Quadrilhas tradicionais e temáticas movimentam as unidades de ensino

Momento cultural e de diversão reúne alunos, familiares, servidores e comunidade nas instituições educacionais da Capital

Daniela Rezende

O mês de junho na rede municipal de ensino de Goiânia começou animado e com clima especial. As tradicionais festas juninas tiveram início com apresentações culturais, barraquinhas de comidas típicas, quadrilhas, pescaria e outras brincadeiras nas instituições de ensino fundamental, educação infantil e educação especial.
Alunos, professores, funcionários, familiares e comunidade integram e participam das festividades que levam colorido especial às instituições. Na Escola Municipal Moisés Santana, a festa foi realizada no dia 8. Segundo a coordenadora pedagógica da unidade, Chirley Gonçalves dos Santos, a escola contou com a presença de mais de 300 pessoas.
“Decoramos toda escola e buscamos um evento mais folclórico, com apresentação não só de quadrilha, como também de danças regionais, músicas de cantores goianos, além das barraquinhas de comidas, pescaria, pula-pula, boneca maluca e muita música”, ressaltou a coordenadora.
Cerca de 600 pessoas passaram pela festa junina do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Tio Oscar, no Setor Urias Magalhães. De acordo com Raquel Camargo, diretora da instituição, o evento já é tradicional no roteiro da instituição. “O intuito é trabalhar de forma pedagógica a vida no campo, as brincadeiras e as comidas. Bem antes da festa, as crianças aprendem nos agrupamentos a questão cultural da festa”, afirmou.
Até o final de junho, a maioria das unidades educacionais promovem festas juninas.  Na Escola de Ensino Especial Ascep, a festança ocorre dia 24 de junho. Duas apresentações estão programadas, a dança do pau de fita com alunos cadeirantes e a quadrilha tradicional. “Mesmo com limitações, conseguimos incluir os educandos nos projetos, entre eles a festa junina”, destacou a professora de Educação Física, Elessandra Cirilo.

Oficina de festejos juninos destaca valor educativo da tradição

No mês de maio, educadores participaram na Vila Ambiental do minicurso “Quadrilha e Festejos Juninos”, ministrada pelo apoio técnico-pedagógico da Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) Alexandre Rocha Sales. A oficina abordou sobre montagem de coreografias, quadrilha tradicional e temática, danças folclóricas e acessórios típicos regionais.
Além de ressaltar o valor educativo das festas juninas, o minicurso propôs organização sustentável de eventos com alternativas de decoração utilizando aproveitamento de materiais como jornais, revistas, garrafas pet e tecidos.
Segundo a gerente de projetos da SME, Malu Ramos, a proposta proporcionou maior reflexão quanto ao valor educativo da cultura popular ligada aos festejos juninos.
“A atividade subsidiou os profissionais da educação na execução dos seus projetos durante o mês de junho”, ressaltou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here