Linha Direta | PSDB e PMDB têm dificuldades para formar chapa a federal

0
1247

Logo Linha DiretaOs dois maiores partidos do Estado têm encontrando dificuldades para formar suas chapas na disputa por cadeiras na Câmara Federal em 2018. Tanto o PMDB quanto o PSDB não terão muitos nomes avaliados como ‘fortes’ para a disputa. No partido da oposição, hoje, muitos apontam apenas a primeira-dama de Goiânia, Iris de Araújo, e o deputado estadual José Nelto (foto) como viáveis, enquanto que no partido carro chefe da base aliada a situação não é diferente – tucanos apontam apenas os deputados federais Giuseppe Vecci e Fábio Sousa, como nomes mais agudos. Os outros nomes mais fortes pertencem a outros partidos da base. A expectativa nos dois lados é buscar o maior número de partidos possíveis para formar um chapão capaz de angariar boa quantidade de votos, ou então fisgar nomes de candidaturas de partidos aliados da base ou oposição para se filiarem na próxima janela nas duas siglas.

Clique para ler a coluna em PDF

Saída
O deputado federal Thiago Peixoto (PSD) tem afirmado a pessoas mais próximas que sairá do PSD caso o partido deixe a base aliada, conforme especula-se ultimamente. Com dificuldades para se reeleger, ele quer ser vice de Zé Eliton.

De volta
Após recuperar-se do acidente sofrido com uma mula em uma de suas propriedades, o senador Ronaldo Caiado (DEM) passou a última semana em São Paulo e nesta retorna a Brasília, para retomar os trabalhos no Congresso.

Animado
O senador chegou a preocupar-se por ter ficado de molho devido ao acidente, mas se tranquilizou com os números apontados pelas últimas pesquisas de intenção de voto, que o mantiveram na liderança do pleito para 2018.

Última bala
A CEI da Saúde se tornou a derradeira chance dos vereadores que anseiam a saída da secretária municipal de Saúde, Fátima Mrue, do comando da pasta. Os parlamentares trabalham em três frentes contra ela: via Ministério Público, Defensoria Pública e TCM.

Metas
O PRB (Igreja Universal) trabalha para eleger ao menos três deputados estaduais nas próximas eleições. Além da reeleição do deputado Pastor Jeferson, querem mais dois. Na Câmara Federal, a ordem é reeleger João Campos e eleger Gilvan Máximo.

“A definição antecipada de um pré-candidato facilita as articulações”
Wagner Siqueira, Deputado estadual antecipando a escolha de Daniel Vilela como candidato do PMDB em 2018

1 Pesquisa
Um detalhe passou despercebido na pesquisa Directa/JovemPan/O Hoje, divulgada há duas semanas: em comparação com o levantamento realizado em junho pelo mesmo instituto, o único dos candidatos que apresentou variação negativa foi Zé Eliton (PSDB).

2 Junho
No levantamento realizado no meio do ano, mais precisamente na última quinzena do junho, Eliton apresentava 20,4% de preferência do eleitorado goiano, enquanto Ronaldo Caiado (DEM) aparecia com 29,3% e Daniel Vilela (PMDB) apontava com 13,8%.

3 Dezembro
Já no levantamento divulgado há duas semanas, Ronaldo Caiado aparece com 32,7% da preferência; Daniel Vilela (PMDB) aparece com 14,2% enquanto o vice-governador Zé Eliton apresentou a tal variação negativa de 19,6%. Detalhe: todos dentro da margem de erro.

P 3 - foto coluna esquerda abaixo encontro pmdbÚltimo encontro

O PMDB realizou seu último grande encontro do ano na última quinta-feira, 14, no Centro de Convenções de Goiânia. O presidente do partido, Daniel Vilela, convidou todos os prefeitos da sigla em Goiás, incluindo Iris Rezende, que compareceu. De molho, o senador Ronaldo Caiado não apareceu. Nem o ex-presidente do PMDB Samuel Belchior.

Longe
Depois da cassação de seu mandato, o ex-prefeito de Caldas Novas, Evandro Magal (PP), tem sido evitado pela deputada Magda Moffato (PP), sua antiga aliada.

Rejeição
A preocupação da parlamentar é que a imensa rejeição do ex-prefeito na cidade cole em sua imagem, atrapalhando seus planos de reeleição no próximo ano.

Espera
Os membros do Ministério Público e juízes terão de aguardar três anos antes de voltarem a advogar. Essa é a proposta de um projeto relatado pelo senador Ronaldo Caiado.

Aprovado
O texto do relatório do parlamentar já foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça do Senado e seguiu para a Câmara Federal onde será avaliado.

Alívio
O adiamento da votação da Reforma da Previdência para fevereiro foi recebida com alívio para alguns deputados federais goianos. A paz reinará, pelo menos por agora.

Preocupação
Técnicos da Vigilância Sanitária municipal estão monitorando dia a dia a incidência da dengue tipo 2 que voltou a aparecer no Estado. Teme-se uma epidemia em 2018.

midias sociais1

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here