Unidade Móvel do Programa Jovem Cidadão será entregue em evento

0
1618
Unidade Móvel de Aprendizado - Publicação do IG do Gov. Marconi Perillo

Na próxima quarta-feira, 22, durante o II Encontro do Programa Jovem Cidadão, será entregue uma Unidade Móvel de Aprendizado, que tem como objetivo aproximar e facilitar a participação dos jovens de todo o Estado nas atividades desenvolvidas pela Caravana Jovem Cidadão. O trabalho é feito  por meio de visitas de uma equipe multidisciplinar às cidades e órgãos que executam o Programa.

Para o evento em Goiânia, que será realizado das 14 às 17h30, no ginásio Goiânia Arena, são esperados mais de quatro mil jovens de 220 caravanas oriundas dos 245 municípios do interior e da capital. O programa Jovem Cidadão surgiu como um modelo de desenvolvimento social para a juventude de Goiás.

Depois de entregue, a Unidade Móvel sairá em caravana pelo Estado, com uma equipe de gestores que apoiará os coordenadores municipais em suas ações de monitoramento e avaliação, análise, capacitação e de ajustar as diretrizes do programa. Estão previstas palestras, cursos de curta duração, workshops, debates e intervenções culturais.

Os jovens ainda terão acompanhamento de seus orientadores, por meio da promoção de debates de questões pertinentes ao universo juvenil (Drogadição, Mercado de Trabalho, Cultura, Saúde, Meio Ambiente, Gênero), bem como de capacitações teóricas e práticas em temas como: empreendedorismo, tecnologias, economia criativa, empreendedorismo social, dentre outros.

Por meio de uma pesquisa socioeconômica, com o intuito de mensurar o impacto social causado pelo programa no decorrer do contrato, será possível compreender as demandas das regiões, no local onde as políticas públicas precisam ser implementadas e também a capacitação continuada dos coordenadores municipais e orientadores de atividades. O programa é executado em Goiás pela Organização Não Governamental Renapsi (Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração).

Programa Jovem Cidadão

Em sua existência, mais de 30 mil jovens já foram atendidos e o momento é de encontro e reconhecimento do trabalho desenvolvido, troca de experiências e celebração dos resultados do programa na vida dos jovens e suas famílias. É com este objetivo que o Governo de Goiás, por meio da Secretaria Cidadã e apoio da Renapsi promovem o encontro da próxima semana.

A solenidade de abertura contará com as presenças do governador Marconi Perillo, do vice José Eliton, da secretária Lêda Borges, do superintendente executivo de Desenvolvimento e Assistência Social, Anderson Soares, além de prefeitos e outras autoridades.

“O programa Jovem Cidadão é um exemplo de política pública para juventude e vai continuar beneficiando mais jovens goianos no próximo ano, a partir da sensibilidade social do governador, que não mediu esforços para ampliar os programas sociais em Goiás”, diz a secretária se referindo ao aumento do número de vagas no programa, que crescerá das atuais 3624 para 5000.

No evento, será disponibilizado acesso à internet para interação do público nas redes sociais, com premiação para as fotos mais curtidas do evento. Uma programação dinâmica e interativa com sorteio de brindes, palestras, apresentação do novo portal do programa (www.jovemcidadao.go.gov.br), show da Banda EX4 e outras atrações.

Tecnologia social reconhecida

Criado no primeiro governo de Marconi Perillo, o Jovem Cidadão proporciona ao jovem das camadas mais vulneráveis da sociedade a possibilidade de ter uma aprendizagem laboral ao mesmo tempo em que mantém os estudos escolares. Atualmente com 3624 vagas distribuídas em todos os 246 municípios do Estado, o programa contrata (com carteira assinada) jovens de 14 a 17 anos.

Para participar, o adolescente deve possuir idade entre 14 e 18 anos incompletos (idade limite para inclusão: 17 anos e três meses, para permitir um melhor aproveitamento), estar devidamente matriculado e possuir frequência mensal em unidade regular de ensino ou ter concluído o ensino médio, ter renda familiar até 2 salários mínimos. Adolescente sujeito à medida socioeducativa ou de proteção legal também pode participar. O programa é executado pela Organização Não Governamental Renapsi (Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here