Unidades Educacionais recebem reformas no Mutirão da região Oeste

0
305
Foto divulgação

Durante o 11° Mutirão da Prefeitura de Goiânia, na região oeste da Capital, 27 unidades educacionais recebem recursos e serviços do Programa Escola Viva. Por meio da Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME), a ação leva reparos e obras a escolas e centros municipais de Educação Infantil (Cmei).

Com mais de três meses de existência, o Programa já beneficiou 167 instituições educacionais da cidade, onde são realizados serviços como pintura em geral, revisão elétrica e hidráulica, revisão de telhados, substituição de lâmpadas e vidros, limpeza de terrenos, entre outras ações.

Nas ações, a comunidade viabiliza parte da mão de obra e completa o trabalho da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra) e Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg).

A Escola Municipal Professora Antônia Maranhão do Amaral, no Conjunto Vera Cruz, têm 490 alunos matriculados e está recebendo reparos. “As intervenções dão mais qualidade no atendimento e o ambiente fica agradável. Fiquei muito feliz, pois é meu último ano de gestão e vou entregar a escola arrumada”, destaca a diretora da instituição, Ana Flávia Oliveira.

Escola Viva

Lançado no início deste segundo semestre letivo, o Escola Viva tem por objetivo apresentar uma solução rápida para garantir mais qualidade estrutural às instituições. A previsão é que ao longo de um ano, sejam investidos aproximadamente R$ 10 milhões, aplicados nas unidades que necessitam de serviços de reforma predial e ações preventivas constantes.

Destinados direta e exclusivamente às unidades, os recursos financeiros são gastos com orientação da SME. “O Escola Viva nos orgulha muito porque além do dinheiro, conseguimos mobilizar a comunidade escolar em torno do processo de conservação da unidade educacional. Em breve, terminaremos esse ciclo reformando todas as unidades. E partiremos para a segunda etapa, que será a construção de parte das escolas, como salas de aula, sala de dança, biblioteca.”, ressalta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here