Concurso premia destaques na etapa semifinal

0
415
A etapa semifinal do Concurso de Redação Goiânia na Ponta do Lápis premiou 125 estudantes de escolas municipais e particulares da capital com medalhas, certificados e bicicletas

A premiação regional do concurso marcou a vida de muitos estudantes ao participarem da semifinal

Fabiola Rodrigues

A etapa semifinal do Concurso de Redação Goiânia na Ponta do Lápis premiou 125 estudantes de escolas municipais e particulares da capital com medalhas, certificados e bicicletas. Durante a solenidade, realizada na quinta-feira, dia 23, no Centro Cultural Goiânia Ouro, alunos e professores se emocionaram ao ter reconhecido o esforço realizado na produção das redações. A classificação dos dez melhores textos por categoria e regional rendeu muita alegria no auditório.

O concurso inclui estudantes a partir do Ciclo II até a Educação de Adolescentes, Jovens e Adultos (Eaja) e alunos dos ensinos Fundamental e Médio das escolas particulares de Goiânia. O tema deste ano foi “Como a internet tem interferido nas relações entre as pessoas?”.

Estudantes da categoria A, que ficaram nas três primeiras colocações, celebram juntos
Estudantes da categoria A, que ficaram nas três primeiras colocações, celebram juntos

Vencedor da categoria A, Victor Gabriel de Almeida, da Escola Municipal de Tempo Integral Targino de Aguiar, relata que a experiência foi engrandecedora, pois além de ter aprendido a priorizar as pessoas que estão próximas, se tornou mais dedicado aos estudos.

“Nada seria possível sem incentivo de minha professora, que me ajudou muito. Pude durante este trabalho refletir que devo saber aproveitar mais minha família e amigos e saber usar sem exagero as redes sociais. Consegui desenvolver mais minha escrita”, conta.

Miguel Henrique ganhou em primeiro lugar na cat. B
Miguel Henrique ganhou em primeiro lugar na cat. B

Ganhador da categoria B, Miguel Henrique de Oliveira, da Escola Municipal Dom Fernando Gomes dos Santos, diz a Tribuna do Planalto que ao escrever a redação achava que era mais um trabalho realizado pela escola que valia nota, mas ficou surpreso quando percebeu que aquele texto estava selecionado entre os melhores do concurso.

“Nunca imaginaria chegar onde cheguei. A felicidade tomou conta de mim. Estou surpreso e feliz ao mesmo tempo. Agradeço aos meus professores por contribuir e fazer parte dessa minha conquista”, relata.

Iara Aparecida, vencedora em primeiro lugar da cat. C
Iara Aparecida, vencedora em primeiro lugar da cat. C

Iara Aparecida, da Escola Municipal Joel Marcelino de Oliveira, vencedora do primeiro lugar da categoria C, afirma que viveu uma experiência única, ao chegar ao topo da classificação. Ela diz que estudar no ensino Eaja e alcançar boa colocação foi um privilégio.

“Estou imensamente orgulhosa deste resultado. Não imaginava que venceria, principalmente por ter ficado fora da escola por alguns anos. Isso me dá forças para continuar com mais dedicação aos meus estudos. O concurso me inspirou a lutar por meus objetivos”, diz.

Guilherme Medrado venceu em primeiro lugar a cat. D
Guilherme Medrado venceu em primeiro lugar a cat. D

Estudante do Colégio Degraus e vencedor da categoria D, Guilherme Medrado expressa simpatia e muita emoção ao falar que participar do concurso lhe rendeu, além de uma bicicleta, sentimento de felicidade e mais vontade para seguir estudando.

“Pretendo continuar participando das próximas edições. Este é só o primeiro de muitos prêmios que ganharei. Sou grato a Deus, a minha família, à professora e ao colégio que me incentivam sempre a ser um aluno melhor”, declarou.

O ganhador do primeiro lugar da categoria E, Luiz Silva Brombal, do Colégio Millenium Classe, acredita estar no caminho certo, pois quer cursar medicina e sabe que o curso exige bastante dedicação.

