Seduce Goiás apresenta balanço de gestão 2017

0
5064
Foto Seduce

A secretária Raquel Teixeira apresentou o balanço de gestão 2017 da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce Goiás) na manhã desta quinta-feira, 21, durante um café da manhã com a imprensa no terraço do Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON). Durante apresentação, a secretária abordou as principais ações realizadas ao longo deste ano nas três áreas graças aos investimentos destinados pelo Governo de Goiás. “Muita gratidão pelo olhar sensível do governador Marconi Perillo para a educação, a cultura e o esporte”, disse.

Entre os avanços destacados pela secretária estão as políticas públicas que fomentaram a cultura, o acompanhamento de investimentos, o uso otimizado e valorizado de recursos públicos, os diversos eventos esportivos, a criação do Caderno Aprender +, além das ferramentas que o sistema educacional de Goiás utiliza para aprimorar os resultados, como a Avaliação Dirigida Amostral (ADA) e o Goiás 360.

Raquel Teixeira, Secretária de Educação, Cultura e Esporte. Foto Seduce
Raquel Teixeira, Secretária de Educação, Cultura e Esporte. Foto Seduce

“Juntos, nós caminhamos mais longe. Essa é uma orientação que existe há três anos, período em que temos buscado a excelência e a equidade em todas as áreas. Nós queremos que cada aluno, cada artista, cada atleta tenha condições de desenvolver seu potencial máximo. A Seduce existe para criar oportunidade para que crianças, jovens e adultos desenvolvam seu potencial pleno. A gente encerra 2017 com o sentimento de dever cumprindo, atingido várias metas”, afirmou Raquel.

O ano que foi de muitas atividades desagua em 2018, já com muitas novidades. A rede estadual de ensino passará a contar com mais 27 Centros de Ensino em Período Integral (Cepis), sendo 19 de Ensino Médio e oito de Ensino Fundamental. Dentro do programa de investimentos Goiás na Frente – Educação, serão entregues no ano que vem 50 novas escolas padrão século 21, sendo que 26 delas já estão em fase de conclusão. Além destas, outras 17 unidades estão em processo de licitação, totalizando 67 novas unidades.

Na área cultural, Raquel Teixeira anunciou para janeiro de 2018 a licitação para a construção de prédios, dentro do Circuito Cultural da Praça Cívica. Será criado o Museu do Alimento, em parceria com o Museu do Amanhã e o Museu de Ciência de Londres, que vai ser um museu interativo, moderno, que culmina com o ponto de gastronomia no final. Também já foi autorizado mais de R$ 10 milhões para a Lei Goyazes.

A Biblioteca do Centro Cultural Oscar Niemeyer está com a licitação pronta, aguardando apenas o término da reforma do espaço. Além dela, os centros culturais que serão construídos nos maiores munícipios de Goiás estão em fase de licitação.

Para a área esportiva, uma das novidades já no primeiro mês de 2018 será o lançamento do projeto Gibinha, que é uma parceria com o ex-jogador de vôlei Giba. Trata-se de um projeto social para crianças goianas. A iniciativa consiste em capacitar professores de educação física que ministram aulas de vôlei. Além de aprender sobre a modalidade esportiva, os participantes, que têm idade entre seis e 15 anos, aprendem sobre alimentação saudável e cidadania. Goiás será o terceiro Estado a receber o programa.

Confira as ações realizadas pela Seduce em cada área no ano de 2017:

Educação

Foram investidos mais de R$ 4 bilhões em melhoria de escolas, qualidade do ensino e carreira dos professores e servidores. Entre os pontos destacados estão: a instalação de mais de 4 mil aparelhos de ar condicionado nas salas de aula, aumento salarial dos professores, criação do auxílio alimentação para os servidores, entrega de 474 mil exemplares do Caderno Aprender +, aquisição de 75 novos ônibus escolares, 91 quadras poliesportivas em construção, além de 419 obras realizadas em todo o Estado.

O período integral foi expandido para mais 27 unidades escolares em 2017, ano em que foi criada a Caravana Aprender +, que percorreu mais de 52 mil quilômetros levando aulões do Enem Express e visitas pedagógicas para 203 mil alunos.

Ainda este ano, foi criada a Superintendência de Segurança Escolar, que irá formar profissionais dentro de cada conselho escolar, os tronando especialistas em segurança escolar. “Nós estamos buscando a prevenção e resolução de conflitos e reforçando a cultura da paz no ambiente escolar”, disse Raquel.

Cultura

O ano de 2017 foi a consolidação da cultura, com a realização de grandes eventos, como o Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica), que contou com um público de mais de 6 mil pessoas; o Canto da Primavera, com 5 mil espectadores e atrações locais e nacionais, e a Mostra Nacional de Teatro de Porangatu, também com público de cerca de 5 mil pessoas.

Goiás é um dos cinco Estados que mais investe em cultura no Brasil. Prova disso é o Fundo de Arte e Cultura e a Lei Goyazes, que, juntas, foram responsáveis por mais de R$ 45 milhões em investimento. Foram 479 projetos beneficiados em todo o Estado.

Um ponto frisado pela secretária foi o retorno e acompanhamento dos recursos aplicados em 2017. “É visível o resultado, seja nas escolas, nos teatros, os artistas prestam contas espontaneamente. Todo dia tem ação acontecendo. Avançamos muito na cultura da transparência e do mérito das seleções dos programas e dos projetos selecionados, o que é um avanço em relação ao gasto correto do dinheiro público”, completou Raquel.

Esporte

Para a secretária Raquel Teixeira, o maior avanço no esporte em Goiás, no ano de 2017, foi o aprimoramento da gestão do dinheiro público com “retorno e transparência”. “Desenvolvemos uma cultura de seleção de projetos eletronicamente por méritos”, frisou ao falar sobre a escolha dos beneficiários dos programas Pró-Esporte e Pró-Atleta.

O Pró-Esporte investiu R$ 6,5 milhões em 297 projetos de federações, associações esportivas e de atletas goianos. Já o Pró-Atleta alcançou 600 atletas com bolsas de R$ 250 a R$ 750 por mês. O montante aplicado foi de R$ 3 milhões.

A secretária Raquel Teixeira também lembrou que Goiás sediou o maior evento de esporte universitário do País, em outubro deste ano. “Nós recebemos 5 mil atletas nos Jogos Universitários Brasileiros [JUBs]”, ressaltou. A competição teve investimento de R$ 2 milhões por parte do Governo de Goiás. Participaram dos JUBs 170 atletas goianos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here