Governo e parlamentares cobram de ministros obras de infraestrutura para o Tocantins

0
357

A bancada federal do Tocantins e o chefe do Escritório de Representação em Brasília, Renato de Assunção, se reuniram em Brasília com o ministro dos Transportes, Maurício Quintela e, em seguida, com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira. Nas duas audiências, o grupo cobrou a liberação de recursos para importantes obras de infraestrutura para o Tocantins que estão com projetos em andamento com o Governo Federal.

Uma das prioridades apresentadas pela bancada foi a liberação dos recursos para construção do Aeroporto de Araguaína. O projeto básico da obra, orçada em cerca de R$ 41 milhões, será concluído ainda este mês. O ministro dos Transportes garantiu para agosto a assinatura do Termo de Compromisso, uma importante etapa para o início da liberação dos recursos.
O grupo também tratou da realização de obras para duplicação de trechos urbanos da Rodovia BR-153 em quatro municípios do Tocantins: Paraíso do Tocantins, Barrolândia, Wanderlândia e Nova Olinda. No caso da obra em Paraíso, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) já está realizando o estudo de viabilidade para o desenvolvimento do projeto.
Conclusão e manutenção de rodovias
Para garantir a manutenção da malha viária do Estado, foi formalizada ao ministro do Planejamento uma solicitação para a recomposição orçamentária dos recursos destinados à manutenção dos trechos das BR’s 242, 153, 235 e 010, que cortam o Estado. Os recursos estavam previstos no Orçamento 2017, porém com o contingenciamento orçamentário do Governo Federal a verba foi parcialmente reduzida. Também foi solicitada recomposição orçamentária para a continuidade das obras da BR-242, no trecho que liga o município de Peixe à Taguatinga.
Presentes
Participaram das audiências o coordenador da bancada tocantinense em Brasília, Vicentinho Alves; os deputados César Halum, Lázaro Botelho, Vicentinho Jr., e a deputada Josi Nunes; o secretário de Representação do Tocantins em Brasília, Renato de Assunção; além de diretores do Dnit e da Agência Nacional de Transporte Terrestres (ANTT). (DO SITE AGORA-TO)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here