do setor privado.
As obras que vão transformar o Estado em todas as regiões foram definidas após audiências realizadas por Marconi com 245 prefeitos, ocasiões em que o governador recebeu todos os gestores em reuniões individuais no Palácio Pedro Ludovico Teixeira. Nas pautas das reuniões, as principais necessidades de cada município e a maneira com a qual as parcerias vão atender às demandas apresentadas pelos prefeitos.
“Quando concebemos esse projeto, eu me dediquei muito a ele, minuciosamente. Convidei o Dr. José Eliton para me ajudar com os secretários. Foram noites e noites debruçados sobre ele para saber de onde tirar o dinheiro e o que seria priorizado para cada região”, revelou Marconi, que afirma que os recursos foram garantidos por contrato.
Em Luziânia, o vice José Eliton assinalou que o Goiás na Frente é o maior programa de investimentos em curso no Brasil.
“Marconi é o governador dos goianos, do trabalho, da superação, que enfrentou os maiores desafios em sua trajetória e conseguiu deixar em Goiás um legado de realizações e um sentimento de esperança”, declarou José Eliton, ao detalhar a dificuldade que o governador teve para angariar recursos em época de crise.“Enquanto alguns criticam, nós trabalhamos”, finalizou.

Marconi destaca que houve amplo planejamento das ações
Marconi destaca que houve amplo planejamento das ações

R$ 850 milhões para incrementar a economia do Entorno Sul

Só para a região do Entorno Sul do Distrito Federal foram destinados R$ 850 milhões dentro do programa Goiás na Fente. Parte da aplicação deste montante foi detalhada pelo vice-governador José Eliton.
Serão R$ 150 milhões em obras estruturantes; R$ 80 milhões no programa Rodovida Construção; mais de R$ 2 milhões em manutenção de rodovias; R$ 73 milhões de reconstrução de rodovias; R$ 1 milhão de reconstrução do aeroporto de Cristalina; R$ 171 milhões na educação; R$ 50 milhões em Saúde, priorizando os hospitais regionais de Valparaíso de Goiás, Santo Antônio do Descoberto e Águas Lindas, que deverão ser entregues até o final do ano que vem; R$ 8 milhões em tecnologia e inovação com a entrega, ainda neste semestre, dos Itegos de Santo Antônio do Descoberto e de Valparaíso; R$ 25 milhões em Segurança Pública (incluindo-se, em um mês, a inauguração em Cidade Ocidental da base de Operações de Divisas e, em menos de um mês, a entrega da unidade de comando da Rotam de Luziânia; R$ 360 milhões em saneamento básico (ainda neste ano a expectativa é que sejam concluídas as obras do Complexo Produtor de Corumbá IV, que garantirá o abastecimento de água a toda a região); R$ 10 milhões em habitação; R$ 4 milhões em cursos superiores, com prioridade para a construção de uma unidade da Universidade Estadual de Goiás em Valparaíso: R$ 51 milhões para investimento por parte dos prefeitos e R$ 95 milhões em energia, através da Celg Geração e Transmissão, dentre outras.
“Estamos aqui numa agenda de trabalho. Enquanto o Brasil inteiro sofre com a crise, enquanto alguns estados não estão conseguindo sequer pagar a folha salarial, aqui em Goiás temos um governador que tem coragem para tomar medidas e viabilizar o estado para continuar a fazê-lo crescer”, declarou o vice-governador José Eliton.
Em Luziânia, Marconi disse que o programa Goiás na Frente é uma iniciativa séria, planejada, sem demagogia.
“Nasceu graças à economia do dinheiro público, da multiplicação do pouco que a gente tem para beneficiar a população que precisa do benefício do governo do Estado”, destacou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here