Fim de ano: Salvos pela literatura

0
1011
Professora Neuza Miranda com os estudantes nas apresentações dos trabalhos

Fabiola Rodrigues

Estudantes do Colégio Estadual José Lobo, em Goiânia, estão realizando desde a última semana trabalhos literários que incentivam a recuperação de notas baixas do primeiro e segundo bimestres. As obras literárias são apresentadas de duas formas, por peças teatrais e exposições em painéis. Poesias dos escritores goianos Bernardo Élis, Cora Coralina e Hugo de Carvalho Ramos, além de outros brasileiros, como José Lins do Rego e Machado de Assis, foram reproduzidas em apresentações de palco e também em maquetes, relembrando o contexto histórico vivido por eles.

A professora de Português Neuza Miranda, que dá aulas para turmas do 3º ano do ensino médio, diz que o projeto com as obras literárias estão servindo para incentivar os estudantes na reta final do ano letivo a recuperarem as notas baixas tiradas ao longo de bimestres anteriores. Surpresa com o sucesso dos trabalhos, ela relata a boa participação dos alunos.

“Estou vislumbrada de como eles estão apresentando bem tanto as peças teatrais como as explicações feitas nos painéis. Mesmo os estudantes que já conseguiram os 240 pontos para a provação se empenharam bastante e ajudaram os demais colegas que estão precisando de nota” conta a professora.

Neuza Miranda frisa a importância de os professores criarem trabalho extraclasse, que motivam o estudante a recuperar nota, pois muitos pensam que não há mais solução, que não vão conseguir ser aprovados.

“Inovar é um desafio, mas isso é possível. O aluno vai dando resposta por meio de dedicação, pesquisa e incentivo ao realizar o trabalho proposto, ainda mais se for fora da sala de aula. O interesse dele, mediante o projeto, faz com que sinta ainda mais vontade de recuperar a nota perdida. Está dando certo”, revela a professora.

mt p siteContos, declamação de poemas, radionovelas e exposições em feiras pedagógicas movimentaram a escola nos últimos dias, com apoio de colegas de sala, professores e coordenadores. O projeto literário de incentivo à recuperação das notas está ajudando a quem precisa. A professora, que desde o início acreditou nos alunos, comemora.

“Acho que vale a pena investir no estudante, mesmo que ele esteja próximo à reprovação. Existe solução. Assisti trabalhos com qualidades que não via há muito tempo. O envolvimento de todo o ambiente escolar é também uma das recompensas, além da nota recuperada”, comemora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here