Iris imprime novo ritmo à gestão

0
594
O início dos mutirões representa uma presença da prefeitura mais próxima da população, com realização de obras em todas as áreas

Somente na primeira edição do Mutirão, que atendeu 15 bairros, a Prefeitura de Goiânia realizou 48 mil atendimentos. Ação e retomada de importantes obras representam avanço administrativo

Exatamente como havia sido planejado pelo prefeito Iris Rezende (PMDB), a primeira edição do Mutirão, realizada no início deste mês de junho na região Norte da Capital, realizou 48 mil atendimentos. A iniciativa e a retomada de importantes obras, como a do BRT Norte-Sul, marcam o novo ritmo que o chefe do Executivo está imprimindo na gestão municipal. Passados os primeiros cinco meses, o momento atual é de se aproximar das bases que o elegeu pela terceira vez ao cargo.
Em uma grande estrutura montada na divisa dos setores Parque das Flores e Mansões Goianas, na Avenida Eurico Viana, continuação da Avenida Nerópolis durante o Mutirão, a Prefeitura de Goiânia levou uma série de serviços aos moradores da região Norte. O local recebeu milhares de moradores de aproximadamente 15 bairros. Além de serviços de infraestrutura, que foram executadas no decorrer da semana nas ruas e prédios públicos da região, os cidadãos foram atendidos em suas demandas, como emissão de documentos, atendimentos médicos, emissão de carteiras de trabalho, passaporte para idosos, cartão de estacionamento para deficientes, além de assistência e orientação jurídica para divórcios, pensão alimentícia e agendamento para casamentos.
Acompanhado da primeira-dama, Dona Íris, de secretários e vereadores, Iris Rezende falou à população emocionado com a presença da população que atendeu o chamado para participar efetivamente da ação.  “No Mutirão o povo se encontra, conversa, sorri, se diverte e é atendido nas suas demandas, de modo que é uma grande festa solidária”, disse o prefeito. Até o final de 2017 devem ser realizados mais 15 mutirões em diversas regiões de Goiânia. “Além dos serviços, o objetivo é aproximar o povo da administração pública”, afirmou.
Os mutirões foram idealizados por Iris Rezende ainda na década de 60, quando ele assumiu pela primeira vez o executivo da Capital. O grande mutirão de 1983, que reuniu cerca de 20 mil pessoas e construiu mil casas em um único dia, realizado por Iris quando ele era governador do Estado, foi considerado o maior mutirão da história humana. “A instituição Mutirão sintetiza o espírito participativo e solidário de um povo e, consequentemente, do poder público, quando por ele é convocado”, assinalou, salientando, em seguida, que enquanto administrador público nunca abriu mão das realizações dos mutirões. “É a oportunidade que temos de nos colocar no meio do povo para ouvir suas reclamações, suas demandas e suas reivindicações e, com a participação de todos, prestar os serviços almejados por essa população”, ressaltou Iris.
O prefeito lembrou, ainda, que os primeiros meses da administração foram de muito trabalho e exigiu que ele atuasse mais no seu gabinete, já que o equilíbrio das contas era primordial para que a gestão tivesse condições de prestar os serviços que a população tanto necessita. “Não descansei um dia sequer nesses primeiros cinco meses de gestão. A situação exigia a minha integral atenção e todo trabalho realizado foi no sentido de poder atender as demandas da população num prazo mais curto possível. De agora em diante nós vamos estar mais perto do povo. Não tenho dúvidas que logo Goiânia vai voltar a ser aquela cidade que todos querem para si e suas famílias”, assegurou.
Iris comentou também sobre como o trabalho dos mutirões é realizado. “É o momento que a Prefeitura se encontra e entra em contato com o povo. Cada secretário sente pessoalmente os problemas que estão à espera de solução. Mutirão é isso! É o poder público indo para junto das pessoas, para o meio do povo para sentir seus problemas”, disse.
Ao lado de auxiliares, Iris Rezende visitou os estandes, cumprimentou servidores, distribuiu abraços e assistiu apresentações de alunos de escolas municipais da região. Em seguida, o prefeito visitou obras que estão sendo realizadas nas imediações, como o recapeamento da Avenida Eurico Viana. De lá, Iris seguiu para o Parque Itália, localizado no Residencial Itália e, juntamente com os alunos da Escola Municipal Agripina Teixeira, deu início ao plantio de cerca de 300 mudas de espécies nativas do cerrado.

Atuação das secretarias
Historicamente, Iris Rezende sempre pautou suas gestões com ações coletivas. Na semana do Mutirão da Região Norte, a prefeitura anunciou a retomada da realização de casamentos comunitários. Somente durante a primeira edição dos mutirões, 80 casais se inscreveram. A cerimônia deve ser realizada em dezembro pela Secretaria Municipal de Assistência Social.
No estande da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) mais de 18 mil atendimentos foram realizados. Um consultório móvel com cerca de 40 m² concentrou inúmeros serviços, como testes oftalmológicos, e realizou exames de triagem para doenças crônicas.  Para as pessoas dos grupos prioritários que deixaram para última hora, uma sala de vacinas ofereceu vacinas contra a gripe.

Lideranças no Mutirão
O Mutirão da região Norte contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Andrey Azeredo, e mais nove vereadores. Ao lado dos secretários e parlamentares, Iris Rezende percorreu, durante os dois dias, toda a estrutura montada. No primeiro dia, Azeredo realizou teste glicêmico com técnicas de enfermagem do Centro de Educação Profissional (CEP) Zilma Carneiro e comentou sobre a frente de serviços.
“Marca registrada das gestões de Iris Rezende, os Mutirões são oportunidades valiosas de aproximar a população da Prefeitura, dos secretários e dos vereadores. As pessoas recebem serviços essenciais, vêem o trabalho acontecendo em seus bairros e falam direta e pessoalmente conosco, elogiam, reclamam e dão sugestões”, frisou.

Atende Fácil
Na semana do Mutirão da região Norte, a Atende Fácil comemorou um ano. Neste período, o índice de aprovação da central de relacionamento presencial da Prefeitura de Goiânia chegou a 99,87%, segundo a Secretaria Municipal de Finanças (Sefin). Diante do alto índice de resolução das demandas, o município planeja agora instalar novas unidades na Capital. No período de um ano, conforme o levantamento, mais de 150 mil pessoas foram atendidas.
De acordo com o titular da Sefin, Oseias Pacheco, os mecanismos que melhoram a vida da população precisam ser expandidos e aperfeiçoados quando demonstram resultados. “As boas ideias sempre serão levadas adiante pela atual administração. A prova disso é que estamos estudando a de possibilidade de aumentar o número unidades a fim de oferecer um serviço de qualidade. Inclusive, a pasta já realiza um amplo estudo sobre a instalação das novas centrais de atendimento”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here