Governo de Goiás amplia Jovem Cidadão para 5 mil beneficiários

0
652
Foto: Arquivo Tribuna do Planalto / II Encontro do Programa Jovem Cidadão

O vice-governador José Eliton participou, na tarde desta quarta-feira (22), do II Encontro do Programa Jovem Cidadão, oportunidade em que anunciou a ampliação da iniciativa, que passa de 3,6 mil atendimentos para 5 mil beneficiários em todos os municípios goianos. “Nosso objetivo é fomentar políticas públicas com foco no ser humano, na oportunidade, na esperança”, relatou Eliton.

O vice-governador disse, ainda, que com a reformulação de todos os programas sociais do estado, o Jovem Cidadão passa a atender uma parcela importante da sociedade – pessoas com algum tipo de necessidade especial. “São jovens portadores de deficiência física que não os impossibilita de trabalhar, de terem acesso ao primeiro emprego e, com isso, ingressarem no mercado de trabalho”, relatou.

Durante o evento, ocorrido no Ginásio Goiânia Arena, Eliton, acompanhado da titular da Secretaria Cidadã, Lêda Borges, representou o governador Marconi Perillo. Cerca de 4 mil jovens ativos no programa e seus familiares, além de egressos do programa participaram do evento. No total, 220 caravanas oriundas dos 245 municípios do interior e da capital foram mobilizadas para participar do evento. Durante a abertura, o vice-governador fez a entrega de uma Unidade Móvel de Aprendizado.

Eliton lembra que o Jovem Cidadão surgiu como um modelo de desenvolvimento social para a juventude de Goiás. “Com mais de 30 mil atendidos ao longo de 17 anos de existência, o momento é de reconhecimento do trabalho desenvolvido, troca de experiências e celebração dos resultados do programa na vida dos jovens e suas famílias”, destaca.

Para Hugo Maciel, de 17 anos e morador de Caldas Novas, a importância do programa se fundamenta na dificuldade que os jovens enfrentam na busca por oportunidade de primeiro emprego. “Por meio do Jovem Cidadão nós temos mais acesso, inclusive de conhecimento, o que vai contribuir nas contratações futuras, com experiência laboral em determinada área”, conclui o jovem.

Morador de Senador Canedo, Samuel Almeida Pereira, também de 17 anos, afirma que o programa amplia a inclusão social e incentiva os jovens a permanecerem no processo educacional. “Com a remuneração posso ajudar minha família e ainda investir em meus estudos”, relata. O jovem faz questão de agradecer. “Falo em nome de milhares de jovens e preciso dizer muito obrigado ao governador Marconi Perillo e ao vice-governador José Eliton pelo Jovem Cidadão”, afirma.

Mercado de Trabalho

José Eliton, ao falar aos milhares de adolescentes sobre a importância do Jovem Cidadão, relatou suas dificuldades em ingressar no mercado de trabalho. “Sempre estudei em escola pública e, aos 17 anos percorria as ruas de Goiânia vendendo cursos de inglês”, disse.

Para participar, o adolescente deve possuir idade entre 14 e 18 anos incompletos (idade limite para inclusão: 17 anos e três meses, para permitir um melhor aproveitamento), estar devidamente matriculado e possuir frequência mensal em unidade regular de ensino ou ter concluído o ensino médio, ter renda familiar até 2 salários mínimos. Adolescente sujeito à medida socioeducativa ou de proteção legal também pode participar. O programa é executado pela Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi), com investimento anual de R$ 51 milhões pelo Governo de Goiás.

Terceiro Setor-Social

O Jovem Cidadão está entre os programas sociais do Estado que contarão com investimentos do Goiás na Frente Terceiro Setor-Social. Por meio da iniciativa, serão ampliados ainda programas como o Renda Cidadã, que atenderá 100 mil famílias goianas. O benefício passará de R$ 80 para R$ 100. O Cheque Moradia também foi reformulado e passará a priorizar famílias que têm entre seus membros indivíduos com algum tipo de deficiência. Por fim, o prêmio Reconhece Goiás, de estímulo ao trabalho de entidades do terceiro setor, premiará com R$ 20 mil instituições que auxiliam no atendimento a pessoas carentes.

“Esta é uma agenda de natureza social, de inclusão”, relata o vice-governador. E completou: “É possível avançar, construindo, sem dúvida alguma, o melhor estado do Brasil, com dignidade para todos e justiça social”. Para José Eliton, “o compromisso meu e do governador Marconi Perillo é de proporcionar oportunidades para a juventude, direito de sonhar e o dever de contribuir com seu o estado, com suas famílias” finalizou.

Criado no primeiro governo de Marconi Perillo, o Jovem Cidadão proporciona ao jovem das camadas mais vulneráveis da sociedade a possibilidade de ter uma aprendizagem laboral ao mesmo tempo em que mantém os estudos escolares. Atualmente com 3.624 vagas distribuídas em todos os 246 municípios do Estado, o programa contrata (com carteira assinada) jovens de 14 a 17 anos.

Governo de Goiás

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here