Marconi e Iris: parcerias entre Prefeitura e Estado

Durante reunião, no Paço Municipal, foram discutidas questões na área de saneamento básico, transporte e realização de outras obras que aguardam recursos para que possam ser iniciadas

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), recebeu na manhã de quinta-feira, 3, no Salão Nobre do Paço Municipal, o governador Marconi Perillo (PSDB) para celebrar convênios entre a Prefeitura de Goiânia e o Governo de Goiás. Na pauta, assuntos de interesse da Capital, como a viabilização de parcerias na área de saneamento, transporte e a realização de outras obras que aguardam recursos para que possam ser iniciadas. Na ocasião, o prefeito anunciou a conclusão da Avenida Leste Oeste, do trecho que liga a Praça do Trabalhador, no Setor Central, a Senador Canedo. A obra, orçada em R$ 70 milhões, terá participação de 50% do governo estadual e 50% do tesouro municipal.
Durante a reunião, Iris Rezende agradeceu a visita do governador e afirmou que o encontro tem como objetivo a consolidação de convênios entre as duas esferas de governo.
“Quero destacar o gesto do governador, que se deslocou do seu gabinete no Palácio da Esmeraldas, com parte considerável do seu secretariado, para que juntos discutíssemos questões que falam diretamente ao interesses da Capital”, disse o prefeito.
O prefeito falou, também, que foram discutidos assuntos relativos ao saneamento básico do município e do restante do estado e ainda questões relativas ao transporte coletivo urbano da Região Metropolitana de Goiânia.
“Esse é o momento em que a Prefeitura de Goiânia e o Governo de Goiás se dão as mãos, movidos pelo espírito público e pela responsabilidade administrativa, a fim de preparar um futuro seguro e tranquilo para a população da nossa Capital”, enfatizou.
Ficou acertado ainda que a partir de imediato será formada uma comissão composta por dois integrantes do Executivo municipal e dois do Governo estadual para avaliar a concessão dos serviços de água e esgoto em Goiânia para a Saneago, de forma que sejam atendidos os interesses da região da grande Goiânia.
“É preciso também que o governo estadual tenha condições de servir todos os municípios que compõem a Região Metropolitana”, disse Iris.
Por sua vez, o governador Marconi Perillo devolveu a gentileza e deferência dispensada pelo prefeito e citou entre os assuntos tratados na reunião o Codemetro, um projeto em discussão que trata do desenvolvimento do entorno de Goiânia, e fez questão de ressaltar o viés técnico da comissão que vai discutir o problema do saneamento. Por fim, o governador anunciou o ingresso do município de Goiânia no programa “Goiás na Frente”.
“Com essa conversa que tivemos, ficou acertada a celebração do convênio com a prefeitura de Goiânia e o prefeito decidiu que a prioridade para o uso dos recursos do programa será para terminar essa alça da Avenida Leste-Oeste, da Praça do Trabalhador a Senador Canedo”, explicou Marconi Perillo.

Parceria possibilitará ampliação da Leste-Oeste

Segundo o Governo estadual, Iris solicitou a parceria para o financiamento do ramal leste da Avenida Leste-Oeste, entre a Praça do Trabalhador e área limite com Senador Canedo. A obra é estimada em R$ 70 milhões, está em fase de proposição de projeto e deve ser licitada nos em breve.
A avenida está sendo construída sobre o antigo leito da estrada de ferro Goiânia-Araguari (MG). O prefeito de Goiânia pediu que o Estado financie 50% do empreendimento, o equivalente a R$ 35 milhões, e o governador determinou que as equipes das duas administrações se encontrem para definir o cronograma de desembolsos junto ao orçamento do Goiás na Frente.
O Goiás na Frente vai aplicar  mais de R$ 9 bilhões em obras de infraestrutura econômica e social em 2017 e 2018. Desse total R$ 5,6 bilhões são em recursos próprios do Estado, dos quais R$ 500 milhões foram reservados para os convênios com as prefeituras. Na manhã antes da reunião com o prefeito de Goiânia, o governador assinou os convênios com mais 40 municípios para a liberação dos recursos.
O governador, que estava acompanhado dos secretários Vilmar Rocha (Secima), José Carlos Siqueira (Casa Civil), Tayrone Di Martino (Governo), João Furtado (Fazenda), Carlos Maranhão (Assuntos Estratégicos), Paula Amorim (Segplan) e Francisco Pereira (Casa Militar), e de Jalles Fontoura e Elie Chidiac (respectivamente presidente e diretor da Saneago), deu sinal verde ao pedido do prefeito para que Goiânia participe do Goiás na Frente.
Segundo Iris, para reduzir os custos da obra, o Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Goiânia (Codese) se comprometeu a viabilizar os R$ 2 milhões necessários para a realização do projeto. Marconi lembrou que “não é algo para começar amanhã, é bom que se diga”, mas a decisão política está tomada.
“Quando ficar pronto o projeto, imediatamente vamos passar a primeira parcela”, afiançou.
O governador agradeceu Iris pela receptividade, destacando que já recebeu o prefeito duas vezes em seu gabinete, mas foi a primeira visita oficial que faz a Iris como governador, depois da posse do prefeito. Marconi ainda  convidou Iris para a inauguração do Sistema Produtor Mauro Borges, no próximo dia 21.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here