Comurg transforma troncos de árvores em floreiras

0
495
Árvores caídas viram floreiras e são colocadas nos canteiros centrais de avenidas e praças da Capital

Preocupada com a sustentabilidade para o município, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), trabalha com o reaproveitamento da madeira de árvores que são retiradas por algum problema ou que caem por causa de ventos e chuvas, na fabricação de floreiras.

Esse material era integralmente enviado ao aterro sanitário mas, desde o mês de março deste ano, vem sendo aproveitado. Além da produção de belos móveis fabricados na companhia, como mesas, cadeiras, armários e bancos para praças, a madeira que não dá pra fazer uma peça como essa, vira recipiente para o plantio de espécies ornamentais.

As floreiras são preparadas e recebem mudas de Verbena, Camarão Amarelo, Onze-horas, Sálvia-azul, Camomila-romana, Camará, Sun Patiens e Vinca. Todas essas plantas são produzidas e cultivadas nos viveiros da própria companhia.

Segundo o presidente da Comurg, Denes Pereira Alves, os trabalhos são realizados pelos servidores dos viveiros da companhia seguindo orientação da Diretoria Operacional. “Os trabalhadores usam a reciclagem como forma de contribuir para a preservação do meio ambiente e garantir a sustentabilidade, além de reduzir o desmatamento local”, destaca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here