Flores que equilibram nosso interior

0
823
O pequeno Davi em um momento de interação com a família: os pais, Eliziene e Eduardo Ribeiro, e Laura, a irmã caçula de três anos

Tratar a causa e não a doença é a proposta dos Florais de Bach, terapia que pode ser a solução para muitos dos males da vida moderna

Daniela Martins

Florais. Só o nome já imprime na cabeça ideias de um colorido alegre, positividade e paz… E é exatamente esse o objetivo dos Florais de Bach, uma terapia holística que propõe alívio para males como depressão, ansiedade, medo, insegurança, estresse e tantos outros ao reconectar o ser humano à sua essência, que, defendem os especialistas, é perfeita. Florais não tratam a doença, mas as suas causas.
Tal terapia assemelha-se à medicina homeopática ao tratar o homem como um todo e ao buscar na natureza a solução. As essências Florais de Bach, descobertas pelo médico inglês Edward Bach na década de 1930, são extratos líquidos naturais altamente diluídos, que se destinam ao equilíbrio dos problemas emocionais.
Quando o pequeno Davi Braz – uma criança agitada, impulsiva e sem medo de nada – foi diagnosticado com transtorno de déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) e o tratamento proposto pelos médicos foi a ritalina, seus pais, Eliziene e Eduardo Ribeiro, refutaram a ideia de administrar um medicamento controlado, tarja preta, para o filho de apenas seis anos.
“Depois de relutar, resolvemos dar a medicação porque não tinha outra saída”, explica a mãe.
O tratamento não surtiu os efeitos esperados pela família. Davi ficou um pouco mais quieto, mas continuava agitado e impulsivo. E Eliziene só via prejuízos.
“Meu filho emagreceu três quilos, não comia, não dormia. Ficou prejudicado de outras formas. Era uma criança apática, sem reação, sem fisionomia, sem emoção”.
Para os médicos estava tudo bem.
“Eles diziam que o resultado era esse mesmo, mas eu não aceitei e comecei a pesquisar na internet por ‘remédios naturais’”.
A busca levou Eliziene aos florais. Ela estudou bastante sobre o tema e uma amiga lhe indicou uma profissional na área.
Vaneska Santos é terapeuta floral desde 2005, quando se livrou de uma depressão com o uso das essências de Bach. Ali se redescobriu e passou a estudar e a trabalhar com a terapia de forma autodidata. Em 2013, especializou-se com cursos no Bach Institute em Campinas, em São Paulo.
“A Vaneska foi até minha casa, conheceu meu filho, as dificuldades dele, como o Davi era emocional e fisicamente. Ficou por dentro de tudo o que o atrapalhava para preparar os florais”, ressalta Eliziene.
A família manteve a medicação indicada pelos médicos e incluiu os florais como terapia complementar. “Florais não são remédios, não têm contra-indicação nem causam efeitos colaterais, portanto, podem ser tomados com outros medicamentos”, explica Vaneska.
Assim fizeram por dois meses. “Depois que vi que o Davi estava melhorando por causa dos florais, retirei a ritalina aos poucos. Com isso, a vida do meu filho mudou, a nossa mudou, tudo para melhor”, comemora a mãe.
Eliziene avalia que o floral trabalhou o emocional de Davi. Antes, diz, ele era uma criança fria, indiferente. As terapias com uma psicóloga e os florais foram transformando esse comportamento. Davi tornou-se supercarinhoso. “Os florais despertaram nele a compaixão. Ele não chorava, por tanta frieza no coração… hoje, se ele é chateado, chora, fica emocionado. Antigamente ele partia para a agressividade. Então, o choro para mim é um ponto bom. É o sentimento dele”, enfatiza a mãe.
O tratamento
Trate a pessoa, não a doença. Essa é a filosofia do médico Edward Bach. Segundo ele, os florais trabalham nossos medos, ansiedades, preocupações, falhas e erros, são estes que nós devemos detectar e não a doença, não importando qual seja.
A base da terapia são os 38 florais de Bach, remédios extraídos de plantas que representam e servem para equilibrar uma determinada característica ou estado emocional específico. Cada frasquinho de floral é preparado com, no máximo, seis essências.
A terapeuta Vaneska explica que a fórmula do floral de cada paciente é feita com base nas emoções que aquela pessoa sente. São fórmulas únicas, feitas de forma particular para cada pessoa.
“Eu preciso entender que aquela ansiedade tem um fundo. E a gente vai cavando, buscando entender o que aquela pessoa está passando”, ensina a terapeuta. Vaneska esclarece que não existe, por exemplo, uma fórmula exata para a ansiedade, existe uma fórmula que trata o que causa essa ansiedade, que pode ser um medo, uma insegurança por algo que a pessoa está passando naquele momento da vida. Por isto, ressalta a importância de um acompanhamento com terapeuta.
“A pessoa pede uma fórmula para ansiedade e toma, depois diz que o floral não resolveu. Acontece que aquela fórmula pode ter sido feita com florais  para medo e a pessoa está é insegura”, esclarece.
O tempo de tratamento com os Florais varia de pessoa a pessoa, sendo necessários no mínimo três meses para começar a ver o resultado, com sessões mensais.

Evento com florais
Quem quiser saber um pouco mais da terapia pode participar do “Encontro com os Florais de Bach”, dia 5 de agosto, no Instituto Bacae (instituto.bacae.com), Valor R$ 50. Haverá sorteio de uma sessão completa com Florais e Reiki.
Informações pelo terapiafloralonline1@gmail.com ou no próprio Instituto Bacae.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here