Linha Direta | Deputado prevê reforma da legislação penal

0
812

Logo Linha DiretaDepois das reformas dos gastos públicos, trabalhista e previdenciária, que ainda está em trâmite, o deputado federal goiano João Campos (PRB) adianta que a próxima reforma na fila em 2018 será a da legislação penal brasileira. Segundo ele, além da discussão acerca do protejo que trata do novo código penal – do qual ele é relator e que promete entregar o relatório nesta semana –, a Câmara Federal deverá acelerar as discussões para mudanças da lei de execução penal além da promoção da reforma penal. Segundo o parlamentar, a lei de execução penal é muito frouxa  e precisa ser melhorada. No entanto, ele afirma que, ao contrário do que defende a base governista em seus discursos, o problema da violência não está somente na legislação, mas também em outras áreas. “O novo código penal deve ser discutido já em fevereiro”, prevê João Campos.

“Neste momento, o Brasil precisa de uma linguagem de união.”
Fernando Henrique Cardoso, analisando o discurso adotado por Lula na pré-campanha

_Página 3
Clique aqui para ler a coluna em PDF

Não preocupa
Em entrevista ao site Diário de Goiás, o governador Marconi Perillo (PSDB) minimizou os números da última pesquisa ao governo que apontou o senador Ronaldo Caiado (DEM) com mais de 40% da preferência do eleitorado, lembrando que em 2006 o cenário era parecido.

Preocupa
Mas este não foi o discurso do restante da base, que demonstrou preocupação com os números. Por dois motivos: a realidade em 2006 era completamente diferente, pois Marconi era menos rejeitado e não havia tanto desgaste em seu grupo político.

Defesa
O líder do governo na Assembleia, Chiquinho de Oliveira (PSDB), saiu em defesa do nome de Eliton. Segundo ele, o vice-governador é “um Marconi Perillo melhorado” e que a população irá entender isso no próximo ano.

Aprovou
Já o deputado federal Daniel Vilela (PMDB) comemorou o fato de aparecer isolado na segunda colocação, a qual dividia com Eliton nas últimas aferições. Seus aliados apontam que os números pressionam o partido a manter sua candidatura.

Aperto
Deputados federais goianos vêm sendo alvo de ‘ameaças’ de eleitores nas redes sociais. Em suma, eles afirmam em mensagens que não votarão naqueles que votarem a favor da Reforma da Previdência.

Midias sociais1 Luto
A secretária estadual da Educação, Cultura, Esportes e Lazer, Raquel Teixeira, além dos superintendentes da Cultura e Ação Cultural, lamentaram, por meio de nota, a morte do teatrólogo goiano Hugo Zorzetti, ocorrida na última semana.

2 Curso
Zorzetti trabalhava com dramaturgia em Goiás desde a segunda metade da década de 1970 e foi um dos fundadores do curso de Teatro da Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás (Emac/UFG).

3 Expectativa
Além do curso, ele foi responsável direto pela criação de diversos grupos de teatros em cidades do interior de Goiás, notadamente em Trindade em Inhumas. Zorzetti morreu em decorrência de um câncer no pâncreas.

P 3 - esquerda abaixo Deputado Pedro ChavesTerra Ronca

Seguiu para análise no Senado Federal projeto de lei de autoria do deputado federal Pedro Chaves (PMDB – foto) que cria o Fundo Nacional de Apoio à Região de Terra Ronca (Funter). Este será o terceiro fundo de auxílio a regiões goianas, que já contam com o FCO e o fundo da Sudeco, sendo que será o primeiro com destinação específica para uma região.

Vilaboense
A deputada estadual Adriana Accorsi (PT) receberá o título de cidadã vilaboense no próximo dia 19 de dezembro, em solenidade na Câmara de Goiás.

Adiada
O título, que é proposto pela vereadora Iolanda Aquino (PT), deveria ter sido entregue na última semana, mas não ocorreu por motivo de luto familiar de integrante da equipe.

Cruzada
A deputada federal Magda Moffato (PR) continua sua cruzada pela liberação das armas de fogo no País. O assunto dominou todas as suas inserções na tv nos últimos dias.

Dificuldades
Magda, no entanto, tem tido dificuldades com seus colegas de partido, deputados Delegado Waldir e Cláudio Meirelles, que volta e meia criticam sua forma de conduzir o PR.

Mudança I
O resultado da pesquisa Serpes na última semana deverá acelerar as mudanças no secretariado de Marconi Perillo. Talvez até antes do final do ano, apostam aliados.

Mudança II
Já na prefeitura de Goiânia, embora o movimento de mudança no secretariado seja o mesmo, as trocas só ocorrerão a partir de janeiro ou fevereiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here