Obras com recursos do Goiás na Frente chegam a 100 municípios

0
614
Desde o lançamento do programa, em março deste ano, cerca de 100 localidades já estão com empreendimento em execução

O Programa Goiás na Frente alavanca o crescimento nos municípios goianos por meio de diversas ações, entre elas as obras estruturantes. Desde o lançamento do programa, em março deste ano, cerca de 100 localidades já estão com empreendimento em execução. A grande maioria dos prefeitos optou por usar os recursos em pavimentação asfáltica. As prefeituras fizeram as escolhas dos investimentos em conjunto com a população.

Itapaci é uma das cidades que já estão com as obras em execução. Em breve vai inaugurar o novo asfalto em alguns bairros. Trindade já tem o recapeamento das vias e o vice-governador Zé Eliton vistoriou as obras na região central do município. A Capital da Fé também está com obras de pavimentação asfálticas principalmente na região leste do município. Em Gameleira, o projeto já foi totalmente concluído e entregue à população. Já Ceres também iniciou a reforma do Centro Cultural da cidade com investimos do programa de apoio aos prefeitos.

O Governo de Goiás já repassou R$ 8 milhões para as prefeituras. As obras somam mais de R$ 32 milhões aos cofres estaduais. A expectativa é que até o final de 2018 todas as 246 cidades goianas terão sido atendidas pelo programa de investimentos. “Goiás se destaca mesmo num cenário de crise e vamos seguir em frente com obras por todo o estado”, destaca o vice-governador José Eliton, coordenador-geral.

Segundo ele, a iniciativa do governo é de atender as demandas dos municípios, já que as cidades enfrentam grandes dificuldades por conta da crise financeira que assola todo o país. Antes da elaboração do Goiás na Frente, o governador Marconi Perillo e o vice José Eliton ouviram, por meio de reuniões, todas as reivindicações dos prefeitos e definiram aonde os recursos seriam investidos.

Zé Eliton e Talles Barreto. FOTOS: JOTA EURÍPEDES E WILDES BARBOSA
Zé Eliton e Talles Barreto. FOTOS: JOTA EURÍPEDES E WILDES BARBOSA

O fiscal da execução do Goiás na Frente, o secretário extraordinário Talles Barreto, visita a construção dessas frentes. “Tenho acompanhado diversas obras, seja pessoalmente nos municípios ou nas secretarias de estado checando eventuais pendências que possam existir”, afirma. Além do secretário, uma equipe de engenheiros da Secretaria de Desenvolvimento (SED) também é responsável por analisar e acompanhar o andamento dos processos e das obras. “Algumas estão em fase de licitação, terraplanagem, outras com recapeamento e meio-fio em execução”, explica o secretário.

O programa prevê investimentos de quase R$ 10 bilhões em obras e serviços em todas as regiões do Estado. Do montante, R$ 1 bilhão da União, R$ 5 bilhões são provenientes do Tesouro Estadual, incluindo R$ 1 bilhão da privatização da Celg e R$ 3 bilhões de recursos privados, dentre eles recursos (R$ 2,17 bilhões) garantidos pela Celg D/Enel. O programa está dividido em quatro setores de investimentos: obras rodoviárias, obras civis, e nas áreas da saúde e educação.

A contrapartida obrigatória dos municípios referente à assinatura dos convênios é de apenas 1%. Além da contrapartida, todas as prefeituras deverão participar do Programa Goiás Competitivo e Inovador, a ação estabelece as metas para elevar o nível de competitividade de Goiás em relação aos outros estados brasileiros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here