Cmeis de Aparecida: Crianças serão atendidas em tempo integral

0
419

Manoel Messias Rodrigues

Após a repercussão negativa, na semana passada, da decisão de atender crianças na pré-escola somente em meio período, não mais em tempo integral, a prefeitura de Aparecida de Goiânia voltou atrás e anunciou no início da noite de hoje a suspensão da decisão.

“Sensibilizado com o clamor das mães, o prefeito Gustavo Mendanha decide que todas as  crianças que estão dentro dos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) permanecerão sendo atendidas de forma integral. Somente as novas vagas que surgirem na pré-escola, em 2018, serão atendidas de forma parcial (meio período)”, informou a prefeitura em comunicado à imprensa.

Na semana passada, a prefeitura divulgou que crianças de 4 e 5 anos matriculadas nos Centro Municipal de Educação Infantil (Cmeis) não seriam mais atendidas durante todo o dia, e sim em um único turno escolar: matutino ou vespertino. A mudança passaria a vigorar a partir de janeiro de 2018 e, segundo a prefeitura, teria o objetivo de ampliar o número de vagas na educação infantil, na fase da pré-escola.

Em comunicado, a Secretaria de Educação do Município disse que a mudança estaria de acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) e com a Resolução nº 5, de 17 de dezembro de 2009, que fixa as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. O artigo 5º da resolução, segundo a secretaria, determina que Educação Infantil, primeira etapa da Educação Básica, é oferecida em creches e pré-escolas, que atendem crianças de 0 a 5 anos de idade no período diurno, em jornada integral ou parcial.

Com a limitação no atendimento a secretaria pretendia dobrar o número de alunos matriculados na Educação Infantil do município.

Atualmente, os Cmeis atendem 4.050 crianças de 3 a 4 anos. Com a mudança, seriam abertas mais 2.930 novas vagas para o agrupamento IV e V”, detalha a nota.

A secretaria afirmara ainda que, uma vez que crianças de quatro e cinco anos já podem frequentar a educação básica nas escolas municipais, a medida previa ainda a ampliação do número de vagas para crianças de zero a 3 anos, que é atualmente a maior demanda do município.

A medida anunciada na semana passada teve reprovação da população atendida pelo serviço, que temia não ter com quem deixar os filhos. Outra reclamação era de que, em meio período, as crianças não teria direito a almoço e janta.

Atualmente, Aparecida de Goiânia conta com 30 Cmeis que atendem um total de 7.212 crianças na Educação Infantil. A demanda de espera é 7.500 alunos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here