Linha Direta – Ministro Baldy mantém estrutura na Câmara

0
608

Logo Linha Direta

Ministro Baldy mantém estrutura na Câmara
O deputado federal licenciado Alexandre Baldy (sem partido), que assumiu o posto de ministro das Cidades há duas semanas, não chegou a desmontar a sua estrutura de servidores na Câmara Federal, mesmo com o suplente, o também deputado Sandes Júnior (PP), assumindo seu ponto no poder legislativo federal. A razão, segundo especulações surgidas entre pares, é que ele não pretende se manter como ministro até o final de 2018, conforme planejou o presidente Michel Temer (PMDB), quando o anunciou como novo auxiliar no comando da pasta após a saída do ex-ministro Bruno Araújo (PSDB). De fato, mesmo com as declarações do presidente, Baldy não garantiu manutenção no posto em nenhuma das entrevistas concedidas a programas jornalísticos em Goiás na última semana, bem como não se filiou, até o momento, ao PP, partido que comanda a pasta em Brasília.
As imagens revelam atos ilegais, indignos da missão públicaMarconi Perillo sobre a abordagem a veículo que resultou em duas mortes, em Senador Canedo
Alternativa
Muitos parlamentares em Brasília estão apostando suas fichas que a candidato a ser uma espécie de terceira via às candidaturas de Lula e de Jair Bolsonaro no próximo ano seria o ministro da Fazenda, o goiano Henrique Meirelles.
Dividido
Poucos dias após a senadora Lúcia Vânia (PSB) elogiar o nome do vice-governador José Eliton (PSDB) como nome da base ao governo em 2018, membros do partido criticaram seu nome como o escolhido da base nas redes sociais, demonstrando a divisão de ideias da sigla.
Indicação
O deputado estadual Virmondes Cruvinel (PPS) conseguiu emplacar o nome do delegado Thiago Damasceno na nova Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos. Ele assumiu a função em cerimônia na SSPAP.
Corporativismo
Poucos deputados comentaram, durante o recente pequeno expediente, o arquivamento da sindicância aberta para apurar quem marcou a presença do deputado Gustavo Sebba em sessão da Comissão Mista há duas semanas.
Obra cá, apoio lá
O prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PTB), disse ao portal Diário de Goiás que só apoiará Zé Eliton para o governo em 2018 se obras do Estado paradas na cidade forem concluídas. Se não forem, nada feito.1 Mais próximo
Depois da derrota por 29 votos a 4 da manutenção de seu veto à proposta do vereador Elias Vaz (PSB) que impede o reajuste do IPTU com base na atualização da Planta de Valores de 2015, o prefeito Iris Rezende (PMDB) começou a se aproximar de vereadores.2 Arrebentou
Isso indica que a “corda” que Iris vinha esticando não suportou a pressão. O problema entre os vereadores é que muitos não estão gostando de negociar com o secretário de Governo, Samuel Almeida, que enfrenta desgaste há meses com a Câmara.3 Expectativa
Pelo lado da prefeitura, a expectativa é de que as partes se acertem, ou então haverá uma necessidade de mudança na pasta em razão da situação de Almeida, que, para tentar mudar a situação, passou a semana na Câmara articulando com parlamentares.

Iris Rezende (PMDB), ao receber o Título de Cidadão Palmense das mãos do vereador Diogo Fernandes
Iris Rezende (PMDB), ao receber o Título de Cidadão Palmense das mãos do vereador Diogo Fernandes

Tocado

“Nunca na vida fui alvo de uma homenagem tão tocante quanto essa”, declarou o prefeito Iris Rezende (PMDB), ao receber o Título de Cidadão Palmense das mãos do vereador Diogo Fernandes (foto). A homenagem foi realizada na Câmara Municipal de Palmas, capital do Tocantins, na noite da quinta-feira, 30.

Pró-Caiado
Um dos pontos de atração para peemedebistas mais interessados em Ronaldo Caiado candidato pela oposição é a vice. Mas consta que a vaga tem dono: Samuel Belchior.

 

Melhora
Guardando repouso na casa de familiares em São Paulo, o senador Ronaldo Caiado (DEM) espera voltar ao batente na próxima semana. Ele permanece realizado sessões de fisioterapia localizada na região do ombro, mais atingida na queda de uma mula que o deixou de molho.

Teoria e prática
A teoria no governo Marconi Perillo é que o secretariado será trocado no final do ano para abrir caminho a Zé Eliton. Na prática, ninguém acredita nisso. Vilmar Rocha (PSD), da Secima, por exemplo, tira um mês de férias a começar em janeiro.

#ficaadica
O PT costura candidatura ao governo representando a esquerda, mas evita falar em nome. Prioridade continua sendo o palanque para Lula. O aceno do ex-presidente a Maguito Vilela, em recente entrevista à Rádio 730, foi providencial – e nada gratuito. Para os petistas, a volta da aliança PMDB-PT ajuda Lula; para Daniel Vilela, fortalece seu nome em contraponto a Ronaldo Caiado.

midias_07-12

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here