Palmas em alerta: Clima seco exige cuidado com a saúde e pede hidratação

0
299
Com a umidade relativa do ar variando entre 20% a 12%, o Tocantins, incluindo a capital Palmas, está em Alerta Laranja, conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O alerta indica risco à saúde, por isso os cuidados devem ser redobrados principalmente entre crianças, idosos e gestantes, grupos mais suscetíveis às doenças respiratórias comuns no tempo seco. A hidratação é fundamental para atravessar esse período.

A pneumologista Werika Fernandes de Lima explica que a baixa umidade do ar causa ressecamento da pele, dos olhos e das vias respiratórias. “Há um ressecamento da membrana que reveste as nossas vias aéreas e ela perde a barreira natural que é a produção do muco e isso nos deixa suscetíveis a algumas infecções nessa época, seja ela viral, bacteriana ou fúngica e há processos alérgicos também”, ressalta.
Nesse período seco, as principais doenças que se manifestam são as infecções das vias aéreas, como rinites, sinusites, pneumonias e asma. A pneumologista ressalta que os extremos da idade sempre são os que mais preocupam, ou seja, idosos e crianças, mas é importante incluir as gestantes também. “Isto porque a imunidade das crianças ainda é imatura e nos idosos e gestantes um pouco deficiente. Isso facilita que essas pessoas venham a ter pneumonia, uma crise de asma mais séria, de repente faringite, otite, sinusite e todas as ‘ites’ da vida como chamamos”, complementa.
O principal cuidado é investir na hidratação, consumindo muitos líquidos, no mínimo dois litros de água por dia. “Beber água o máximo possível, evitar refrigerantes e chás que têm efeito diurético. Dê preferência à água sempre, ao suco natural e às frutas com grande quantidade de água como melancia, melão, abacaxi e água de coco. Água no mínimo dois litros por dia, mas se conseguir tomar mais só traz benefícios ao organismo”, recomenda a pneumologista.
Outros cuidados são importantes como manter o ambiente sempre limpo e arejado, evitando tudo que acumule poeira como tapetes e cortinas. O uso do umidificador de ar requer a troca da água diariamente e a limpeza do aparelho pelo menos duas vezes por semana, além de evitar que o mesmo fique próximo a travesseiros, almofadas e tapetes que podem causar mofo e proliferação de ácaros. Quem não tem o aparelho, pode umidificar o ambiente fazendo o uso de bacias com água ou toalhas molhadas.
Quanto à prática de exercícios físicos, a Organização Mundial de Saúde recomenda que abaixo de 12% as pessoas devem restringir o máximo possível. “Acima de 12%, mas ainda classificada como baixa, a atividade deve ser o mais leve possível, como uma caminhada, mas sempre acompanhada de uma garrafa com água, que aliás no dia a dia, todos os palmenses devem carregar para se hidratar”, reforça, recomendando que atividades físicas sejam feitas antes das 10 horas e depois das 18 horas, quando a umidade do ar é um pouco melhor. (DO PORTAL AGORA-TO)
Livre de vírus. www.avg.com.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here