Energia limpa que conscientiza

0
1786
Placas geram economia mensal de R$ 170,00 na energia da instituição

Daniela Rezende

Economizar energia, desenvolver a consciência ambiental e promover a sustentabilidade são alguns dos objetivos do projeto “Energia Solar”, desenvolvido este ano na Escola Municipal Osterno Potenciano e Silva, no Setor Castelo Branco. Na unidade educacional foi instalada em outubro deste ano uma usina geradora de energia solar composta por 6 módulos fotovoltaicos de 265 Watts e seis micro inversores de 250W.

Escola aproveita água proveniente dos aparelhos de ar condicionado
Escola aproveita água proveniente dos aparelhos de ar condicionado

A novidade foi viabilizada pela verba do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE)- Escolas Sustentáveis, uma das ações do Ministério da Educação, voltadas à implementação da Política Nacional de Educação Ambiental. A iniciativa tem como objetivo destinar recursos financeiros a escolas públicas a fim de promover a sustentabilidade socioambiental e tornar o espaço escolar agente transformador da realidade.

De acordo com a diretora da Escola Municipal Osterno Potenciano e Silva, Patrícia Marinho César, para receber a verba as escolas deveriam escolher um tema e em desenvolver um plano de ação. “Optamos pelo tema energia solar, por ser uma forma limpa de geração de energia elétrica, uma peça fundamental na luta contra as mudanças climáticas e a esperança de um futuro mais sustentável”, destaca a dirigente.
A verba disponibilizada em setembro de 2016 foi reprogramada para ser gasta em 2017. “Tivemos algumas dificuldades em encontrar uma empresa que suprisse as necessidades com a verba disponível. “Neste ano, fizemos uma parceria com a empresa SmartSet, cuidou de todo o dimensionamento, projeto, aprovação junto a concessionária, fornecimento dos equipamentos, teste e acompanhamento da geração de energia solar”, completa Patrícia.
Usina geradora de energia solar na escola é composta por 6 módulos fotovoltaicos
Usina geradora de energia solar na escola é composta por 6 módulos fotovoltaicos

O engenheiro responsável pelo projeto na escola, Alfredo Conti Ribeiro, explica que a usina foi projetada para produzir 230 Kwhoras/mês. “Isso gera uma economia mensal de aproximadamente R$ 170,00 e uma economia anual de R$ 2.040,00. Também evita a emissão de 600 kg de dióxido de carbono (CO2), que representa o plantio de seis árvores adultas por ano (cada árvore retira da atmosfera 130 kg de CO2 por ano)”, ressalta.

Os seis módulos instalados atendem 7% do consumo total da escola, mas a tecnologia permite que o sistema seja ampliado modularmente. Para Fernando Garces de Araújo, 11 anos, aluno do sexto ano, as placas colocadas na escola é uma opção mais sustentável.“O Brasil tem enorme vantagem, por ser tropical e receber um maior índice de insolação que outros países. As energias solar e eólica são exemplos de como se pode ter ao mesmo tempo energias de qualidade, renováveis e que podem ser utilizadas por anos e anos, ao contrário das termoelétricas e hidrelétricas, que jogam poluentes na atmosfera”, comenta o educando.

Economia
A Escola Municipal Osterno Potenciano e Silva possui 476 alunos da Educação Infantil ao sexto ano e Educação de Adolescentes, Jovens e Adultos. Em 2014, a instituição integrou a etapa local da Conferência Nacional Infanto Juvenil pelo Meio Ambiente e foi beneficiada com verba do PDDE.
Desde 2015, a unidade executa outro projeto sustentável, o aproveitamento de água proveniente dos aparelhos de ar condicionado. A água armazenada em três tambores de 200 litros cada é utilizada na limpeza e na conservação da grama. “Tivemos resultados positivos, além da economia gerada, trabalhamos para que a consciência sustentável formada nos alunos possa chegar às famílias e ambientes frequentados por estes estudantes”, relata a diretora da escola.

No projeto de energia solar, a instalação das placas foi acompanhada pelos alunos. Desde outubro, os educandos produzem maquetes, cartazes e outras atividades sobre o tema. Na primeira quinzena de dezembro, a escola recebe a visita técnica dos profissionais da empresa, que farão palestra com distribuição de cartilha informativa desenvolvida com linguagem adequada à faixa etária dos alunos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here