Gestores de escolas estaduais receberão prêmio em dinheiro

0
651

O valor total do prêmio será de 60 mil, sendo R$ 30 mil para o primeiro lugar, R$ 20 mil para o segundo e R$ 10 mil para o terceiro mais bem colocado

O Governo estadual e a Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) anunciaram na semana passada a distribuição de prêmio para gestores das escolas da rede estadual de ensino. A medida, segundo a Seduce, faz parte da política de estimular o processo de melhoria contínua da qualidade da gestão escolar e de valorizar as experiências bem-sucedidas dos gestores educacionais nas mais de 1.100 escolas da rede pública estadual.  A premiação em dinheiro contemplará os diretores que se destacarem na Etapa Estadual do Prêmio Gestão Escolar (PGE).
O valor total do prêmio será de 60 mil, sendo R$ 30 mil para o primeiro lugar, R$ 20 mil para o segundo e R$ 10 mil para o terceiro. Com isso, caso o gestor goiano chegue à fase final do certame e alcance a premiação máxima como Escola – Referência Nacional, ele conquistará R$ 60 mil ao todo. No próximo dia 1º de agosto, às 14 horas, no Teatro Goiânia, durante ato de assinatura da portaria de premiação, a secretária Raquel Teixeira fará o lançamento oficial da Etapa Estadual do PGE.
Destaque estadual do Prêmio Gestão Escolar em 2015, a diretora Cirleni Benedita de Oliveira, da Escola Estadual Professor Alfredo Nasser, no município de Fazenda Nova, considera a iniciativa do Governo de Goiás excelente. Para ela, é uma forma não apenas de incentivar a participação das escolas, mas também de reconhecimento do bom trabalho realizado pelos gestores.
Além do prêmio em dinheiro, Cirlene teve a chance de participar de um intercâmbio de 10 dias que lhe permitiu conhecer de perto como funciona o sistema educacional dos Estados Unidos. Segundo ela, a rotina pedagógica de uma escola pública norte-americana pouco se diferencia do modelo adotado na rede estadual de Goiás.
Selecionada entre as finalistas do PGE em 2012, a diretora Wannessa Cardoso e Silva, do Colégio Estadual Professor José dos Reis Mendes, em Trindade, teve a oportunidade de vivenciar, em 2013, a mesma experiência que Cirlene. Reeleita para o cargo de gestora, Wannessa também elogia a criação do prêmio.
“Será um estímulo muito grande, pois serve para reconhecer os esforços e a dedicação dos gestores”, comentou.
Para a diretora, a iniciativa integra uma série de ações de valorização que vem sendo colocadas em prática pela Seduce.
Inscrições
A inscrição da escola é feita exclusivamente pelos sites www.premiogestaoescolar.com.br ou www.consed.org.br/pge, onde o gestor terá que responder um questionário de autoavaliação. De acordo com o regulamento só serão consideradas inscritas as escolas que concluírem corretamente todas as etapas do processo de inscrição.
Ao longo da história do PGE, muitas foram as escolas da rede pública estadual que se destacaram tanto na Regional quanto na Final do prêmio.
Entre as vencedoras por Estado figuram o C. E. Dona Iayá, de Catalão (1999), C. E. Hélio Veloso, de Ceres (2001), C. E. José Monteiro de Lima, de Padre Bernardo (2002), C. E. Complexo 1, de Planaltina (2004), C. E. Maria Assunção de Azevedo, de Carmo do Rio Verde (2005), C. E. Zico Monteiro, de Uruana (2006), C. E. Ariston Gomes da Silva, Iporá (2009), E. E. Oscar Campos, de Rubiataba (2010), C. E. Professor José dos Reis Mendes, de Trindade (2012), Colégio Estadual de Goiatuba (2013).
Já as escolas da rede que chegaram como finalistas estão o C. E. São Geraldo, de Santa Teresinha de Goiás (2000), Aprendizado Marista Padre Lancísio, de Silvânia (2007), C. E. Antenor Padilha, de Ivolândia (2008), E. E. José Pontes de Oliveira, de Bela Vista de Goiás (2011) e E. E. Professor Alfredo Nasser, de Fazenda Nova (2015).


Categorias e premiação

Criado em 1998 pelo Conselho Nacional de Secretários da Educação (Consed), o Prêmio Gestão Escolar tem como proposta reconhecer a eficiência e a competência do trabalho realizados pelos gestores escolares brasileiros. Este ano, a solenidade de lançamento do PGE foi realizada em São Paulo, no dia 12 de maio, com a participação da secretária Raquel Teixeira e do presidente do Consed, Idilvan Alencar.
O prêmio, realizado com o apoio do Ministério da Educação (MEC) e diversas instituições do terceiro setor, está em sua 16ª edição e encerra suas inscrições no próximo dia 14 de agosto. Nesses 19 anos de existência já participaram do PGE mais de 34 mil escolas de todas as regiões brasileiras. Destas, 90 já foram premiadas com recursos financeiros e equipamentos, além de formação e intercâmbio para os gestores.
O PGE seleciona as escolas em quatro etapas: Local, Estadual, Regional e Nacional. A fase Estadual contará agora com a premiação de três gestores da rede pública de Goiás. Na Etapa Regional são indicadas uma escola de cada região (Norte, Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-Oeste), que receberão como prêmio uma viagem de intercâmbio a um país da América Latina. A Escola Referência Brasil é escolhida entre essas cinco finalistas. A instituição de ensino levará como prêmio R$ 30 mil em dinheiro e o diretor uma viagem de intercâmbio educacional a um país da América Latina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here