“O certificado vai me ajudar no futuro. Sem contar que o tema foi muito bom, por ser atual e ter tudo a ver com nós, jovens. A emoção é muito grande e o apoio que recebi dos meus professores resume minha conquista. Quero ser um bom profissional no futuro e lutarei por ele”, diz.

O diretor-presidente da Tribuna do Planalto, Sebastião Barbosa, afirma que o concurso, realizado pelo jornal há quase 20 anos, serve de incentivo à educação.

“É motivo de orgulho não só para o jornal, mas para mim, como ser humano. A gente não só premia, mas contribui para que as crianças desenvolvam e façam com que tenhamos um país mais digno e mais humano. Se quisermos mudar a sociedade, tem que ser na base, que é a escola”, observa.

“É uma sensação de alegria perceber o resultado do nosso trabalho”
Marta Tibúrcio, professora de Português

Os professores, sem nenhuma dúvida, são os grandes responsáveis por engajar os estudantes na participação do concurso. A professora de Português Doraney Oliveira é uma incentivadora que anualmente tem alunos classificados para a final. Desta vez duas chegaram à etapa semifinal, o que para ela dá a sensação de dever cumprido.

“As vencedoras da minha turma estão ganhando pela primeira vez. Foi merecido, por terem aprendido com esforço. Sem contar que produziram tudo na escola. É um presente que posso dar para elas ao poder ajudar”, relata a professora.

Doraney Oliveira, professora de Português
Doraney Oliveira, professora de Português

Com 30 anos de experiência em sala de aula, Doraney Oliveira está quase se aposentando e não sabe se no ano que vem poderá participar do concurso. Essa 18ª edição é uma espécie de despedida de participações com os estudantes. Ela descreve o momento, emocionada, ao lembrar que participa desde as primeiras edições, sempre com grande expectativa de ver o desenvolvimento dos estudantes durante a competição.

“Acredito que ano que vem não orientarei os alunos mais. O concurso é um legado importantíssimo para eles, tenho certeza disso. Os estudantes aprendem muito ao questionar o tema amplamente discutido e debatido e eu também. A educação transformadora acontece assim, quando provoca mudanças como essas”, expressa.

Marta Tibúrcio, professora de Português
Marta Tibúrcio, professora de Português

Já a professora de Português Marta Tibúrcio ensina turmas de Educação de Adolescentes, Jovens e Adultos e relata que ajudar pessoas que estão há muito tempo sem estudar é uma honra.

“Duas alunas minhas ganharam na semifinal, uma em primeiro e outra em segundo lugar. Trabalhar com elas para que sonhassem chegar até aqui foi prazeroso. É uma sensação mista de alegria e satisfação, além de poder perceber o resultado do nosso trabalho”, diz.

Final na quinta-feira
O concurso de redação Goiânia na Ponta do Lápis chega à sua grande final nesta semana, com a entrega dos prêmios na quinta-feira, dia 30, às 9 horas, no Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro. Para disputar os três primeiros lugares de cada uma das cinco categorias, 15 estudantes vencedores da etapa regional serão selecionados.

Os alunos ganharão prêmios, medalhas e certificados independentemente da classificação de primeiro, segundo ou terceiro lugar. No total, a Tribuna do Planalto distribuirá 10 notebooks, cinco televisores 24 polegadas e cinco smartphones. Os alunos do ensino médio também ganharão bolsas de estudos da Faculdade Sul-Americana (Fasam). E o professor do estudante que vencer em primeiro lugar ganhará também um notebook.

As correções das redações do concurso foram realizadas por uma equipe de professores da Fasam que selecionou os melhores textos, levando em conta para critério de seleção a ortografia, concordância verbal, aspectos gramaticais, capacidade de organização do pensamento, originalidade e pertinência em relação ao tema.

As premiações estão divididas nas categorias de A até E. Na categoria A, os estudantes do ciclo II do ensino fundamental da rede municipal do 4º ao 6º ano. Na categoria B, alunos do ciclo III do ensino fundamental da rede municipal do 7º ao 9º ano. Na categoria C, estão os estudantes da Educação de Adolescentes e de Jovens e Adultos da rede municipal. Na categoria D, alunos do 4º ao 9º ano do ensino fundamental da rede particular. E a categoria E, reservada para o ensino médio da rede particular.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here