Zé Eliton retoma agenda do Goiás na Frente

0
559

Marcione Barreira
marcionebarreira@gmail.com

Avaliando o programa Goiás na Frente, o vice-governador Zé Eliton faz um balanço “altamente positivo” dos trabalhos realizados até agora. “Temos um momento extremamente virtuoso em Goiás no que diz respeito ao processo de desenvolvimento”, afirma. No início do mês, ele anunciou que, a partir do dia 15 de setembro, o governador Marconi Perillo e ele retomariam “uma agenda intensa com duas frentes de trabalho” para vistoriar e inaugurar, nos municípios, obras do programa de investimentos Goiás na Frente. Após a conclusão da etapa de formalização de convênios com as prefeituras de todos os municípios goianos, no início do mês, Zé Eliton havia entrado em licença para interesse pessoal, isso na quinta-feira, 7. Com a missão internacional do governador Marconi Perillo, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Vitti, assumiu o Governo do Estado no mesmo dia, já que Eliton ficou ausente do cargo por uma semana, para “recarregar as baterias”. No início do mês, dia 6, o vice-governador conclui intensa agenda com os gestores municipais, quando formalizou convênio com as prefeituras de Santa Tereza de Goiás, Formoso, Trombas e Montividiu do Norte. Segundo Zé Eliton, o Goiás na Frente leva às regiões recursos que resultam em progresso em todas as áreas. “Os municípios, na sua maioria, vivem situação financeira difícil e só têm condições de realizar investimentos a partir desse apoio que está sendo feito pelo governo”, diz.


“Ninguém foi capaz de dimensionar o crescimento de Goiânia e da Região Metropolitana, mas o
governador, ele entendeu isso há muito tempo”

Iris Rezende, prefeito de Goiânia, durante inauguração da terceira e
última etapa das obras do Sistema Produtor Mauro Borges


Rapidas

Iris Rezende empossou na última semana os novos titulares da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e Finanças (Sefin).

Na Semas, tomou posse Robson Paixão de Azevedo, ex-superintendente de Vigilância em Saúde.
Na Sefin, foi empossado Alessandro Melo, coordenador executivo da Unidade de Coordenação do Plano de Ação Goiânia Sustentável.

Iris também confirmou Fernando Santana como titular da Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMT).


BRT
O prefeito Iris Rezende se reuniu na última semana com presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Gilberto Ochi. O encontro teve o objetivo de tratar das obras do BRT e cobrar agilidade na resolução do impasse entre Caixa e Tribunal de Contas da União (TCU), que vem impedindo a retomada das obras do BRT em Goiânia.

Agilidade
Na ocasião, Gilberto Ochi assegurou ao prefeito que marcará uma reunião com o ministro do TCU para mostrar o relatório da prefeitura. Segundo este relatório, a aplicação do recurso é baseada no menor preço global do contrato.

Agora vai
Caso o tribunal não aceite o relatório, a prefeitura declarou que vai procurar as empresas do consórcio para que se manifestem sobre as recomendações do TCU. Se aceitarem, as obras continuam. Caso contrário, o prefeito Iris Rezende deverá buscar alternativas para a conclusão da obra.

Ciclistas
Foi aprovado em segunda votação, na Câmara Municipal de Goiânia, o projeto de lei que obriga o uso de capacete para ciclistas em ciclofaixas e ciclovias da Goiânia. As especificações de segurança do capacete serão determinadas pela Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT).

Penalidade
O projeto prevê multa ao ciclista que não estiver usando o equipamento de proteção, que poderá ser penalizado com multa de R$ 100, a cada infração. De iniciativa do vereador Milton Mercêz (PRP), a matéria segue agora para sanção ou veto do prefeito Iris Rezende (PMDB).

Novos cargos
Tramita na Assembleia Legislativa, projeto do executivo estadual que propõe criar 676 funções comissionadas. A proposta foi aprovada pela Comissão Mista na quarta-feira, 20. A matéria obteve o aval da maioria, com votos contrários dos deputados peemedebistas Lívio Luciano e José Nelto, além do petista Luis Cesar Bueno (PT).

Para onde?
Do total de cargos, 454 são na Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esporte; 210 na Procuradoria Geral do Estado e mais 12 na Secretaria da Casa Civil. Na justificativa aos deputados, o governador Marconi Perillo (PSDB) esclareceu que as despesas não comprometem os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Justificativa
De acordo com o executivo estadual, os mais de 400 cargos na área da Educação visam atender demandas das coordenadorias regionais. Foi protocolada ainda, junto ao projeto, a criação de mais 43 cargos para assessores pedagógicos, outros 43 assessores financeiros e 97 inspetores escolares, além de 80 supervisores administrativos educacionais e 137 supervisores de apoio administrativo. Também estão previstas as contratações de 40 assessores de desenvolvimento sustentável.

Bônus
A Assembleia Legislativa aprovou, em segunda e última votação, matéria que concede bônus de desempenho no valor de até R$ 2 mil aos professores estaduais que exercem satisfatoriamente suas funções. Os pagamentos, que serão feitos em duas parcelas ainda em 2017, terão impacto no orçamentário do Estado no valor de R$ 16 milhões.

Revitalização
Está em tramitação na Câmara Municipal de Goiânia projeto de Lei com o objetivo de revitalizar, restaurar e pintar os prédios públicos e privados da área central da capital. O Projeto Goiânia mais Bonita é de autoria do vereador Paulo Daher (DEM) e pretende oferecer benefício tributário aos moradores e comerciantes que aderirem.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here