Manifesto – Mostra de Cinema Político promove encontro internacional para criação de acordos audiovisuais entre Goiás e Cuba

0
1225
Reitor do IFG e Diretora da Faculdade de Comunicação da UFG viajam a Cuba para reunião com Reitor da Universidade de Havana

De 10 a 14 de dezembro, uma delegação acadêmica da Universidade Federal de Goiás e do Instituto Federal de Goiás estará em Havana para uma rodada de negociações com o objetivo de firmar convênios e acordos de cooperação técnica entre as duas instituições, a Universidade de Havana, o Instituto de Cubano de Rádio e TV (ICRT), Instituto Cubano de Arte e Indústria Cinematográficos (ICAIC) e a Escola Internacional de Cine e TV de Cuba (EICTV).

O Reitor do IFG Jerônimo Rodrigues da Silva, o diretor geral do Câmpus Cidade de Goiás, Sandro di Lima, e a diretora da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC) da UFG, Angelita Lima, viajam a convite da Manifesto – Mostra de Cinema Político, responsável pela articulação da agenda de reuniões em Havana.

A Manifesto, uma realização da Balaio Produções e Vietnam Filmes, com apoio do Fundo de Arte e Cultura de Goiás – SEDUCE, promoveu dois encontros acadêmicos no mês de outubro, em Goiânia,  com a participação dos convidados internacionais, Daniel Diez Castrillo, fundador da TV Serrana e professor da Universidade de Havana; Pablo Garcia Barbán, diretor da TV Serrana; Luis Guevara Polanco, coordenador geral do Grupo de Criação da TV Serrana; Lazara Herrera, diretora da Oficina Santiago Álvarez, do Instituto Cubano de Arte e Indústria Cinematográficos (ICAIC); Rafael de Jesus Ramirez, coordenador da Cátedra de Humanidades da EICTV e Marlen Ruiz, produtora da Escola Internacional de Cine e TV de Cuba (EICTV).

Essas primeiras reuniões com as instituições de ensino superior de Goiás lançaram as bases para os acordos internacionais que propõem o intercâmbio de pesquisadores, estudantes, docentes e sábios populares; o desenvolvimento de projetos de formação e pesquisa; distribuição de conteúdos e coprodução de obras audiovisuais.

Segundo a diretora da FIC, Angelita Lima, a parceria construída é um “ação política forte em favor do intercâmbio de conhecimento na área do Jornalismo Cinematográfico e da produção audiovisual independente e comunitária para criar projetos conjuntos de pesquisa, circulação e produção de conteúdos, abrindo espaço para novos olhares e pensamentos da América Latina”.

O diretor do Câmpus Cidade de Goiás do Instituto Federal de Goiás e um dos fundadores do Curso de Cinema e Audiovisual desta instituição, Sandro di Lima, também estabeleceu contatos com os representantes das instituições internacionais mencionadas. “A parceria que buscamos com as instituições audiovisuais e de cinema de Cuba não se restringe à troca de experiências no campo da educação, mas acima de tudo nos interessa estimular redes alternativas de pensamento contra hegemônico, experimentação de linguagens e estéticas, e criação de dinâmicas narrativas voltadas para o fortalecimento da identidade latinoamericana”, afirma Sandro di Lima.

_____________________________

Agenda em Cuba

 

A intensa agenda da delegação goiana não inclui apenas as rodadas de negociações, será realizada ainda uma exibição de filmes goianos raros na sessão especial Discursos e Desconstruções da Manifesto – Mostra de Cinema Político, na programação oficial do 35˚ Festival Internacional do Novo Cine Latimoamericano de Havana.

“Além de exibir filmes para confrontar o espectador com seu próprio conformismo estético e político, a Manifesto também tem o objetivo de ser um ambiente de encontro de realizadores audiovisuais e dirigentes de instituições de Cinema e TV, para estimular alianças capazes de construir e fortalecer redes alternativas de pensamento e narrativas estético-políticas. Nosso objetivo é contribuir para a consolidação de ações duradouras em nossas regiões, que se consolidem em novos projetos”, afirmam os diretores da Manifesto, Claudia Nunes e Erico Rassi.

Veja abaixo a programação completa da etapa Cuba da Manifesto:

Dia 11 de dezembro

– 10h: Reunião na Escola Internacional de Cine e TV de Cuba (EICTV)

 

Dia 12 de dezembro

– 14h: Reunião com o Reitor Gustavo Cobreiro Suarez da Universidade de Havana

– 16h: Reunião no Instituto Cubano de Rádio e Televisão / Departamento de Relações Internacionais

 

Dia 13 de dezembro

– 15h – Sessão especial Discursos e Desconstruções da Manifesto – Mostra de Cinema Político – Sala 4 – Cine Infanta (La Habana)

 

Dia 14  

– 9h30: Faculdade de Meios Audiovisuais do Intituto Superior de Arte

– 15h:   Conferência de Imprensa – Hotel Nacional

________________________________

 

Filmes Goianos da Sessão Especial em Havana

 

ALTAR

Brasil, 2017, 18’, VHS, Cor.

A ideia de um olhar sobre o existencialimso religioso, influente, tradicionalmente cronológico, especial, comovente com seus protagonistas, realistas, simbólicos, folclóricos, cheio de fé, louvores, romaria, caridade, esperanças, votos e presentificação do fenômeno milagre.

Direção, Fotografia e Edição: Divino José Conceição

 

 

CINZAS DA QUARTA-FEIRA

Brasil, 1983, 16’, 16mm, P&B / Cor.

Filme experimental, com inspiração surrealista sobre a repressão sexual, a religiosidade e o conservadorismo, tendo como pano de fundo o carnaval.

Direção: Hélio Brito

 

 

CONCEIÇÃO MY LOVE

Brasil, 1984, 8’, 16mm, P&B / Cor

Ficção sobre a experiência vivida por uma equipe de filmagem de Goiânia, durante a produção de um comercial de turismo, na cidade de Coqueiros do Norte, em meados dos anos 1980. Ao revelar seus negativos, a equipe se surpreende com cenas que eles não haviam filmado: imagens do inconsciente coletivo daquela comunidade, povoado por mitos e heróis do cinema e da televisão; e de um suposto confronto cultural entre Bilidim e Conceição, a rainha do carimbó.

Direção e Roteiro: Hélio Brito

 

 

RECORDAÇÕES DE UM PRESÍDIO DE MENINOS

Brasil, 2009, 28′, 16mm, P&B

Ficção documental sobre um jornalista negro em busca do que restou da destruição de uma instituição para adolescentes infratores em Goiânia, a fim de fazer uma reportagem. Sua condição de ex-interno da FEBEM e ex-cineclubista o leva a uma reflexão atormentada sobre o sofrimento do homem marginalizado, o fim do cinema de arte, o desencanto com a militância política, os interesses dos meios de comunicação e seus próprios fantasmas.

Direção: Lourival Belém Jr.

 

 

RENOVA A ESPERANÇA

Brasil, 2010, 15′, Cor.
30 anos depois do início de uma das maiores ocupações urbanas
do Estado de Goiás, 4 integrantes do grupo de posseiros urbanos
rememoram a luta por terra passada durante a década de 1970 e o
processo que deu origem ao Jardim Nova Esperança.
Direção: Tatiana Scartezini

 ___________________________

Assessoria de Imprensa Manifesto:

Claudia Nunes – (62) 99151 4407

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here